Fique conectado

Animais

Câmara de Paraguaçu aprova lei que proíbe a utilização de fogos e outros artefatos na cidade

De 12 vereadores, 11 foram favoráveis à lei de proibição e a vereadora Neide Teodoro foi contra. Projeto de lei é de autoria da prefeita Almira Garms.

Publicado em

3.374

Reunida em Sessão Ordinária na segunda-feira, 6 de agosto, a Câmara de Vereadores de Paraguaçu Paulista (SP) aprovou por 11 votos favoráveis e 1 contrário projeto de lei complementar de autoria da prefeita Almira Garms, que trata da proibição da utilização, queima e soltura de fogos de estampido e de artifício, assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso nas áreas urbanas do município. O objetivo principal é preservar a saúde física e psíquica de pessoas e animais. Foi contrária ao projeto a vereadora Neide Teodoro.

De acordo com a justificativa da prefeita Almira, “não é objetivo acabar com os espetáculos e festejos realizados com fogos de artifícios, apenas proibir que sejam utilizados artefatos que causem barulho, estampido e explosões, causando risco à vida humana e dos animais. O benefício do espetáculo dos fogos de artifício é visual e é conseguido com o uso de artigos pirotécnicos sem estampido, também conhecidos como fogos de vista. Os fogos de artifícios silenciosos permitem espetáculos tão belos quanto os tradicionais e são muito menos nocivos”.

Os fogos de artifício com estampido, além de provocarem a poluição ambiental, são causadores de sérios prejuízos às pessoas, perturbam e resultam em transtornos irreparáveis a convalescentes, cardíacos, autistas, pessoas com deficiência, idosos e crianças.

Segundo dados do Ministério da Saúde, de 2008 a 2016, 4.577 pessoas foram internadas para tratamento por acidentes com fogos de artifício. Os atendimentos hospitalares decorrentes referem-se aos provocados por queimaduras, por lesões com lacerações e cortes; e por amputações de membros superiores, lesões de córnea, perda de visão, lesões do pavilhão auditivo e até perda de audição.

Os estrondos dos fogos de artifícios também provocam o medo e o pânico nos animais levando-os a reações descontroladas e perigosas. Os danos afetam tanto animais de estimação quanto animais selvagens, podendo levá-los até mesmo à morte. Em geral, o barulho das explosões repentinas causa nos animais uma reação instintiva de fuga desorientada.

Esta lei complementar entra em vigor na data de sua publicação.

Animais

Bombeiros resgatam raposa em jardim de creche em Tupã

Após os funcionários observarem o animal no jardim da creche, acionaram os bombeiros para que pudessem fazer a retirada.

Publicado em

Do G1

Raposa foi achada em jardim de creche em Tupã, mas as crianças não tiveram contato com o animal — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Uma raposa foi capturada no jardim de uma creche municipal de Tupã (SP), localizada na Rua Pedro Pavaneli, na manhã desta terça-feira (12).

Após os funcionários flagrarem o animal no jardim da creche, acionaram o Corpo de Bombeiros para que pudessem fazer a retirada.

Corpo de Bombeiros capturam raposa em creche de Tupã — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

No momento da aparição, as crianças estavam dentro das salas de aula e não tiveram contato com o animal.

Segundo os bombeiros, a raposa foi encaminhada para a Polícia Ambiental da cidade.

Continue lendo

Animais

Bombeiros usam máscara de oxigênio para reanimar gato resgatado de incêndio em Marília

Animal que inalou muita fumaça foi achado desacordado durante rescaldo na casa, que não tinha moradores no momento do incidente. Felino foi levado a clínica veterinária e passa bem.

Publicado em

Do G1
O gato estava sem movimentos quando começou a receber o oxigênio (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Um incêndio em uma casa na zona sul de Marília (SP) terminou sem vítimas, mas com um salvamento inusitado, que emocionou até mesmo a equipe do Corpo de Bombeiros.

A equipe de resgate foi chamada para controlar as chamas em uma casa de fundos localizada na Avenida João Ramalho e, durante os trabalhos de rescaldo, encontrou o gato de estimação da dona do imóvel já desacordado e bastante debilitado devido à inalação de fumaça.

Ao se deparar com a situação, o sargento Marcos Fernando Alves pegou o cilindro de oxigênio e iniciou o atendimento ao animal, adaptando no focinho do felino a máscara do cilindro projetada para ser usada em humanos.

Bombeiros acharam o gato desacordado durante os trabalhos de rescaldo na casa incendiada (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

O fogo foi controlado rapidamente e, como a dona da casa havia saído para trabalhar, ninguém se feriu. Logo após reanimar o gato, os bombeiros o levaram para uma clínica veterinária da cidade.

Segundo a médica veterinária Juliana Guarnieri, o gato, um macho jovem, chegou à clínica em bom estado, apenas um pouco “zonzo” por conta da intoxicação pela fumaça. O animal não tem ferimentos e permanecerá internado até este sábado (2), em observação.

Segundo a médica veterinária, a decisão rápida dos bombeiros em oferecer oxigênio foi “fundamental” para a sobrevivência do bichano.

Ainda assustado, mas sem ferimentos, gato ficará internado em clínica para observação: “Oxigênio foi fundamental para a sobrevivência” (Foto: Clínica Vale Verde/Divulgação)

Continue lendo

Animais

Assisense flagra cachorros presos em gaiola sob sol forte em carro da prefeitura de Tarumã

Animais ficaram expostos ao forte sol, no retorno da cirurgia de castração, em uma clínica veterinária em Assis (SP).

Publicado em

Do AssisNews

Um caso de mal tratos a animais causou revolta aos assisenses no início da tarde desta quarta-feira (23). Dois cachorros, que haviam acabado de sair de um clínica veterinária após uma cirurgia, estavam dentro de uma gaiola sob o sol forte, em um carro com o logotipo da Prefeitura de Tarumã (SP). (assista o vídeo acima)

Os animais estavam em uma gaiola pequena, sem água ou alimento.

O caso causou revolta aqueles que passavam pelo local e gerou repercussão nas redes sociais. Por meio de nota, a Prefeitura de Tarumã declarou o repúdio a situação que os animais foram submetidos. Confira a nota na íntegra abaixo.

NOTA DE REPÚDIO

A Prefeitura de Tarumã repudia o fato acontecido hoje, 23 de janeiro de 2019, envolvendo dois cachorros em uma gaiola, em um carro identificado com o logotipo da Prefeitura.

Infelizmente, o motorista do veículo decidiu parar para realizar uma outra atividade, enquanto os dois animais ficaram expostos ao forte sol, no retorno da cirurgia de castração, em uma clínica veterinária.

Tal ato não está alinhado aos valores morais e éticos praticados pela Prefeitura de Tarumã. O prefeito Oscar Gozzi, repudiando veementemente o ocorrido, já abriu investigação para identificar o motorista do automóvel e tomar as devidas providências punitivas.

A Prefeitura de Tarumã declara que respeita os animais, o que é provado com o serviço de atenção investido na saúde dos bichinhos, como esses dois cachorros, que foram recolhidos da rua e levados para serem castrados e receberem cuidados gerais.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas