Fique conectado

Região

Estudante de 16 anos descobre ter leucemia e morre quatro dias depois

Rebeca Samara Matheus foi sepultada na manhã desta quarta-feira (12) no cemitério do Ypê  em Bauru (SP)

Publicado em

7.506

Rebeca morreu quatro dias depois de descobrir coágulo no cérebro. (Foto: Arquivo Pessoal)

A estudante Rebeca Samara Matheus, de 16 anos, foi sepultada na manhã desta quarta-feira (12) no cemitério do Ypê  em Bauru (SP). Ela morreu na manhã de terça-feira (11), quatro dias depois de descobrir um câncer no sangue em um hospital da cidade.

O caso comoveu toda a cidade, que compareceu no velório da adolescente e foi necessário interditar a avenida Castelo Branco, onde está localizada a igreja responsável pela despedida.

Conforme o pai, o pastor Delton Tadeu Matheus, Rebeca passou mal na última quinta-feira (6) e precisou ser levada com urgência em um hospital privado da cidade.

Ela foi medicada com uma forte gripe, mas as dores de cabeça continuaram no retorno para casa. A jovem foi submetida à tomografia, que revelou um coágulo no cérebro. O exame de sangue confirmou que se tratava de leucemia.

“Ela não teve nenhum sintoma antes. O médico disse que essa doença costuma vir do nada e é muito agressiva. Abaixa as plaquetas sanguíneas e o sangue não consegue coagular. Ela teve uma espécie de AVC e morte cerebral. Acreditamos que Deus poderia fazer um milagre”, afirmou o pastor em entrevista à um jornal da cidade.

“Ela movimentou o mundo inteiro com pedidos de oração na Europa, nos Estados Unidos, Japão. Nesta terça-feira, no Hemonúcleo, houve o maior número da história do Centro de pessoas para doar sangue. Mais de 200 voluntários”, conta Delton.

Além do pai, Rebeca deixa a mãe, a também pastora Renata Ariane Costa Matheus, e dois irmãos, Denton, de 14 anos, e Samuel, de 7.

População compareceu em igreja para se despedir de Rebeca Samara Matheus. (Foto: JC Bauru)

Polícia

Menina morre eletrocutada enquanto brincava de esconde-esconde em São Pedro do Turvo

Segundo a Polícia Militar, fio de cerca elétrica de casa de vizinhos estaria em contato com contêiner que criança encostou.

Publicado em

Do G1
Menina morreu eletrocutada ao encostar em contêiner enquanto brincava de esconde-esconde em São Pedro do Turvo — Foto: Arquivo Pessoal

Uma menina de 7 anos morreu eletrocutada enquanto brincava durante a noite desta sexta-feira (18), em São Pedro do Turvo (SP).

De acordo com a Polícia Militar, a criança brincava de esconde-esconde em uma rua da Vila Bom Jesus, quando encostou em um contêiner que estava energizado por fio de uma cerca elétrica.

Ainda de acordo com os policiais, o fio teria escapado do muro da casa de um dos vizinhos e estava em contato com o contêiner de ferro, que a menina encostou.

A criança chegou a ser socorrida, mas não resistiu. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ourinhos (SP).

Ana Beatriz Benvindo Ferreira será velada no Velório Municipal e enterrada às 17h deste sábado (19) no Cemitério Municipal de São Pedro do Turvo. A perícia foi acionada para investigar o caso.

Continue lendo

Polícia

Lavrador morre após ser atingido por um raio em Ocauçu

Homem conversava com um filho pelo celular quando foi atingido pelo raio.

Publicado em

Do Marília Notícia

O lavrador Renato Santiago, de 38 anos, morreu após ser atingido por um raio na tarde desta sexta-feira (18) na zona Rural de Ocauçu (cerca de 40 quilômetros de Marília).

A vítima morava em Lupércio, mas estava trabalhando no sítio São Carlos na cidade vizinha quando iniciou a tempestade.

Santiago estava conversando com um filho pelo celular quando foi atingido pelo raio e desmaiou por volta das 15h.

Ele foi socorrido com urgência até o Hospital das Clínicas (HC) de Marília, porém não resistiu e morreu em decorrência de uma hemorragia pulmonar.

Continue lendo

Obras

Várias ruas de Florínea passam por obra de recapeamento

Investimentos são de mais de R$ 200 mil.

Publicado em

Assessoria
Várias ruas de Florínea passam por obra de recapeamento

A prefeitura de Florínea iniciou na última quarta-feira, dia 16, o recapeamento de trechos de seis ruas do município, com investimentos de mais de R$ 200 mil, fruto de convênio celebrado com o Governo do Estado de São Paulo.

Estão sendo contempladas nessa primeira etapa as ruas Antonio Liba Sobrinho, Maria Paula Granado, Saturnino Faustino do Nascimento, Francisco Nunes de Souza, Cristiano Krauss e a Lazaro Tavares de Oliveira.

“Nossa cidade precisa estar em boas condições de mobilidade e trânsito para que não só os florinenses, mas também visitantes tenham facilidade de acesso. Como consequência, teremos mais circulação de pessoas e movimentação maior da nossa economia’’, disse o prefeito Paulo Eduardo Pinto, o ‘Duda’.

Várias ruas de Florínea passam por obra de recapeamento

Continue lendo
Aflumar Cursos
Maiara e Maraisa
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas