Estudante de medicina invade com carro área interna do Aeroporto de Prudente

Indivíduo estava em um VW Gol, com placas de Pirapozinho, quando adentrou o local e quase causou um acidente com um avião que fazia manobras de pouso.

Um estudante de medicina, de 32 anos, foi detido após invadir com um carro a área interna do Aeroporto Estadual de Presidente Prudente na madrugada desta quinta-feira (27). O indivíduo estava em um VW Gol, com placas de Pirapozinho, quando adentrou o local e “quase” causou um acidente com um avião que fazia manobras de pouso.

De acordo com o Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), o estudante chegou ao aeroporto pelo prolongamento da Avenida Coronel José Soares Marcondes, na zona sul da cidade (veja nota abaixo).

A Polícia Militar contou ao G1 que o motorista estava embriagado.

A torre foi alertada por uma aeronave de que “havia uma luz na pista”, de acordo com a Polícia Militar ao G1. Com a situação, foi necessário que o avião ficasse fazendo manobras até que o veículo saísse da área.

O fato foi apresentado na Delegacia da Polícia Federal, onde o motorista foi preso em flagrante pelo crime de “expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia, ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou dificultar navegação marítima, fluvial ou aérea”, disposto no artigo 261 do Código Penal.

Ele permanece em cárcere para ser apresentado em audiência de custódia, que deve ocorrer na tarde desta quinta-feira (27), na Justiça Federal.

‘Sem direção’

O Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo, por meio de nota ao G1, informou que por volta da 1h desta quinta-feira (27) um veículo que transitava pela Avenida Coronel José Soares Marcondes “perdeu o controle, colidiu contra o alambrado do aeroporto de Presidente Prudente e invadiu a área aeroportuária”.

“A torre de controle avistou o veículo e comunicou o Corpo de Bombeiros e o setor de vigilância do aeroporto, que imediatamente foi ao local e escoltou o carro até o terminal. Um avião da empresa Azul que estava se aproximando abortou o pouso e aguardou a retirada do veículo da pista”, comunicou o departamento.

As polícias Militar e Federal foram acionadas e conduziram o caso.

“O alambrado do aeroporto está sendo reparado. O motorista do veículo sofreu apenas ferimentos leves”, finalizou a nota.

Já a Azul afirmou ao G1 que “esse incidente não interferiu na operação” da empresa.

O voo em operação próximo ao horário do incidente era o 4342, entre Campinas e Presidente Prudente, com quatro tripulantes.

Por “questões estratégicas”, a companhia não revelou a quantidade de passageiros a bordo da aeronave.

Bafômetro recusado

Um funcionário de uma empresa de segurança terceirizada contou que, durante seu turno de serviço no aeroporto, visualizou o veículo VW Gol com o para-choque dianteiro danificado transitando na pista de decolagem e aterrissagem dos aviões.

A situação também foi informada pelo piloto de uma aeronave da empresa Azul, que entrou em contato com a torre de comando para comunicar sobre o veículo que transitava na pista.

O G1 apurou que o estudante informou aos policiais militares ter ingerido bebida alcoólica em uma festa do curso de medicina, no entanto, ele se negou a fazer o teste do bafômetro.

Uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros também compareceu ao local, mas o estudante recusou o atendimento.

Ele foi autuado por conduzir o veículo sem documentos de porte obrigatório e por recusar-se a se submeter a procedimentos previstos no artigo 277 do Código de Trânsito Brasileiro, ainda conforme o G1 apurou.

Como se queixava de dores no braço, o estudante ainda acabou conduzido ao Hospital Regional (HR) para receber atendimento médico e, devido ao estado de euforia e nervosismo, foi necessário o uso de algemas nos seus pés.

Na Polícia Federal, foi ratificada a prisão em flagrante do condutor do carro.

Veículo invadiu área interna do Aeroporto de Presidente Prudente — Foto: Polícia Militar/Cedida

#MAIS LIDAS DA SEMANA