Fique conectado

Região

Homem morre após ser picado por jararaca na zona rural de Sabino

Vítima chegou a ser socorrida, teve que ser transferida para a Santa Casa de Lins (SP) e, no caminho, não resistiu.

Publicado em

909

Homem foi picado por uma jararaca como a da foto; a espécie é classificada como peçonhenta — Foto: Arquivo TG

Um homem de 58 anos morreu na tarde desta segunda-feira (17) após ser picado por uma jararaca, espécie de cobra peçonhenta, na zona rural de Sabino (SP).

De acordo com informações do Centro de Saúde da cidade, Januário Rodrigues de Souza foi levado para a unidade, passou por atendimento e, em seguida, precisou ser transferido para a Santa Casa de Lins por conta da gravidade dos ferimentos.

Durante o caminho, ele não resistiu e acabou morrendo. O corpo de Januário está sendo velado em Lins e o enterro será realizado às 16h.

De acordo com o biólogo e professor de uma universidade de Bauru, Dorival Coral, existe um soro específico para a picada da jararaca. No entanto, o soro geral, conhecido como antiofídico, pode ser administrado caso a vítima não saiba a espécie do animal.

“Os dois possuem a mesma eficácia. Se tiver o específico, ótimo. Se não, o geral também irá combater o efeito do veneno com a mesma eficácia”, explica.

Segundo o biólogo, o tempo de espera até a administração do soro é de até quatro horas. O especialista reforça que isso é uma média e que depende da gravidade do ferimento.

“Tudo depende da quantidade de veneno que o animal injetou no organismo da pessoa. Se for muito grande, o atendimento precisa ser feito o mais rápido possível”, diz.

Região

Entrevias recolhe 800 quilos de lixo por mês às margens da rodovia

Para conscientizar motoristas, Concessionária distribuiu 2.800 sacolinhas lixocar nas praças de pedágios da região de Marília.

Publicado em

Do AssisNews
Entrevias recolhe 800 quilos de lixo por mês às margens da rodovia (Foto: Divulgação/Entrevias)

A Entrevias Concessionária de Rodovias, que integra o Programa de Concessão do governo do estado de São Paulo, recolhe mensalmente cerca de 800 quilos de lixo comum depositados irregularmente às margens do trecho concessionado, entre Florínea e Borborema. O lixo coletado é proveniente do descarte irregular por moradores que residem próximos à rodovia e por motoristas que arremessam o material de dentro dos veículos.

Dados da Concessionária mostram que até outubro deste ano, oito toneladas de lixo foram retiradas da rodovia. O número é equivalente a quase três caçambas de 3m³ utilizadas na construção civil. As áreas mais afetadas são as urbanizadas, como o trecho da SP-294, entre os quilômetros 451,7 e 458, em Marília. A extensão compreende bairros como o Jardim Marília, São José e Vila Maria.

Entre os lixos recolhidos pelas equipes de conservação da rodovia, estão restos de construção civil, pneus, madeira, sacos plásticos, latas de alumínio e garrafas pet. Além de ser prejudicial ao meio ambiente, o material descartado na rodovia pode provocar acidentes. “Uma garrafa pet ou uma sacola plástica arremessada pelo vidro de um carro em movimento pode atingir o veículo que vem atrás. Um motociclista pode ser atingido, por exemplo, perder o controle e cair na pista. A conscientização de todos é fundamental pra evitar que isso ocorra”, explica Fábio Ortega, gestor de Segurança Viária da Entrevias. Não importa o tamanho. Mesmo os pequenos objetos arremessados podem causar estilhaçamento do para-brisa, comprometendo a segurança de todos.

Lixocar

Para conscientizar o motorista do trecho sobre a importância do descarte adequado do lixo produzido no interior do carro, a Entrevias distribuiu em novembro 2.800 sacolinhas lixocar para usuários nas praças de pedágio de Pongaí, Marília, Echaporã e Florínea. A sacolinha fica pendurada na maçaneta do câmbio do veiculo e, após estar cheia de lixo, pode ser descartada corretamente. A medida estimula o motorista a evitar o descarte de material na rodovia. Além das sacolinha, os usuários receberam um adesivo do serviço 0800 da Entrevias.

Entrevias recolhe 800 quilos de lixo por mês às margens da rodovia (Foto: Divulgação/Entrevias)

Continue lendo

Falecimento

Aos 88 anos, morre Antônio Menocci, prefeito de Iepê e o mais idoso do Brasil

Antônio estava internado com problemas pulmonares no Hospital Iamada, em Presidente Prudente.

Publicado em

Do Tupã Notícias
Antônio Menocci

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (12) o Prefeito do Município de Iepê, Sr. Antônio Menocci, aos 88 anos. Ele estava internado com problemas pulmonares no Hospital Iamada, em Presidente Prudente, desde o dia 8 de outubro.

Menocci foi afastado oficialmente do cargo para passar por tratamento em 22 de outubro.

Foi decretado ponto facultativo em todas as repartições públicas do município a partir do meio-dia de desta quarta-feira, na quinta o dia todo e luto oficial de 03 dias. As aulas nas escolas municipais também foram suspensas por dois dias (12 e 13).

Com população 7.487 habitantes, Iepê fica na região de Presidente Prudente e vizinho do município de  Rancharia.

Antonio Menocci foi eleito em  2016 pelo partido Solidariedade  com  2.678 votos 54,52%, e seu mandato terminaria em 2020.  Nascido em Presidente Prudente, era o prefeito mais idoso do Brasil.

Empresário, Menocci já havia exercido o cargo de prefeito entre 1993 e 1996.

Eleito vice em 2012, assumiu a prefeitura entre 7 de maio de 2015 e 31 de dezembro de 2016 após o afastamento da prefeita na época, por decisão judicial.

Nesta quinta-feira (13) haverá  Missa na Igreja Matriz às 09h00 e logo após sepultamento no Cemitério local.

Continue lendo

Polícia

Mulher é presa em Ipaussu suspeita de participar de roubo em Chavantes

Policiais encontraram o veículo usado no roubo, além de vários objetos do estabelecimento e uma imitação de arma de fogo. Primo da suspeita, que mora com ela, está foragido.

Publicado em

Do G1

Itens roubados do estabelecimento foram encontrados pela PM de Ipaussu — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Uma mulher foi presa na madrugada desta quarta-feira (11) em Ipaussu (SP). Segundo a Polícia Militar, ela é suspeita de participar de um roubo a um estabelecimento comercial em Chavantes na última segunda-feira (10).

Durante um patrulhamento, os policiais encontraram um carro com placas de Santa Bárbara D’Oeste estacionado em frente a uma casa. Segundo a corporação, o mesmo veículo havia sido utilizado no crime dois dias antes.

No local, policiais abordaram uma mulher de 25 anos. Ela assumiu ser proprietária do veículo e disse aos policiais que morava sozinha. Durante uma revista, a PM identificou que mais alguém viva no local.

Ao ser questionada, acabou confessando que, na verdade, morava com o primo. Mas o rapaz não estava no local e ainda não foi localizado pela PM.

Na casa, foram encontrados uma imitação de pistola e vários produtos do roubo, como celulares, relógios, bebidas e produtos alimentícios. A mulher foi encaminhada para a delegacia da cidade, onde ficou à disposição da Justiça.

No local, também foram encontrados celulares e uma imitação de arma de fogo — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Banner Star Som
Publicidade

FaceNews

Mais lidas