Pedro Gabriel fez apelo na rede social da mãe para recuperar cartão — Foto: Reprodução

O pequeno Pedro Gabriel, de 8 anos, usou as redes sociais da mãe para fazer um apelo. Morador de Cândido Mota (SP), o menino nasceu com uma doença cardíaca grave e está na fila de espera para uma cirurgia há dois anos.

Entretanto, no fim de semana a mãe dele perdeu a carteira onde estava o cartão do sistema de saúde. Sem a identificação, ele perderia a vaga. Pedro teve a ajuda da mãe, a dona de casa Roberta Cristiane Rodrigues, para postar um vídeo dele pedindo ajuda para encontrar o documento. (Assista abaixo)

Roberta perdeu a carteira no sábado (10) e o vídeo foi postado no fim de semana. E o motivo da comoção se deu também porque o cartão é usado pelo menino para fazer o controle do tratamento, passar por consultas e liberar o uso de um cilindro de oxigênio em casa.

“Pegamos um ônibus para ir até outra cidade e, ao descer, percebi que tinha esquecido a carteira dentro. Tentamos correr atrás, mas não foi possível recuperar. O Pedro Gabriel, coitado, entrou em desespero na hora… Ele sabe da importância daquele cartão”, conta a mãe.

Foi então que decidiram gravar um vídeo e postar nas redes sociais pedindo ajuda. Roberta afirma que, além do cartão, todos os documentos pessoais dela estavam na carteira. “Mas só queria recuperar o cartão, o resto eu dava um jeito”, diz.

Menino de 8 anos recuperou cartão importante para tratamento cardíaco — Foto: Arquivo Pessoal

Ajuda inesperada

Para a surpresa de Roberta e Pedro Gabriel, uma pessoa apareceu na casa deles três dias depois dizendo que havia encontrado a carteira.

“Foi tanta emoção que eu nem lembro direito o nome dela… Só sei que dentro da carteira havia uma conta de energia e ela me encontrou pelo endereço que estava lá”, conta Roberta.

Logo em seguida, o garoto gravou outro vídeo agradecendo a todos que haviam compartilhado a publicação e dizendo que havia encontrado a carteira.

“Ele não queria voltar para o SUS, porque ele já está esperando há dois anos. Ele tem muito medo de morrer e seu tratamento dá duas opções: a cirurgia cardíaca ou uma prótese, feita por meio do catéter”, explica Roberta.

De acordo com a dona de casa, apenas a prótese custa em torno de R$ 15 mil, e a família não tem condições de pagar. “Ele tem muito medo da cirurgia, por isso a prótese seria o ideal. Mas, infelizmente, não temos dinheiro”, diz.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Câmera flagra carro 'furando' sinal vermelho em batida contra moto

Sistema de videomonitoramento da prefeitura registrou acidente.

Tamanduá-bandeira com sinais de atropelamento é resgatado pela Polícia Ambiental

Animal estava caído às margens da Rodovia General Euclides de Oliveira Figueiredo (SP-563), nas proximidades do Parque Estadual do Rio do Peixe, em Dracena (SP).

Duas pessoas ficam feridas após capotamento de veículo

O veículo parou dentro de uma área de pastagem.

A Polícia Científica também esteve no local para realizar a perícia.

O Corpo de Bombeiros de Cândido Mota atendeu no fim da manhã…