Fique conectado

Região

Lombadas eletrônicas vão operar nas praças de pedágio da Entrevias

Equipamentos instalados fiscalizarão limite de velocidade de 40 km/h apenas nas pistas de cobrança automática para a segurança dos usuários.

Publicado em

116

A Entrevias Concessionária de Rodovias, que integra o Programa de Concessão de Rodovias do governo do Estado de São Paulo, colocará em operação o sistema de lombadas eletrônicas nas pistas de cobrança automática, em ambos os sentidos, das oito praças de pedágio sob sua administração, entre Florínea e Igarapava. O limite máximo permitido para a via é de 40 km/h.

A medida atende exigência do contrato de concessão firmado com o Governo do Estado, sob fiscalização da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), e visa ampliar a segurança na passagem de veículos que utilizam esse sistema de pagamento. A data de início ainda será definida após homologação pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) dos equipamentos que serão utilizados. Na pista de cobrança automática, os motoristas não param para realizar o pagamento da tarifa, pois o desconto é feito pela utilização de TAG (dispositivo eletrônico que libera a passagem e é comercializado pelas operadoras Sem Parar, Conect Car, Veloe/Alelo, Move Mais e DBtrans).

Mesmo sem passar pelas cabines, os motoristas devem trafegar dentro do limite de velocidade indicado nas placas. A velocidade máxima permitida para essa passagem visa coibir excessos, e, assim, evitar colisões traseiras durante a passagem e até choques contra a própria cabine da praça de pedágio. Com o início da operação da lombada eletrônica, o usuário que passar pela via automática acima da velocidade permitida receberá multa de acordo com o estabelecido no Código de Trânsito Brasileiro.

A Entrevias, assim como as demais concessionárias de rodovias do Estado de São Paulo, não atua no policiamento, fiscalização e aplicação de multas. O contrato de concessão prevê que a Concessionária apenas instale e mantenha em condições de operação os sistemas de fiscalização de velocidade. A gestão das multas é de responsabilidade do DER.

Medidas de segurança

Para passar pela pista automática é necessário possuir o sistema eletrônico de cobrança instalado no veículo e o dispositivo deve estar funcionando corretamente. Por isso, é importante verificar com frequência se o TAG está fixado no local correto, no para-brisa do veículo, conforme determinação da empresa operadora. Ao se aproximar da praça, o motorista deve reduzir a velocidade aos poucos e entrar na pista de cobrança automática. Haverá a liberação luminosa do semáforo, seguida do levantamento da cancela.

Praças de Pedágio

A Entrevias administra oitos praças de pedágio da concessão do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista. Confira os locais: 

 Município

Localização

Rodovia

Ituverava km 405 SP-330
Sales Oliveira km 350,110 SP-330
Sertãozinho km 327,500 SP-322
Pitangueira km 361,400 SP-322
Pongaí km 234,555 SP-333
Marília km 315,150 SP-333
Echaporã km 354,727 SP-333
Florínea Km 447,458 SP-333

Região

Rodovia Raposo Tavares opera com sistema Pare e Siga em Palmital

Intervenção no trânsito segue até 24 de janeiro, no quilômetro 414 da SP-270. Na Rodovia Castello Branco também há pontos de interdições.

Publicado em

Do G1
Rodovia vai operar em sistema Pare e Siga — Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação

As obras de manutenção na Rodovia Raposo Tavares (SP-270), no perímetro urbano de Palmital (SP), alteram o tráfego no quilômetro 414 até quinta-feira (24), das 7h30 às 17h30.

Para a segurança dos trabalhadores e dos motoristas, a Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) adotará no local o sistema Pare e Siga. A circulação de veículos será liberada em um sentido por vez, alternadamente.

Os motoristas devem redobrar a atenção ao trânsito, respeitar a sinalização do local, reduzir a velocidade e manter a distância segura do veículo a frente. O procedimento será remarcado em caso de chuva ou tempo instável.

Rodovia Castello Branco

Já na rodovia Castello Branco no trecho entre Tatuí e Santa Cruz do Rio Pardo terá interdições a partir desta segunda-feira (21) até o dia 27 de janeiro.

O motorista vai encontrar vários pontos com obras entre os quilômetros 129 e 315. Nas rodovias da região, os serviços vão ser realizados entre 7h e 19h.

Neste período o motorista pode encontrar o estreitamento de faixas, interdições parciais ou sistema Pare e Siga.

Continue lendo

Polícia

Viatura da Polícia Militar pega fogo na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros

Incêndio no veículo oficial da corporação foi no trecho de Irapuru. Não houve registro de feridos.

Publicado em

Do G1
Viatura da PM pegou fogo em Irapuru — Foto: Jorge Zanoni/Cedida

Uma viatura da Polícia Militar pegou fogo na tarde desta segunda-feira (21), enquanto transitava pela Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294).

O incêndio no veículo oficial da corporação ocorreu no trecho de Irapuru e não houve feridos. O motivo do incêndio de ordem mecânica será apurado, segundo a PM.

O veículo fazia parte da área da 3ª Companhia sediada na cidade de Osvaldo Cruz, ainda de acordo com a corporação.

A ocorrência foi atendida pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar Rodoviária.

Viatura da PM pegou fogo em Irapuru — Foto: Jorge Zanoni/Cedida

Viatura da PM pegou fogo em Irapuru — Foto: Jorge Zanoni/Cedida

Viatura da PM pegou fogo em Irapuru — Foto: Jorge Zanoni/Cedida

Continue lendo

Região

Tentando procurar irmão, assisense encontra paraguaçuense desaparecido

O paraguaçuense, Luis Carlos Nunes, saiu de casa em setembro de 2015 e não quis mais retornar.

Publicado em

Do i7 Notícias
Luis Carlos Nunes foi encontrado em uma rodovia próxima à cidade de Brotas (SP)

Uma moradora de Assis (SP), na tentativa de localizar o seu irmão que está desaparecido desde 2017, encontrou um paraguaçuense que saiu de casa em 2015 e hoje se encontra andando sem rumo pelas estradas do Brasil.

Tudo começou quando Regina Fátima Lima Rodrigues encontrou Valmir Melnek Kaiser, que se ofereceu a ajudar a encontrar o seu irmão, Antonio Carlos Rodrigues. Recentemente, Kaiser entrou em contato com Regina informando que havia encontrado um homem, em uma rodovia próxima à cidade de Brotas (SP), que era morador da região de Assis.

Com as informações e fotos, Regina viu que não se tratava do seu irmão. Ela entrou em contato com a nossa reportagem para poder divulgar as informações do homem encontrado, visto que os seus familiares estão há tempo sem informações dele.

Trata-se de Luis Carlos Nunes, natural de Paraguaçu Paulista, nascido em 18 de janeiro de 1965, filho de Aparecido Nunes e Dolandina Mariana Nunes, desaparecido desde 19 de setembro de 2015.  Todas essas informações foram encontradas por Kaiser no cadastro de desaparecidos disponível no site da Secretaria de Segurança Pública.

Cadastro de desaparecido disponível no site da Secretaria de Segurança Pública

 

Quem for da família de Luis Carlos e quiser informações de como encontrá-lo, entre em contato com Regina, (18) 99797-7359, ou Valmir, (14) 99139-1608, que eles irão passar as informações necessárias.

E quem souber de informações do paradeiro de Antonio Carlos Rodrigues, favor entrar em contato com Regina, pelo número (18) 99797-7359.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Maiara e Maraisa
Aflumar Cursos
Publicidade

FaceNews

Mais lidas