Fique conectado

Região

Tia recebe pedido de ‘empréstimo’ da ‘sobrinha’ pelo WhatsApp, deposita R$ 850, mas descobre que caiu em golpe

Vítimas dizem acreditar que falso pedido para depósito em dinheiro tenha sido feito por um estelionatário, que fez clonagem do aplicativo de conversas pela internet.

Publicado em

242

Criminosos clonam WhatsApp de uma pessoa e passam a pedir dinheiro, pelo aplicativo, aos contatos gravados na agenda de celular dela — Foto: AFP

Um homem, de 42 anos, e sua mulher, caíram num golpe aplicado via WhatsApp na tarde desta segunda-feira (7), em Presidente Prudente.

No boletim de ocorrência registrado pelo homem consta que a esposa dele recebeu uma mensagem da sobrinha pelo aplicativo solicitando um depósito de R$ 850 a ser feito em uma conta corrente.

Ele disse que a sobrinha estava solicitando o depósito porque, de acordo com a mensagem, ela não estaria conseguindo realizar a operação bancária. E que posteriormente, efetuaria o pagamento para os tios.

Após receber as informações do depósito, a tia entrou em contato novamente com a sobrinha informando que a operação havia sido concretizada, mas recebeu a resposta que nenhuma solicitação de depósito de dinheiro havia sido feita por ela.

As duas, então, descobriram que o número da sobrinha havia sido clonado, e o pedido de dinheiro teria sido feito por um estelionatário.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

Outros casos

Em setembro e outubro do ano passado, o G1 noticiou uma série de golpes aplicados através da clonagem de WhatsApp em Presidente Prudente e região.

Em um dos casos, uma mulher perdeu R$ 2 mil.

Dias antes, um médico e um admistrador de empresas tiveram prejuízos de R$ 6 mil.

A Polícia Civil estima que o número de casos deve ser maior, porque há quem não faça o registro das ocorrências.

Além dos golpes efetivados, há boletins de ocorrência confeccionados também para denunciar diversas tentativas de estelionato.

Como funciona

Os golpes são aplicados da seguinte maneira (segundo os boletins de ocorrência registrados na Polícia Civil de Presidente Prudente):

  1. A pessoa tem o WhatsApp clonado.
  2. Em nome dessa vítima que teve o aplicativo clonado, os estelionatários passam a pedir dinheiro para diversos contatos gravados na agenda do telefone.
  3. Geralmente, os criminosos, se passando por essa pessoa que teve o WhatsApp clonado, dizem que precisam fazer uma transferência bancária (ou um depósito em dinheiro) com urgência para uma terceira pessoa. Eles indicam nome, a agência, o banco e o número de uma conta para que o dinheiro seja enviado. E dizem, que posteriormente, vão fazer o reembolso o mais breve possível.
  4. Como a foto e o nome da pessoa que teve o celular clonado permanecem os mesmos, as vítimas acabam confiando no pedido, e muitas delas, atendem aos pedidos e fazem o depósito (ou a transferência). Geralmente, quem deposita é uma pessoa de extrema confiança daquela que teve o WhatsApp clonado. Quanto maior o grau de parentesco e intimidade, maiores são as chances de se cair no golpe.
  5. Assim que o depósito ou transferência bancária são realizados, os criminosos vão rapidamente a um caixa eletrônico e efetuam o saque da quantia, evitando que, por exemplo, uma transferência bancária online seja cancelada.
  6. Normalmente, essas contas bancárias usadas para receber o dinheiro são abertas irregularmente. Assim, não é possível saber, portanto, o verdadeiro “dono” da conta, dificultando o trabalho de investigação da polícia.
  7. O “esquema” dos bandidos é cada vez mais facilitado a partir do momento que as pessoas indicam em suas agendas telefônicas, os nomes e os graus de parentesco dos contatos. Por isso, a polícia orienta a não gravar nomes nas agendas que possam “dar dicas” aos bandidos, como “mãe”, “pai”, “amor”, “tio (a), irmão (ã)”, “cunha”, “cunhado (a)” Etc.

Polícia

Jovem morre após ser baleado pela Polícia Militar durante perseguição em Marília

Policiais receberam uma denúncia de que um homem estaria armado em um bar; dois homens fugiram quando a equipe chegou; na fuga o suspeito bateu o carro e fugiu a pé; polícia informou que jovem apontou arma contra PM, que atirou.

Publicado em

Do G1
Marcos Fernandes de Araújo, de 18 anos, não resistiu e morreu ainda no local (Foto: Divulgação)

Um Jovem, de 18 anos, morreu após ser baleado pela Polícia Militar durante perseguição na noite deste domingo (17), na zona sul de Marília (SP). De acordo com o boletim de ocorrência, o suspeito teria apontado uma arma contra a equipe, que atirou contra ele.

A polícia informou que recebeu uma denúncia de que uma pessoa estaria armada em um bar. Após a chegada dos polícias no local, dois homens tentaram fugir em um carro, mas o motorista perdeu o controle do veículo e acabou batendo em uma lixeira.

O passageiro ficou no carro e foi detido pela polícia, mas o jovem tentou fugir por um matagal.

O suspeito pulou o muro de uma residência e começou a caminhar por cima dos telhados na Rua Nassimen Mussi. Durante a fuga, ele entrou no quintal de uma casa e encontrou com os policiais.

Segundo a Polícia Militar, após o encontro, o suspeito teria apontado a arma para a equipe, que desferiu dois disparos contra o jovem. Ele foi atingido no peito e morreu no local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas quando a equipe chegou, o jovem já estava morto.

Diversas viaturas da Força Tática da Polícia Militar participaram da ação (Foto: Divulgação)

Continue lendo

Polícia

Ajudante de pedreiro que matou mulher com golpe de canivete vai responder por feminicídio

Homem tentou se matar após o crime; ele foi socorrido e já teve alta; a vítima Cristiane Hidalgo Pinheiro, de 41 anos, foi esfaqueada no pescoço durante uma briga com o companheiro, de 40 anos, na zona rural de Palmital (SP).

Publicado em

Do G1

Cristiane Hidalgo Pinheiro, de 41 anos, foi morta com uma canivetada (Foto: Reprodução/Jornal da Comarca)

O ajudante de pedreiro suspeito de matar a companheira de 41 anos com um golpe de canivete em Palmital (SP) vai responder por homicídio qualificado com agravante de feminicídio. O crime aconteceu depois de um desentendimento na casa de amigos na zona rural na noite de sábado (16),

Cristiane Hidalgo Pinheiro foi atingida no pescoço e morreu no local. Jeferson Luiz da Costa, de 40 anos, ainda tentou se matar após o crime cortando o próprio pescoço, mas foi surpreendido pelos policiais e tentou fugir. Ele foi perseguido e acabou preso.

Com os cortes no pescoço, o suspeito foi levado para o pronto-socorro. Ele recebeu atendimento médico e em seguida foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil. Jeferson foi preso em flagrante ele vai responder por homicídio qualificado com agravante de feminicídio.

Jeferson foi preso após tentar se matar — Foto: Reprodução/TV TEM

O corpo de Cristiane foi enterrado neste domingo (17). A dona de casa deixou quatro filhos.

Crime aconteceu na casa de amigos do casal após discussão — Foto: Reprodução/TV TEM

Continue lendo

Obras

Nova pista de skate é construída em Tarumã

Obra tem o custo de mais de 170 mil reais e é totalmente viabilizada com recursos próprios do município.

Publicado em

Do AssisNews
Nova pista de skate é construída em Tarumã (Foto: Divulgação/PMT)

A Secretaria de Educação, Cultura e Esportes da Prefeitura de Tarumã, por meio do Esporte 100%, está construindo uma pista de skate, na modalidade street, na praça de esportes do Parque Vicente Benelli.

A obra, que tem o custo de mais de 170 mil reais e é totalmente viabilizada com recursos próprios do município, está sendo feita em parceria com a comunidade. Skatistas do município reuniram-se com a equipe do Esporte 100% e com os arquitetos da prefeitura para, juntos, planejarem a melhor forma da pista.

A obra total de construção do half de skate tem a dimensão de 560 metros quadrados, contando com nove equipamentos para manobras diferentes. E também, muito além da prática esportiva, o complexo esportivo da pista de skate contempla também um palco, onde poderão se apresentar bandas e outras intervenções artísticas.

De acordo com o prefeito de Tarumã, Oscar Gozzi, essa iniciativa é para unir esporte, lazer e cultura, oferecendo uma diversidade para os adolescentes e jovens da cidade. “Ao mesmo tempo em que está acontecendo um campeonato de skate poderemos ter um show, proporcionando voz à juventude”, explicou o prefeito.

O projeto da pista de skate foi pensado sob novos e modernos aspectos da arquitetura contemporânea, de acordo com Henrique Amâncio da Silva Moura, arquiteto e urbanista da Prefeitura de Tarumã. A equipe técnica se reuniu com skatistas da cidade e atenderam aos pedidos deles, modernizando uma pista ja existente e melhorando os equipamentos conforme a necessidade deles.

Nova pista de skate é construída em Tarumã (Foto: Divulgação/PMT)

Sobre as obras no Parque Vicente Benelli

A Prefeitura de Tarumã, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente, Obras e Serviços Urbanos está revitalizando o Parque Vicente Benelli, em um grande projeto de reurbanização, melhorias e manutenção. O trabalho é feito para que a população do município aproprie-se do espaço público e viva a cidade.

Nova pista de skate é construída em Tarumã (Foto: Divulgação/PMT)

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas