Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota

‘Cidadania em Ação’ foi executado na última quinta e sexta-feira, 7 e 8 respectivamente.

O projeto ‘Cidadania em Ação’, da prefeitura de Cândido Mota, foi executado na última quinta e sexta-feira, dias 7 e 8, no terreno às margens da linha férrea, ao longo da área urbana. Aproximadamente 100 pessoas trabalharam na ação, com apoio de operadores de maquinários da prefeitura. Foram realizadas limpeza, roçagem, capinagem, recolhimento de entulhos, materiais recicláveis, e muitos outros materiais. Em outro ponto, a Casa Di Conti e Coopermota realizou a roçagem na área próxima ao portal de entrada da cidade.

Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota (Foto: Divulgação/PMC)

O objetivo do trabalho, que tem parceria com a Recicam e a ong Pró Azul, é o controle e combate do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e do zika vírus. “Muitas pessoas descartam lixo nesta área e sempre realizamos limpeza aqui, mas infelizmente, depois de executarmos o trabalho, vemos moradores depositando lixo novamente. Além do aspecto ruim tem também o problema de encontrarmos bichos peçonhentos”, explicou o secretário de Meio Ambiente Paulo Moreira Junior.

Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota (Foto: Divulgação/PMC)

A ação foi elogiada por moradores, que fizeram questão de acompanhar o serviço, colocando a mão na massa e endossando as palavras do secretário. Rose Lopes, residente na região, disse que usa ‘o caminho todos os dias e fica indignada com pessoas que usam este espaço para descarte de lixo. “É um absurdo! A coleta de lixo é diária, não tem necessidade de vir jogar lixo aqui.

Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota (Foto: Divulgação/PMC)

Temos que colaborar também é não só ficar cobrando”, disse.
A moradora Maria Neris contou que em frente à sua casa cuida, ‘planta flores e faz a varrição’. “Lugar de lixo é no lixo, e jogar lixo doméstico é uma vergonha. Temos que fazer a nossa parte. Na hora que olhei e vi este batalhão de pessoas e máquinas fazendo a limpeza, confesso que fiquei muito feliz.

Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota (Foto: Divulgação/PMC)

Tomara que todos cuidem. Parabéns pela iniciativa”, ressaltou a cidadã.

A secretária de Saúde Amanda Mailio Santana destacou a união em torno da ação, ‘cujo maior beneficiário é a população’. “Nesta limpeza encontramos o que não deveríamos ter encontrado, inclusive cobra. Contamos com a colaboração da população para que mantenham e cobrem das pessoas que forem descartar lixo nesta área. Aliás, não só aqui, mas em toda a cidade.

Estamos em estado de alerta contra a dengue e precisamos do apoio de todos. Se virem alguém jogando lixo, liguem na Secretaria de Meio Ambiente 3341-5237 ou na Vigilância em Saúde no numero 3341-1373, e denunciem”.

Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota (Foto: Divulgação/PMC)

E prosseguiu: “Aproveito a oportunidade para lembrar que de acordo com a Lei n°2773, de 23 de agosto de 2018, agente de vetores e saneamento podem notificar e autuar, já que a lei dispõe sobre ação fiscalizatória do município quanto à prevenção e o combate da dengue, chikungunya, zika e outras doenças transmissíveis pelos mosquitos vetores e ou outras pragas e animais nocivos à saúde humana”.

O prefeito Roberto Bueno, por sua vez, disse da luta do município contra o mosquito transmissor da dengue: “Estamos em uma guerra contra esse mosquito, que tantos problemas causa. O projeto ‘Cidadania em Ação’ tem como meta eliminar focos do mosquito e orientar a população de como evitar criadouros do inseto. Os mutirões são importantes, porque estamos em um período critico com milhares de casos de dengue em varias cidades do estado.

Projeto envolve poder público, empresas e moradores para recuperar margens da ferrovia em Cândido Mota (Foto: Divulgação/PMC)

No nosso município não tivemos nenhum caso até o momento e a luta é para que continuemos assim. Quero aproveitar este momento para agradecer a cada morador, funcionário municipal, Recicam, Pró Azul, Coopermota e Casa Di Conti, pela realização da ação. Nada é tão forte quanto o coração de um voluntário”, disse.

#MAIS LIDAS DA SEMANA