Fique conectado

Região

Cândido-motense lança ‘e-book’ e realiza sonho de ‘ser escritor’

Há cerca de quatro meses, Eduardo Bortolucci lançou na plataforma WattPad, de obras virtuais, ‘As Aventuras de Flippo’.

Publicado em

74

Cândido-motense lança ‘e-book’ e realiza sonho de ‘ser escritor’ (Foto: O Diário do Vale)

O mundo virtual também está chegando ao mercado editorial. Se alguns anos atrás publicar um livro era um ‘bicho de sete cabeças’, hoje está mais acessível. E um cândido-motense está sentindo isso. O profissional de artes Eduardo Bortolucci, formado pelas Faculdades Integradas de Ourinhos, a Fio, aderiu ao ‘e-book’, ou livro virtual.

Há cerca de quatro meses ele lançou na plataforma WattPad, de obras virtuais, ‘As Aventuras de Flippo’, um título infanto-juvenil de fantasia e aventura, composto de 24 capítulos, inspirado na história de um dos sobrinhos, o garotinho Felipe, de apenas 6 anos de idade e que começou a ser escrito há três anos.

Sobrinhos de Edu, fontes de inspiração do escritor para a obra lançada no e-book (Foto: O Diário do Vale)

“O livro retrata um mundo de anões e a perda da mãe em um desmoronamento obriga o personagem ir à luta para resgatar a sua história. É uma busca pelo autoconhecimento”, explicou Edu Bortolucci, como o autor é chamado pelo amigos e familiares. Ele destacou a importância social da plataforma WattPad, além de que ela funciona como uma espécie de feedbatok para as editoras. Conforme é a aceitação da obra junto ao público, com o número de visitas e curtidas, é também o respaldo que o autor recebe em contrapartida das editoras de livros. “Com isso, muitos livros lançados no mercado saíram da plataforma”, pondera o escritor.

No seu caso, Bortolucci conta que sua obra vem tendo um bom respaldo do público. Ele diz que já participou de três concursos promovidos pela WattPad. “Em dois concursos obtive a primeira colocação, e em outro, a terceira. As grandes editoras acabam tendo essa plataforma como balizamento para lançar obras e escritores. Agora, espero que a minha obra ganhe a simpatia do público e viralize. As Aventuras de Flippo já está com 600 visualizações. Espero alcançar um número maior em breve”, prevê.

Eduardo com os pais Claudio e Isete e a avó ‘Nica’ Doná Bortolucci (Foto: O Diário do Vale)

Cadastro no app

Para ter acesso ao livro de Eduardo Bortolucci o público deve baixar o aplicativo WattPad e fazer o cadastro. O perfil do escritor é @EduBcci. E o link do livro é http://my.w.tt/oDOA5XRd3V.

O leitor faz o cadastro para o primeiro acesso e estará no livro. “Estou realizando um sonho antigo. Apesar de trabalhar em outra área, quero ainda me aprofundar no mercado editorial. É um sonho de infância”, disse Bortolucci, que trabalha na agência do INSS em Cândido Mota. “Essa é minha oportunidade, a que venho buscando há anos. Venho fazendo cursos e me aperfeiçoando e especializando para escrever”.

Desde criança Eduardo Bortolucci desenvolve a arte da escrita. Nos primeiros anos de estudo, ele sempre se direcionou para a leitura e a escrita. Ele lembra dos tempos que estudou na escola ‘Clotilde de Castro Barreira’, o ‘Grupão’; na escola ‘Rachid Jabur’ e no Colégio Santa Clara COC. “Sempre busquei me informar sobre essa área e meus professores sempre me apoiaram. Também sempre tive o senso crítico. É uma paixão mesmo, o que me faz ter prazer pelo trabalho, me faz sentir bem”, admite o escritor.

Festival de música

Com a cantora Carina Simeão, com quem venceu festiva em Santa Cruz do Rio Pardo (Foto: O Diário do Vale)

Ainda na infância, o lado criativo já aflorava através dos desenhos com vários personagens que criava e colocava nas paredes do quarto. Em 2015 ele compôs uma música para a amiga de faculdade, Carina Simeão, participar de festival de música em Santa Cruz do Rio Pardo. Ela participou e venceu. “Esse foi meu primeiro contato com o mundo da arte. Agora tenho o livro, que também vem ganhando espaço”, frisou Edu.

Como todo escritor, ele também não esconde que teve uma fonte de inspiração para escrever seu livro. E declara a paixão pela coleção Harry Potter, da escritora J. K. Rowling. “Esse foi o primeiro livro do mundo fantástico que tive contato. É incrível a estória que ela criou”, disse Bortolucci, filho dos cândido-motenses Cláudio Doná Bortolucci e Isete, irmão de Fernanda e tio de João, Felipe e Giovana.

Polícia

Homem que caiu em cachoeira é identificado como motorista que abandonou carro com 400 tijolos de maconha

Resgate durou quatro horas; ele confessou que fugia da polícia quando caiu de uma altura de 70 metros; no carro abandonado em Marília (SP) havia quase 340 quilos da droga.

Publicado em

Do G1
Homem caiu em lugar de difícil acesso em Marília — Foto: Reprodução/TV TEM

Após quatro horas, o Corpo de Bombeiros conseguiu resgatar na noite de segunda-feira (18) o homem que caiu de uma cachoeira em Marília (SP), próximo ao distrito de Avencas. De acordo com a polícia, ele teria confessado que caiu no local quando estava fugindo da polícia.

O homem é suspeito de ter abandonado um carro com mais de 400 tijolos de maconha na rodovia Rachid Rayes no domingo (17). Ele não parou durante fiscalização, abandonou o carro e fugiu a pé. No carro havia quase 340 quilos da droga.

As equipes usaram cordas e rapel para chegar até a vítima que estava a 70 metros de altura em uma área de difícil acesso.

Segundo os bombeiros, o homem foi resgatado com traumatismo craniano, fraturas no punho e nas costelas e escoriações no rosto, mas estava consciente.

Ainda segundo os bombeiros, vítima estava com um celular e conseguiu avisar uma amiga no Mato Grosso sobre o acidente, que acionou a equipe.

O homem foi encaminhado ao Hospital das Clínicas de Marília. Ele disse que saiu de Mundo Novo (MS) e seguia para Ribeirão Preto quando foi abordado.

Polícia Rodoviária apreende tabletes de maconha em Marília — Foto: Divulgação/PM Rodoviária

Continue lendo

Polícia

Bombeiros se mobilizam para resgatar homem que caiu em cachoeira de Marília

Segundo a corporação, vítima está em uma área de difícil acesso com 70 metros de altura, na região do Distrito de Avencas. Homem acionou socorro através de um celular.

Publicado em

Do G1
Bombeiros se mobilizam para resgatar homem que caiu em cachoeira de Marília — Foto: TV TEM/Reprodução

O Corpo de Bombeiros de Marília (SP) está mobilizado desde a tarde desta segunda-feira (18) para socorrer um homem que caiu em uma área de cachoeira, na zona rural no Distrito de Avencas. Até às 20h45 a vítima ainda não havia sido resgatada.

O local é de difícil acesso e o homem está em um local que tem cerca de 70 metros de altura. Por isso, as equipes usam cordas e técnicas de rapel para chegar até a vítima.

Segundo as primeiras informações dos bombeiros, o homem estaria ferido, com fraturas nas costelas e nas pernas, além de escoriações pelo corpo.

Ainda segundo os bombeiros, vítima estava com um celular e conseguiu avisar uma amiga no Mato Grosso sobre o acidente, que acionou uma equipe.

Continue lendo

Polí­tica

Vice-prefeito renuncia em Palmital; prefeito diz ‘respeitar decisão’

Com a decisão, o cargo de vice prefeito de Palmital está vago.

Publicado em

De O Diário do Vale
Júlio Toshio Yamamoto, agora ex-vice prefeito de Palmital (Foto: Reprodução/Jornal da Comarca)

O vice-prefeito de Palmital (SP) Júlio Toshio Yamamoto, protocolou nessa segunda feira um documento no qual renuncia ao seu cargo já a partir desta segunda-feira (18). Yamamoto foi eleito em 2016 e assumiu o cargo em 2017, ao lado do atual prefeito José Roberto Ronqui.

No documento apresentado, o vice-prefeito afirma que sua decisão de renúncia ‘tem efeitos imediatos, é ‘irretratável e irrevogável’. Com a decisão, o cargo de vice prefeito de Palmital está vago. No caso de ausência do prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores assume o cargo.

“Deixo o cargo público a mim conferido pela população deste município, por motivo pessoal, de foro íntimo e em respeito a todos os votos que me foram confiados pela população palmitalense, a quem agradeço de coração o carinho, o respeito e a confiança que me foram depositados nas urnas’, disse o vice prefeito na carta renúncia.

O documento de renúncia foi protocolado na prefeitura de Palmital ao prefeito José Roberto Ronqui; na Câmara de Vereadores ao presidente Francisco de Souza Caninha e também ao juiz eleitoral da 83ª Zona Eleitoral de Palmital, Luís Fernando Vian.

‘Respeito a decisão’

Por sua vez, o prefeito José Roberto Ronqui disse ao “O Diário do Vale” que respeita a decisão do vice-prefeito. Segundo disse, ‘trata-se de uma decisão pessoal’. “A gestão, independente da decisão do vice-prefeito, continua trabalhando normalmente em favor do município e da população”, completou Ronqui.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas