Fique conectado

Região

Raízen oferece curso gratuito de Manutenção Industrial em Maracaí

Inscrições deverão ser realizadas na própria sede da Prefeitura do município até 13 de março.

Publicado em

146

Raízen oferece curso gratuito de Manutenção Industrial em Maracaí (Foto: Divulgação)

A Raízen, maior produtora de açúcar e etanol do Brasil, em parceria com o SENAI, irá promover um curso profissionalizante gratuito de Manutenção Industrial em Maracaí, entre os dias 18 de março e 19 de abril de 2019.

Serão 20 vagas para maiores de 18 anos e com ensino fundamental completo. Para participar do processo seletivo, os interessados (as) deverão comparecer à sede da Prefeitura de Maracaí (Av. José Bonifácio, 517, Centro, Maracaí/SP), entre os dias 11 e 13 de março – das 8h às 11h e das 13h às 16h -, portando documento de identidade, CPF, histórico escolar e comprovante de residência.

O curso irá desenvolver habilidades em serviços de manutenção planejada e não planejada em máquinas e equipamentos industriais, atendendo às normas e aos padrões técnicos de qualidade, saúde, segurança e meio ambiente. Após a realização do curso, os alunos e alunas receberão um certificado de conclusão emitido pelo SENAI.

Para Marina Machado, Operadora de Máquinas da Raízen, os cursos profissionalizantes ajudam no desenvolvimento de competências. “Quanto maior a participação em cursos, melhor preparadas as pessoas estarão para exercer suas atividades”, afirma. De acordo com Claudinei Matias, que também opera máquinas na companhia, a capacitação profissional pode ser um impulsionador de carreira, do nível operacional ao técnico. “Essas oportunidades desenvolvem talentos individuais que serão aplicados no dia a dia, reforçando a importância de cada um na geração de resultados e excelência”, explica.

Polícia

Briga de casal acaba com homem morto a facada, em Rancharia

Mulher golpeou o indivíduo e, à polícia, alegou defesa, pois a seu favor havia uma medida protetiva. Ela foi ouvida e liberada.

Publicado em

Do G1

Um homem, de 44 anos, foi morto a facada pela namorada, em Rancharia, na noite deste domingo (24). Conforme a Polícia Civil, a mulher foi ouvida e liberada, pois tinha a seu favor uma medida protetiva e alegou defesa.

De acordo com a polícia, o casal teve uma briga na tarde de domingo (24), por volta das 14h, e a mulher teria esfaqueado o namorado.

O homem chegou a ser socorrido por familiares e levado ao Hospital e Maternidade de Rancharia, onde foi submetido a uma cirurgia, mas não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada desta segunda-feira (25).

Já a mulher, de 29 anos, contou à polícia que teve um relacionamento de sete meses com a vítima, possuía uma medida protetiva e alegou defesa.

Segundo a Polícia Civil, ambos são usuários de droga e deixaram a medida protetiva de lado para consumir crack e dormir juntos neste domingo (24).

Ainda conforme a polícia, a mulher disse que foi agredida pelo namorado e acertou-lhe uma facada nas costas.

Ela relatou que ambos haviam se deitado para dormir juntos, após o consumo de crack. Antes disso, a mulher já tinha sido agredida pelo namorado no local. Quando a mulher se levantou para sair da casa onde estavam e, assim, evitar mais problemas, o namorado acordou e voltou a agredi-la, o que a fez se armar com uma faca e a acertar-lhe um golpe.

No entanto, a Polícia Civil só tomou conhecimento da facada na manhã desta segunda-feira (25). Inicialmente, o homem, ao ser socorrido pelos familiares e hospitalizado, alegou que havia se ferido ao cair de um muro.

Na manhã desta segunda-feira (25), familiares da vítima procuraram a namorada e ela admitiu que, após ter sido agredida, desferiu uma facada no homem.

Segundo a Polícia Civil, como não houve situação de flagrante, a mulher foi ouvida e liberada.

Na conclusão do inquérito instaurado para apurar o caso, a Polícia Civil vai avaliar a conveniência de representar judicialmente pela prisão preventiva da envolvida.

Continue lendo

Polícia

Mulher é encontrada morta dentro de quarto de hotel no Centro de Marília

Vítima foi localizada por funcionários com vários ferimentos pelo corpo; Samu foi chamado e constatou a morte no local.

Publicado em

Do G1
Polícia Científica esteve no local para fazer a perícia; Polícia Civil não descarta feminicídio (Foto: Guilherme Lopes/TV TEM)

Uma mulher foi encontrada morta com ferimentos pelo corpo dentro de um quarto de hotel no Centro de Marília (SP), na manhã desta segunda-feira (25).

Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima foi encontrada por funcionários do hotel, que chamaram o resgate. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte no local. A Polícia Militar também foi chamada para registrar a ocorrência.

A vítima, que não foi identificada, aparenta ter aproximadamente 40 anos de idade, segundo a polícia. As polícias Científica e Civil foram ao hotel para fazer a perícia e investigar a causa da morte e identificar um possível agressor, e não descarta, a hipótese de feminicídio.

Continue lendo

Brasil

Médico mariliense é encontrado morto em Aracaju

Publicado em

Do Marília Notícia

Médico Marcelo Bocardi foi encontrado morto no carro (Foto: Arquivo Pessoal)

O médico mariliense Marcelo Brandão Bocardi, de 35 anos, foi encontrado morto dentro do próprio carro na manhã deste domingo (24) em Aracaju, a capital do Sergipe. A suspeita é que ele tenha cometido suicídio.

Conforme a Central de Regulação de Urgência (CRU), uma equipe de resgate foi acionada por volta das 10h para atendimento de uma vítima que estava dentro de um carro, em um condomínio localizado no bairro Aruana.

No local, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou que se tratava de um colega de trabalho. Bocardi atuava no Samu desde 2013.

A vítima identificada já estava sem os sinais vitais. Há suspeita de que ele tenha cometido suicídio por asfixia, no entanto, a motivação ainda é desconhecida.

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Suicídio

Bocardi teria colocado duas mangueiras nos escapamentos de seu carro e as pontas estavam dentro do veículo. Os vidros foram fechados e vedados com um travesseiro, projetando toda a fumaça para o interior do carro.

Devido a grande quantidade de gás carbônico inalado, o médico não resistiu e morreu dentro do carro.

Grupo de ajuda

Marília conta com o Grupo de Prevenção ao Suicídio de Marília, que oferece palestras, rodas de conversas e atendimento psicológico social.

O projeto de Acolhimento aos Sobreviventes Enlutados por Suicídio trabalha em grupo com os familiares e amigos que perderam pessoas queridas por suicídio, que funciona toda terceira quinta-feira do mês na Faculdade Sul Americana, localizada na rua 4 de abril, 51.

Para outras informações dos projetos, basta entrar em contato pelo (14) 9-9789-0927.

Viver vale a pena

Vale lembrar que o  Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e Skype 24 horas todos os dias.

O contato pode ser feito pelo telefone 188 ou pelos outros canais disponíveis no site, que pode ser acessado .

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas