Fique conectado

Região

De pane mecânica a socorro médico, saiba quando acionar a Concessionária

Entrevias realiza atendimentos de diferentes tipos: emergência, guinchos e orientação de tráfego com viaturas que se deslocam das unidades do Serviço de Atendimento aos Usuários.

Publicado em

214

A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e atendimento a usuários em 570 quilômetros de rodovias que interligam diferentes destinos no Centro-Oeste Paulista, nas regiões de Ribeirão Preto e Marília. Por mês, realiza média de 4.500 atendimentos dos mais variados tipos.

Nos trechos sob a sua concessão, oferece atendimento especializado aos usuários durante 24 horas e para diferentes ocorrências. Por também administrar trechos mais urbanizados, como os anéis viários, muitos motoristas têm dúvidas de quando e em que tipos de situação recorrer à Concessionária. Muitas vezes, buscam outros tipos de socorro por desconhecerem que a Entrevias tem unidades do SAU (Serviço de Atendimento aos Usuários) em trechos estratégicos e consegue fazer deslocamentos ágeis. No caso de acidentes, por exemplo, o resgate demora no máximo dez minutos.

Todas as chamadas realizadas para a Entrevias são direcionadas para a equipe do Centro de Controle Operacional, que monitora a rodovia em tempo real, 24 horas por dia, atendendo os usuários pelo telefone 0800 3000 333. Em breve, o acionamento também poderá ser realizado por meio de um aplicativo próprio, que poderá ser acessado via wi-fi. O sistema já está sendo implantado ao longo de todo o trecho administrado pela concessionária.

Diariamente, a Entrevias mantém em operação equipes que percorrem as rodovias para prestar serviços como inspeção de tráfego, socorro mecânico emergencial, guincho, captura de animais na pista (para evitar o atropelamento e acidentes) e socorro médico às emergências, o que inclui equipamentos para a retirada de vítimas das ferragens. “Apenas em atividades de natureza policial que direcionamos a solicitação para os órgãos competentes, já que não atuamos com fiscalização, aplicação de multas e repressão a crimes. Mas mesmo em casos em que a atuação não cabe à Concessionária, nós fazemos esse encaminhamento e orientamos o motorista. Trabalhamos para o rigoroso cumprimento do contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo e fiscalizado pela Artesp”, explica o gerente de operações da Entrevias, Jorge Baracho.

A Entrevias mantém uma estrutura com 46 viaturas para atender ocorrências diversas de tráfego, guinchos, ambulâncias, captura de animais e caminhão-pipa. Ao longo do trecho que administra conta com 17 postos do SAU, locais de onde as equipes se deslocam para os atendimentos em sete rodovias (SP-330; SP-322, SP-328; SP-351; SP-333; SP-294 SP-266).  São 9 bases do serviço de atendimento aos usuários na região de Ribeirão Preto e oito na região de Marília até Florínea.

A Entrevias orienta o condutor a manter anotado os números de telefone de serviços de atendimento e emergência. Caso ocorram imprevistos durante a viagem, deve seguir as recomendações de segurança, sinalizando a parada ou pane, e se houver a necessidade de estacionar, escolher um lugar seguro e comunicar imediatamente a concessionária.

Saiba mais

Socorro mecânico

São veículos identificados, preparados para transportar um carro em pane até um local seguro, como um posto de combustível. São acionados pelo usuário por meio do 0800 da concessionária ou em um dos call boxes da estrada.

De pane mecânica a socorro médico, saiba quando acionar a Concessionária (Foto: divulgação)

Socorro médico

Realizado por unidades de resgate da própria rodovia, os primeiros socorros são feitos por socorristas treinados para situações de emergência, que também fazem o transporte e remoção do usuário até o hospital. As Unidades de Suporte Avançado (USAs) contam com médico, enfermeiro e socorrista.

Call boxes

São cabines telefônicas disponíveis ao longo da rodovia para o usuário acionar os serviços do 0800.

Inspeção de tráfego

Veículos da concessionária fazem rondas constantes na rodovia com o objetivo de melhorar o tráfego e garantir a segurança da via. Esse serviço toma providências em casos como animais na pista, veículos quebrados, buracos, objetos na via e pontos de congestionamento.

Painel de mensagem variável (PMV)

Oferece informações atualizadas ao usuário sobre as condições de tráfego, informando sobre trechos com acidentes, pontos de atenção e alerta, além de mensagens educativas e institucionais.

Entrevias Concessionária de Rodovias

A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais. O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo e fiscalizado pela Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuem para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários. Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br. Em caso de emergência nas rodovias ligue para 0800-3000-333.

Polícia

Motorista morre após bater em traseira de caminhão de Tarumã

Acidente aconteceu em Lins. Homem de 54 anos dirigia uma Fiat Strada e não resistiu aos ferimentos.

Publicado em

Do JCNet
Motorista morre após bater em traseira de caminhão (Foto: Nova Tv/Reprodução)
Motorista morre após bater em traseira de caminhão (Foto: Nova Tv/Reprodução)

Um homem de 54 anos, que estava em uma Fiat Strada, morreu após bater o veículo na traseira de um caminhão na Marechal Rondon (SP-300), em Lins (102 quilômetros de Bauru), na noite deste sábado (25). A caminhonete capotou após a colisão 800 metros a frente do quilômetro 446 e ficou destruída.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária de Lins, D.A.C. (somente as iniciais foram divulgadas pelo policiamento), conduzia a Fiat Strada, placas de Oriente, quando, às 22h35, colidiu na traseira de um caminhão VW/3132, de Tarumã. Ambos os veículos seguiam sentido Cafelândia-Guaiçara.

Depois da batida, a Fiat Strada ainda capotou e ficou virada na canaleta da Rondon. Bombeiros, concessionária e demais socorros foram acionados, mas a vítima não resistiu.
A Polícia Científica realizou a perícia técnica para tentar apurar as reais circunstâncias do acidente fatal.

Continue lendo

Região

Cândido Mota integra polo de ‘Alimentos e Bebidas’ anunciado pelo Governo de SP

Processos de simplificação tributária e regulatória, financiamento competitivo, pré aprovação de licenças e customização de cursos de qualificação são alguns benefícios.

Publicado em

Do AssisNews

O governador João Doria e a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, anunciaram na última quinta-feira (23), no Palácio dos Bandeirantes, a criação de 11 polos de desenvolvimento econômico com pacotes de benefícios setoriais para a indústria, sendo que um está na região. O município de Cândido Mota faz parte do polo de Marília, de ‘Alimentos e Bebidas’.

“A atuação dos polos é para identificar falhas de mercado e atuar nas falhas de governo. Nosso trabalho é alavancar a produtividade e a competitividade do setor privado, para impulsionar e melhorar as políticas públicas nas regiões onde as cadeias produtivas estão instaladas”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen. “Aumentar a eficiência e a efetividade dos gastos públicos com transparência é o nosso dever. Esse trabalho vai ser feito com muita eficiência e com o mesmo recurso existente”, completou.

Além de Alimentos e Bebidas, foram anunciados ainda polos nos setores de Agritech, Aeroespacial, Serviços Tecnológicos; Automotivo; Biocombustíveis; Couro e Calçados; Derivados de Petróleo e Petroquímico; Eco Florestal; Metal-metalúrgico, Máquinas e Equipamentos; Químico, Borracha e Plástico; Saúde e Farma e Têxtil, Vestuário e Acessórios que cobrem todo o estado de São Paulo.

“Um governo responsável é comprometido com a geração de emprego. E geração de emprego não é com programa de assistencialismo, muito menos com paternalismo, é incentivando o setor produtivo, criando condições adequadas para o setor privado produzir, criar, gerar empregos, remunerar adequadamente, criando estabilidade e condições econômicas adequadas”, comentou o governador João Doria. “Aqui em São Paulo a nossa prioridade é a geração de empregos e renda”, ressaltou.

A otimização das políticas públicas será feita em torno de seis pilares, visando adensar e integrar as cadeias produtivas:
• Simplificação Tributária e Regulatória
• Financiamento Competitivo – voltado ao adensamento da cadeia produtiva
• Tecnologia e Inovação
• Qualificação de mão de obra
• Infraestrutura e serviços
• Ambiente de negócios & Desburocratização – fast track de licenças e permissões, One Stop Shop

Polo Industrial de Marília:
• Alimentos e Bebidas: Assis, Bastos, Bernardino de Campos, Borá, Cândido Mota, Garça, Ipaussu, MaracaÍ, Marília, Ourinhos, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pompeia, Quatá, Santa Cruz do Rio Pardo, Tarumã e Tupã.

Continue lendo

Polícia

Polícia Civil prende massoterapeuta suspeito de abusos sexuais em Marília

Ao menos cinco mulheres entre 27 e 45 anos acusam o homem sobre crimes durante sessões de massagem.

Publicado em

Do Marília Notícia

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Marília cumpriu na manhã deste sábado (25) um mandado de prisão preventiva contra um massoterapeuta de 58 anos, suspeito de ter praticado inúmeros casos de abuso sexual e estupro na cidade.

Ao menos cinco mulheres entre 27 e 45 anos depuseram nos últimos dias na Polícia Civil com acusações contra o homem que teria supostamente cometido os crimes durante sessões de massagem em uma clínica localizada na zona Leste.

O mandado de prisão foi expedido pela 3ª Vara Criminal e não existe prazo para soltura. Um inquérito está em andamento e a reportagem apurou que está sendo investigada a existência de outras possíveis vítimas.

A advogada Larissa Toríbio, responsável pelo projeto OAB Por Elas, que orienta vítimas de violência e abuso, defende algumas das mulheres que se dizem abusadas pelo massoterapeuta. Ela espera que outros casos venham à tona com a prisão preventiva.

As clientes de Larissa afirmam, diz ela, que tiveram suas partes íntimas tocadas pelo acusado durante sessões de massagem. Ele também teria introduzido o dedo na vagina de algumas delas, mas até agora não foram encontrados relatos sobre “conjunção carnal”.

“Ele é uma pessoa muito conhecida na área dele e me parece que trabalha há 20 anos na cidade”, afirma a advogada. “Ele vem fazendo isso há muito tempo. Um boletim de ocorrência de estupro foi registrado em 2012, porém acabou arquivado por falta de provas”.

“Há 15 dias ele estuprou outra vítima”, afirma a advogada, que foi procurada por essa mulher. Juntas elas identificaram outras pacientes do massoterapeuta que também se disseram abusadas sexualmente, conforme afirma.

Em torno de 12 vítimas já teriam sido contatadas, mas nem todas aceitaram depor. “São situações que geram muito trauma”, diz Larissa. “Essa mulher que registrou o BO há cinco anos tentou o suicídio três vezes, desenvolveu síndrome do pânico. As sequelas são terríveis”.

Outra mulher, de acordo com a advogada, relatou ter sido imobilizada pelo massoterapeuta, que teria habilidades relacionadas com artes marciais, ao tentar se desvencilhar dele. “As vítimas morrem de medo dele, como é comum que aconteça em casos desse tipo. Mas é preciso denunciar”.

Continue lendo
Silvana lopes
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas