Fique conectado

Região

Sol ‘vermelho’ chama a atenção e impressiona moradores de Assis e região

A tonalidade da estrela é o assunto do dia nas redes sociais. Muita gente ficou admirada com o ‘fenômeno’ e aproveitou para fotografar o astro.

Publicado em

956

Sol apareceu em tom avermelhado e chamou a atenção dos moradores do Oeste Paulista (Foto: Stephanie Fonseca/G1)

A segunda-feira (19) amanheceu diferente no Oeste Paulista. O sol, em tom avermelhado, chamou a atenção e impressionou quem andava pelas ruas de Assis (SP), e se tornou o assunto do dia.

Muita gente aproveitou para registrar o “fenômeno” e postar as imagens nas redes sociais. Mas o fato é um “alerta” sobre a seca na região.

Claudiomiro Stradiotti fotografou o sol no intervalo dos exercícios físicos (Foto: Mário Rick/Assis)

Poluentes no ar

Conforme relatou ao G1 o climatologista Vagner Camarini Alves, é um “fenômeno” comum nesta época do ano, causado pelo excesso de poeira, fumaça e fuligens, além de nuvens na atmosfera.

A densidade dos poluentes no ar dificulta a passagem da luz do sol e, por isso, o astro aparece neste tom avermelhado para as pessoas.

O período entre julho e agosto é marcado pela seca. De acordo com o climatologista, faz 49 dias que não há registro de chuva em Presidente Prudente, o que favorece queimadas e a emissão de mais poluentes.

Camarini acrescentou que na última semana houve alguns “chuviscos”, mas foram em pontos isolados e insuficientes para acabar com a secura.

“É comum nesta época ficarmos até 60 dias sem chuva”, comentou ao G1.

Além da falta de chuva, tem a umidade do ar. Há cerca de 15 dias o índices estão entre 20% e 25% e a orientação principal é a hidratação.

“Beber bastante líquido e evitar esforços exagerados principalmente no período da tarde, quando a umidade cai mais”, comentou o Camarini ao G1.

Há previsão de chuva para a região

Claudiomiro Stradiotti fotografou o sol no intervalo dos exercícios físicos (Foto: Mário Rick/Assis)

nesta segunda-feira (19), mas deverá ocorrer em pontos isolados, segundo o climatologista.

Polícia

Idosa de 80 anos fica ferida após ser roubada no centro de Paraguaçu Paulista

O autor do roubo foi preso e encaminhado para a cadeia pública de Lutécia.

Publicado em

Do i7 Notícias
Bicicleta que o indiciado estava no momento do roubo (Foto: Manoel Moreno)

Bicicleta que o indiciado estava no momento do roubo (Foto: Manoel Moreno)

Uma idosa, de 80 anos, foi vítima de roubo no último sábado (14), por volta das 12h, no centro de Paraguaçu Paulista (SP). Ela teve fratura no braço esquerdo após ser empurrada pelo bandido.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para comparecer na Rua Professor Luiz Gonzaga de Camargo, onde havia uma senhora, que havia acabado de ser roubada.

Ao chegarem no local, os policiais encontraram a vítima sendo ajudada por populares, que indicaram a característica do acusado e o tipo de bicicleta em que ele estava.

Os policiais levaram a idosa para o Pronto-Socorro.

Através das imagens da câmera de monitoramento de um estabelecimento comercial, os policiais observaram, mediante violência, que o homem, de 33 anos, subtraiu a bolsa da vítima e derrubou-a no chão, de forma tão violenta, que ela teve lesão no braço esquerdo.

A equipe saiu em patrulhamento e localizou o acusado. Foram até a residência dele e encontraram a bolsa da vítima com vários objetos. Ele confessou que a bolsa era da senhora. A polícia suspeita que os outros objetos sejam de um furto ocorrido no mesmo dia.

O indiciado foi autuado e levado para a cadeia pública de Lutécia.

Objetos apreendidos no imóvel do acusado, que podem ser de um furto ocorrido na manhã de sábado (Foto: Manoel Moreno)

Objetos apreendidos no imóvel do acusado, que podem ser de um furto ocorrido na manhã de sábado (Foto: Manoel Moreno)

Continue lendo

Polícia

Churrasqueira explode, mata mulher e deixa homem ferido

As vítimas era moradores de Vera Cruz (SP).

Publicado em

Do Marília Notícia
Natali morreu devido queimaduras (Foto: Arquivo Pessoal)

Natali morreu devido queimaduras (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma mulher identificada como Natali Steffani Martins, de 22 anos, morreu nesta segunda-feira (16) em decorrência de graves ferimentos causados por queimaduras.

Natali e o marido identificado apenas como ‘Welinton’ sofreram um acidente na madrugada de domingo (15) quando uma churrasqueira explodiu após ser acendida com álcool. Eles moravam em Vera Cruz (distante 15 quilômetros de Marília).

O casal procurou socorro no Hospital das Clínicas de Marília e foram transferidos para a Unidade de Tratamento de Queimados da Santa Casa.

Natali não resistiu e faleceu nesta segunda. Ela será velada em Vera Cruz a partir de 14h e o sepultamento ocorrerá às 17h30 na cidade vizinha. O marido dela continua internado.

A assessoria de imprensa da Santa Casa se recusou a prestar informações do atendimento feito do caso.

Welinton também ficou ferido (Foto: Arquivo Pessoal)

Welinton também ficou ferido (Foto: Arquivo Pessoal)

Continue lendo

Polícia

Morre uma das irmãs atropeladas por motorista embriagado em Tupã

Criança tinha 4 anos e estava com a irmã gêmea e uma mais velha no momento do acidente. Corpo ser velado nesta segunda-feira (16) e o enterro está marcado para terça-feira (17) às 8h30.

Publicado em

Do G1
Homem é preso depois de atropelas três crianças em rodovia de Tupã — Foto: Tupãense Notícias

Uma das crianças que foi atropelada por um motorista embriagado no final da tarde de domingo (15) não resistiu aos ferimentos e morreu nesta segunda-feira (16) no Hospital das Clínicas de Marília (SP).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu na frente de um frigorífico na saída de Tupã, na vicinal que liga a cidade a Queiroz.

Além da menina que morreu, a irmã gêmea dela também ficou ferida. As duas foram encaminhadas para a Santa Casa de Tupã, mas nesta madrugada uma delas foi transferida para o HC, por conta da gravidade do caso.

Uma terceira criança, que também é irmã das meninas, foi atingida pelo carro, mas sofreu apenas escoriações. As irmãs caminhavam pelo acostamento da via acompanhadas pelas primas de 16 e 17 anos quando foram atropeladas.

O motorista do carro se recusou a fazer o teste do bafômetro, mas, segundo a polícia, apresentava sinais claros de embriaguez. Por isso, ele passou por exame clínico que confirmou que ele estava alcoolizado e foi preso em flagrante.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas