Fique conectado

Região

Sol ‘vermelho’ chama a atenção e impressiona moradores de Assis e região

A tonalidade da estrela é o assunto do dia nas redes sociais. Muita gente ficou admirada com o ‘fenômeno’ e aproveitou para fotografar o astro.

Publicado em

1.291

Sol apareceu em tom avermelhado e chamou a atenção dos moradores do Oeste Paulista (Foto: Stephanie Fonseca/G1)

A segunda-feira (19) amanheceu diferente no Oeste Paulista. O sol, em tom avermelhado, chamou a atenção e impressionou quem andava pelas ruas de Assis (SP), e se tornou o assunto do dia.

Muita gente aproveitou para registrar o “fenômeno” e postar as imagens nas redes sociais. Mas o fato é um “alerta” sobre a seca na região.

Claudiomiro Stradiotti fotografou o sol no intervalo dos exercícios físicos (Foto: Mário Rick/Assis)

Poluentes no ar

Conforme relatou ao G1 o climatologista Vagner Camarini Alves, é um “fenômeno” comum nesta época do ano, causado pelo excesso de poeira, fumaça e fuligens, além de nuvens na atmosfera.

A densidade dos poluentes no ar dificulta a passagem da luz do sol e, por isso, o astro aparece neste tom avermelhado para as pessoas.

O período entre julho e agosto é marcado pela seca. De acordo com o climatologista, faz 49 dias que não há registro de chuva em Presidente Prudente, o que favorece queimadas e a emissão de mais poluentes.

Camarini acrescentou que na última semana houve alguns “chuviscos”, mas foram em pontos isolados e insuficientes para acabar com a secura.

“É comum nesta época ficarmos até 60 dias sem chuva”, comentou ao G1.

Além da falta de chuva, tem a umidade do ar. Há cerca de 15 dias o índices estão entre 20% e 25% e a orientação principal é a hidratação.

“Beber bastante líquido e evitar esforços exagerados principalmente no período da tarde, quando a umidade cai mais”, comentou o Camarini ao G1.

Há previsão de chuva para a região

Claudiomiro Stradiotti fotografou o sol no intervalo dos exercícios físicos (Foto: Mário Rick/Assis)

nesta segunda-feira (19), mas deverá ocorrer em pontos isolados, segundo o climatologista.

Polícia

Ave quase sem penas é resgatada de situação de maus-tratos em Marília

Segundo Polícia Ambiental, periquitão-maracanã era mantido em cativeiro na garagem de uma casa. Proprietário pode ser multado em mais de R$ 3,5 mil.

Publicado em

Do G1
Ave quase sem penas é resgatada de situação de maus-tratos em Marília — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação
Ave quase sem penas é resgatada de situação de maus-tratos em Marília — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Uma ave da espécie periquitão-maracanã foi resgatada de uma situação de maus-tratos na manhã desta quinta-feira (27) em Marília (SP).

Segundo a Polícia Ambiental, o pássaro tinha sinais tão claros de estresse que estava sem boa parte das penas.

A equipe informou que a ave era mantida em cativeiro na garagem de uma casa, recebendo água e alimentação de forma inadequada.

O pássaro foi levado até o bosque de Marília e o proprietário pode ser multado em até R$ 3,5 mil, segundo a polícia.

Periquitão-maracanã era mantido em cativeiro na garagem de uma casa em Marília — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Periquitão-maracanã era mantido em cativeiro na garagem de uma casa em Marília — Foto: Polícia Ambiental/Divulgação

Continue lendo

Polícia

Trator emprestado é furtado em local de eventos, em Paraguaçu Paulista

Veículo estava em uma propriedade rural, localizada na rodovia Paraguaçu/Conceição.

Publicado em

Do i7 Notícias

Um trator Valtra/Valmet foi furtado durante a madrugada do último domingo (23), em uma propriedade rural de Paraguaçu Paulista (SP). O veículo havia sido emprestado no dia anterior.

A vítima, de 60 anos, relatou aos policiais que no sábado emprestou o seu trator, de cor amarela, para um conhecido, que utilizaria em um evento no Rancho TR, localizado na estrada Paraguaçu/Conceição.

Por volta das 05h da manhã, o proprietário recebeu uma ligação perguntando se ele havia ido buscar o trator, pois ele não se encontrava mais lá. Então, foi constatado o furto.

A vítima procurou o veículo pela estrada, e encontrou uma cerca cortada, que usaram para passar com o trator.

Um boletim de ocorrência foi registrado. A Polícia Civil investiga o caso.

Continue lendo

Polícia

Mulher que esfaqueou cachorro do companheiro durante briga é multada

Mulher foi multada em R$ 3 mil por agressão; dono também foi autuado após exames acusarem a doença do carrapato no animal.

Publicado em

Do G1
Mulher ataca cachorro com faca e tenta agredir outra pessoa em Jaú — Foto: Polícia Militar/Divulgação
Mulher ataca cachorro com faca e tenta agredir outra pessoa em Jaú — Foto: Polícia Militar/Divulgação

A mulher que esfaqueou o cachorro do companheiro durante uma briga entre o casal, nesta terça-feira (25), em Jaú (SP), foi multada pela Polícia Militar Ambiental a pagar R$ 3 mil de multa por agressão.

Segundo a corporação, a mulher foi autuada administrativamente e o animal ficará temporariamente sob cuidados da Associação Protetora dos Animais de Jaú.

Já o dono também foi autuado no mesmo valor por infração ambiental pela constatação da doença do carrapato no animal. Ainda de acordo com a polícia, a multa pode dobrar caso haja morte ou seja comprovado caso de maus-tratos.

Agressão
Segundo a Polícia Militar, a mulher que agrediu o animal teria discutido com o marido e esfaqueado ele em seguida durante a confusão.

O cão, que levou várias facadas pelo corpo, foi encaminhado ao pronto-socorro veterinário pela polícia. A suspeita foi levada para a delegacia e o caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária de Jaú. Ela foi ouvida e liberada em seguida.

Cachorro esfaqueado foi levado para clínica veterinária — Foto: Marco Doni Mores/Arquivo Pessoal

Cachorro esfaqueado foi levado para clínica veterinária — Foto: Marco Doni Mores/Arquivo Pessoal
d

Ferimentos
Conforme a clínica informou ao G1, ele passou por cirurgia e não corre risco de vida.

“Chegou aqui com uma grande hemorragia. Paramos todos os atendimentos e fomos direto para o centro cirúrgico. Constatamos perfurações profundas pelo dorso do animal e lacerações. Por sorte, nenhum órgão vital foi atingido”, explicou o médico Marco César Doni Moraes.

Após a cirurgia, o animal se recupera bem e a equipe médica aguarda o resultado dos exames. No entanto, para ser definitivamente liberado, o destino do animal precisa ser definido.

“Ainda não está decidido a guarda responsável do animal, mas é provável que algum membro da família acolha até que a guarda responsável seja definida. No momento do atendimento, somos profissionais. Mas logo após, ficamos tristes e imaginamos como um ser humano e capaz de fazer uma maldade dessa”, disse o médico.

A alta estava prevista para esta quarta-feira (26), porém, alterações foram constatadas nos resultados dos exames, que vai manter o cachorro por mais tempo da clínica.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas