A mãe do paraguaçuense Murilo dos Reis Silva, de 8 anos, está fazendo uma vaquinha on-line para conseguir com que o filho faça uma cirurgia que corrija uma necrose avascular da cabeça do fêmur.

O objetivo é arrecadar R$ 9 mil, de acordo com a mãe Joice Artero que mora em Paraguaçu Paulista. Ela já deu início à vakinha para o Murilo que pode ser acessada em http://vaka.me/2635229.

Aos três anos, Murilo começou a sentir dores na perna e a mancar, o que levou a família a procurar ajuda médica. Na época, com os exames realizados, a descoberta foi de que Murilo desenvolveu uma doença chamada Legg Calvé Perthes, que consiste na destruição do quadril na criança.

É uma doença rara e é mais comum em crianças do sexo masculino entre 4 e 8 anos, caracterizada pela diminuição do fluxo de sangue na região do quadril durante o desenvolvimento da criança, principalmente no local onde os ossos se ligam com a cabeça do osso da perna, o fêmur.

Os sintomas típicos incluem dores no quadril e dificuldades para andar.

Nos últimos cinco anos, Murilo tem feito uma espécie de tratamento “conservador”, de acordo com o médico, que consiste em retirar o peso do corpo de cima dos membros, aliviando a cabeça do fêmur, por meio do uso de cadeira de rodas, andador, muletas e gesso. O gesso foi o recurso escolhido pelo médico que acompanha Murilo.

Murilo usa o gesso há vários anos, o que diminui seus movimentos e o peso nas pernas, não o deixando desenvolver as atividades tão comuns de uma criança da sua idade. Mesmo que o gesso seja retirado após meses de uso, Murilo não consegue correr, saltar, chutar, brincar como uma criança sempre faz, sem sentir dor.

Diante dessa situação de sofrimento, a família consultou o médico e ele afirmou que a solução seria abandonar o tratamento conservador e recorrer à cirurgia.  Com a intervenção e após acompanhamento fisioterápico, a vida de Murilo voltaria ao normal.

“Por isso, organizamos a vaquinha, para arrecadar o valor da cirurgia e o pagamento do hospital. São R$ 6 mil da parte da equipe médica e R$ 3 mil das despesas de hospital. Além da vaquinha, estamos organizando a rifa de um celular a R$ 10,00 cada número, para ajudar nas despesas gerais e de viagem, já que a cirurgia será realizada em Marília”, relatou a mãe Joice Artero.

Devido às precauções por conta da Covid-19, o médico que faz o tratamento de Murilo optou por marcar a cirurgia para o início de maio próximo.

Portanto, para os interessados em ajudar, ainda dá tempo, esta é a oportunidade para o Murilo voltar a ter sua vida de criança de volta.

A vakinha para o Murilo pode ser acessada em http://vaka.me/2635229.

Para conversar com a mãe do Murilo, o contato da Joice Artero é (18) 9 9665-7082.

Mesmo que o gesso seja retirado após meses de uso,
Murilo não consegue correr, saltar, chutar,
brincar como uma criança sempre faz, sem sentir dor

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Caminhão com placas falsas de Cândido Mota é apreendido com cigarros contrabandeados

Motorista foi preso em flagrante.

Polícia encontra armas e drogas com passageiras de ônibus

Três armas, além de 26 tabletes de maconha, foram apreendidos.