Polícia Militar apreendeu 250 quilos de maconha — Foto: Polícia Militar

A Polícia Militar apreendeu cerca de 250 quilos de maconha que estavam no porta-malas de um carro. A ocorrência foi registrada na madrugada desta quarta-feira (11), na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Pirapozinho (SP).

A corporação relatou que, por volta das 2h30, a equipe estava em patrulhamento rural pela Rodovia Olímpio Ferreira da Silva (SP-272) e no km 2 foi ultrapassada por um veículo, com placas do Rio de Janeiro (RJ), em alta velocidade.

Esse carro entrou na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) e foi acompanhanda pelos policiais, que deram ordem de parada através de sinais sonoros e luminosos. O motorista ignorou o pedido e fugiu.

A Polícia Militar apreendeu cerca de 250 quilos de maconha que estavam no porta-malas de um carro. A ocorrência foi registrada na madrugada desta quarta-feira (11), na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Pirapozinho (SP).

A corporação relatou que, por volta das 2h30, a equipe estava em patrulhamento rural pela Rodovia Olímpio Ferreira da Silva (SP-272) e no km 2 foi ultrapassada por um veículo, com placas do Rio de Janeiro (RJ), em alta velocidade.

Esse carro entrou na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) e foi acompanhada pelos policiais, que deram ordem de parada através de sinais sonoros e luminosos. O motorista ignorou o pedido e fugiu.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Ciclista morre em acidente na ‘Fortunato Petrini’ em Candido Mota

Até o momento a vítima não foi identificada.

Júri de acusado de matar e enterrar corpos de mulher e enteada é adiado

Nova data e horário não foram informados pelo tribunal.

Homem é preso em flagrante após ameaçar irmã e cunhado em Pracinha

O homem foi preso em flagrante por ameaça e porte ilegal de arma branca.

Mãe denuncia escola particular do interior de SP que negou matrícula a aluno autista: ‘Me senti impotente

Mãe abriu processo contra escola, já que, segundo ela, instituição justificou decisão com base no regimento escolar interno. Segundo advogada, posicionamento é crime contra lei de inclusão.