(Assessoria de Comunicação PMCM)

O ‘Criança Feliz’, programa social do Governo Federal, que tem a finalidade de orientar as famílias sobre sua função protetiva, além de ampliar a rede de atenção e cuidado para o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância, atende 250 famílias em Cândido Mota. O programa consiste em ações, visitas domiciliares e a articulação com a rede.

As visitadoras realizam orientações que fortalecem o desenvolvimento da criança, os vínculos familiares, bem como acesso a serviços para a efetivação dos direitos sociais. O método prioriza o desenvolvimento infantil com brincadeiras e trabalha aspectos como a coordenação motora, a comunicação, a linguagem, a cognição, a interação e o fortalecimento de laços parentais.

O público alvo são crianças de 0 a 3 anos, ou crianças de até 6 anos, que recebam o Beneficio de Prestação Continuada (BPC), além das gestantes, por meio do apoio ao nascimento e aos cuidados perinatais.

Em Cândido Mota, o ‘Criança Feliz’ foi implantado em 2017, com a meta de atendimento de 150 famílias, dispondo de quatro educadoras sociais que realizavam as visitas domiciliares e execução do trabalho.

Diante do alto índice de adesão e procura pela população, em janeiro de 2020, Cândido Mota foi o único município que solicitou à Diretora Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads), o aumento de metas, buscando atender 240 famílias.
“Hoje, além do aumento de metas, foram superadas as expectativas, e o município tem atendido 250 famílias, contando com oito educadoras sociais. Só no primeiro trimestre deste ano foram realizadas 2.548 visitadas domiciliares”, disseram os responsáveis pelo programa no município.

Cândido Mota foi o único município da Drads/Marília, que abrange 38 cidades, dentre elas Assis e Marília, a solicitar o aumento de metas e ser referência regional. “Avaliamos que isso é resultado do empenho e capacitação de todos os profissionais envolvidos que atuam diretamente na execução do Programa, que atualmente é supervisionado pela assistente social Vânia Pereira Ventura, e conta com as visitadoras Ana Clara, Emylly, Giovana, Hellen, Izabela, Larissa, Nathalia, Raquel, e mais recentemente Mariane e Nicole, que também se juntaram à equipe”, disseram.

O desenvolvimento do trabalho no município, também dispõe do direcionamento da coordenadora do Cras, Renata Quiezi, e da secretária de Assistência Social, Erika Caron, e, além disso, da participação assídua das 250 famílias no programa

*O Diário do Vale /(Assessoria de Comunicação PMCM)

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Três suspeitos de homicídio são presos em Paraguaçu Paulista

Também foram cumpridas buscas nos endereços dos investigados.

Padre atropela suspeito de furtar igreja e foge sem prestar socorro

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Ciclista é atropelado por carro em trevo da Raposo Tavares

Homem de 56 anos foi atingido quando tentava atravessar a SP-270.