Região tem queda de 41% no número de mortes no trânsito em comparação de julho com o mesmo mês de 2016

Foram 27 óbitos em julho de 2016, contra 16 no mês passado. Movimento Paulista de Segurança no Trânsito visa reduzir pela metade o número de óbito.

Levantamento de julho do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo de São Paulo que visa reduzir pela metade o número de óbitos no Estado até 2020, mostra queda de 41% no número de vítimas fatais em acidentes de trânsito na região de Assis, comparando com o mesmo mês do ano passado. Foram 27 óbitos em julho de 2016, contra 16 no mês passado.

O Infosiga SP também registrou 209 fatalidades com ciclistas em todo o Estado neste ano, 4 casos a menos (-1,9%) na comparação com os sete primeiros meses de 2016. Destes casos, 56,5% aconteceram em vias municipais e 32,5% em rodovias (11% dos registros dos acidentes não detalham o tipo de via). Entre as vítimas, 93% são homens.

Quando analisada a faixa etária, o levantamento aponta que 9,1% são crianças e adolescentes com idade de até 17 anos. Jovens entre 18 e 29 anos correspondem a 13,4% dos casos. Chama a atenção também o número de idosos: 27,3% das vítimas tinham mais de 60 anos de idade.

Acidentes em julho

No mês de julho, o Infosiga SP registrou 563 óbitos nos 645 municípios do Estado de São Paulo, aumento de 9,1% da comparação com 2016 (516 ocorrências). No acumulado do ano, verifica-se redução de 1,8%. De janeiro a julho deste ano, foram 3.316 fatalidades contra 3.377 no mesmo período de 2016.

A alta foi influenciada pelos acidentes envolvendo motocicletas, principal causa de óbitos por acidentes de trânsito no Estado. Foram 198 ocorrências no último mês, contra 151 em julho passado, um aumento de 23,7%. No acumulado do ano, houve aumento de 15,3% (1.119 em 2017 contra 970 casos em 2016).

No caso dos acidentes com vítimas, que incluem também ocorrências sem fatalidades, houve redução de 5,1% no mês de julho. No acumulado dos primeiros 7 meses do ano, foram 5.761 casos a menos, redução de 5,2% (104.783 em 2017 e 110.544 em 2016).

INFOMAPA SP

Além da ferramenta INFOSIGA-SP, o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito também disponibiliza o sistema pioneiro de georreferenciamento INFOMAPA-SP. Por meio dessas ferramentas é possível não só quantificar os óbitos dos 645 municípios paulistas, como também mapear os locais onde ocorreram essas mortes. As ferramentas podem ser acessadas pelo site www.infosiga.sp.gov.br e são atualizadas todo dia 19 de cada mês, ou dia útil subsequente.

Para mais informações sobre as metodologias do INFOSIGA-SP e INFOMAPA-SP, acesse a nota técnica no site www.infosiga.sp.gov.br.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA