Fique conectado

Entretenimento

Arquiteto paraguaçuense faz sucesso no YouTube com vídeos sobre construção civil

Já são mais de 1600 vídeos publicados e mais de 125 milhões de visualizações.

Publicado em

2.092

Arquiteto paraguaçuense faz sucesso no YouTube com vídeos sobre construção civil

Com mais de 740 mil inscritos em seu canal, o arquiteto paraguaçuense Josias Rodrigues faz sucesso no YouTube, dando dicas sobre construção civil. A página já tem mais de 125 milhões de visualizações e mais de 1600 vídeos publicados.

Segundo ele, a ideia de criar o canal, em 2016, surgiu como uma forma de ajudar as pessoas. “Nunca imaginei que o crescimento seria tão rápido assim sem pagar ou impulsionar, pois é tudo mesmo na raça”, afirmou o construtor à TV Paraguaçu.

Josias afirmou ainda que a sua maior inspiração para os vídeos é a paixão que tem pela sua profissão. “Sabe aquela alegria de executar o sonho de alguém? isso me inspira a passar para a frente através desses vídeos”, explicou.

Arquiteto paraguaçuense faz sucesso no YouTube com vídeos sobre construção civil

Os vídeos são gravados, editados e postados na página pelo próprio Josias, que faz suas gravações nas obras em que está trabalhando e as edições em seu escritório. A motivação para investir nesse projeto, segundo ele, vem do resultado. “De ver pessoas simples, sem nunca ter trabalhado na área, testemunhar que através dos vídeos construíram sua casa ou reformaram ou apenas fizeram alguma coisa com nossos vídeos”, relatou.

Apesar de todo o trabalho, Josias Rodrigues não considera difícil conciliar a profissão de arquiteto com a atividade de influencer, porque está fazendo o que ama. “Eu uni o útil e o agradável e hoje, com o conhecimento acadêmico e o empírico, através dos vídeos posso influenciar outros profissionais a aspirar algo mais pra eles e para a sua profissão”, ressaltou.

Ele explicou ainda que não faz roteiros para os vídeos. As pautas surgem no dia a dia, entre uma obra e outra. Agora, ele tem como desafio pessoais ultrapassar um milhão de seguidores, motivar os profissionais a se valorizarem mais e ser o canal mais influente na construção civil.

“Tudo é espontâneo e verdadeiro, quando vejo que aquilo pode ajudar outro profissional eu já gravo e passo pra frente, mesmo tendo mais de 1600 vídeos não vejo esgotado os assuntos pois a construção é um processo em evolução sempre vai surgir novas tecnologias ou um método ou uma ferramenta nova, a construção é uma fonte inesgotável”, finalizou.

Quem quiser acessar, a página de Josias no YouTube é a JR Construção. Ele mantém também uma Fanpage no Facebook, denominada Canal JR Construção.

Entretenimento

Sandy e Junior anunciam série documental para 2020

Série da Globoplay terá sete episódios com imagens de arquivo pessoal e cenas da turnê ‘Nossa História’. Último show aconteceu no Rio neste sábado (9) para 100 mil pessoas.

Publicado em

Do G1
Sandy e Junior durante show da turnê 'Nossa História' em São Paulo, neste sábado (24) — Foto: Fábio Tito/G1
Sandy e Junior durante show da turnê 'Nossa História' em São Paulo — Foto: Fábio Tito/G1

Sandy e Junior anunciaram mais uma novidade na celebração de 30 anos da carreira da dupla: uma série documental com imagens inéditas que foram captadas em 2019, ano que os irmãos fizeram 18 shows pelo país.

Haverá também imagens “raras” do arquivo pessoal, segundo comunicado enviado pela assessoria. A série da Globoplay tem estreia prevista para 2020.

Serão sete episódios que mostrarão momentos marcantes da vida e da carreira de Sandy e Junior, não necessariamente em ordem cronológica.

O anúncio foi feito no show de encerramento da turnê “Nossa História”, que aconteceu neste sábado (9) no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. A última apresentação teve público de 100 mil pessoas e abertura da banda Melim.

Para o ano que vem também está previsto um DVD com imagens dos shows de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Fãs de Sandy e Junior lotam o Parque Olímpico na noite deste sábado (10) — Foto: Marco Serra Lima/ G1

Fãs de Sandy e Junior lotam o Parque Olímpico na noite deste sábado (10) — Foto: Marco Serra Lima/ G1

Continue lendo

Cinema

Petição online quer Fernanda Montenegro em Animais Fantásticos 3

Após confirmação de que o novo filme da franquia se passará no Brasil, fãs pedem que a atriz seja escalada no longa.

Publicado em

Do Adoro Cinema

Após a notícia que o terceiro filme da franquia Animais Fantásticos se passará no Brasil durante a década de 1930, os fãs brasileiros correram para a internet com uma missão: garantir o lugar de Fernanda Montenegro na produção.

A petição online, que já ultrapassou os 60 mil assinantes, pede que a atriz de Central do Brasil seja escalada como a Ministra da Magia brasileira.

Uma das mais consagradas atrizes do país, Fernanda Montenegro já tem quase 70 anos de carreira – com projetos que englobam televisão e cinema.

A única brasileira a ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz, Montenegro é a melhor representante do Brasil na continuação da franquia, argumenta a autora da petição.

Fernanda Montenegro retorna às telonas este ano em A Vida Invisível – representante do país no Oscar deste ano -, e O Juízo – escrito por sua filha Fernanda Torres e estrelando seu neto Joaquim Torres Waddington. Animais Fantásticos e Onde Habitam 3 tem previsão de estreia para 11 de novembro de 2021.

Continue lendo

Entretenimento

Morre o ator e diretor Jorge Fernando, aos 64 anos

Na Globo desde 1978, ele estreou atuando no seriado ‘Ciranda, Cirandinha’. Como diretor, esteve à frente de 34 produções. Corpo será velado na terça-feira (29).

Publicado em

Do G1
Jorge Fernando no lançamento da novela 'Êta Mundo Bom', de 2016 — Foto: Globo / Paulo Belote
Jorge Fernando no lançamento da novela 'Êta Mundo Bom', de 2016 — Foto: Globo / Paulo Belote

Morreu neste domingo (27), aos 64 anos, o ator e diretor Jorge Fernando. Ele estava internado no Hospital CopaStar, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Jorge Fernando era diretor da TV Globo e seu último trabalho como diretor e ator aconteceu este ano, na novela das 19h “Verão 90”. Foi o retorno dele após dois anos afastado da TV, tempo em que se recuperou de um AVC.

Em nota, o Hospital Copa Star informou que ele morreu após dar entrada no fim da tarde deste domingo, devido a uma parada cardíaca “em decorrência de uma dissecção de aorta completa”.

O corpo de Jorge Fernando será velado na terça-feira (29), no Cemitério do Caju, na região Central do Rio. O velório será aberto ao público das 8h às 10h. Depois ficará restrito à família e amigos mais próximos.

Na Globo, Jorge Fernando dirigiu vários sucessos, como as novelas “Rainha da Sucata” e “Alma Gêmea”.

Ator, diretor, escritor e humorista, Jorge Fernando foi um artista completo que ajudou a revolucionar a forma de se fazer televisão no Brasil. Seu primeiro contato com a arte de atuar foi ainda adolescente na escola onde estudava no Méier, Zona Norte do Rio.

Na TV, ele estreou como ator em 1978, no seriado “Ciranda, Cirandinha”. Na década seguinte, Jorge Fernando trabalhou em várias produções, mas foi do outro lado das câmeras, como diretor, que ele encontrou sua verdadeira paixão.

Desde então, ele dirigiu 34 novelas, minisséries e seriados. Sua estreia como diretor foi em “Coração Alado”, de Janete Clair, em 1980.

Um dos seus sucessos mais marcantes foi “Guerra dos Sexos”, que tinha como protagonistas Fernanda Montenegro e Paulo Autran. Por seu trabalho na trama das 19h, ele foi premiado pela Associação Paulista de Críticos de Arte como o melhor diretor, em 1983, ao lado de Guel Arraes.

É de “Guerra dos Sexos” a cena clássica do café da manhã, uma das mais importantes da teledramaturgia brasileira. Quase 30 anos, ele teve a chance de fazer tudo de novo, quando dirigiu o remake da novela, em 2012.

Na década de 1990, muitas novelas dirigidas por ele marcaram uma geração. Como “Rainha da Sucata”, “Vamp”, “Deus nos Acuda” e “A Próxima Vítima”, que fez o Brasil parar no último capítulo, à espera da revelação de quem era o grande assassino.

Além das novelas, Jorge Fernando também fez história no humor. Com “Sai de Baixo”, ele levou o teatro de volta à TV e obrigou muita gente a dormir mais tarde nos domingos.

Um de seus sucessos mais recentes foi “Alma Gêmea”, em 2005. Foi uma das novelas das 18h com melhor média de audiência da história da Globo.

Depois de uma longa temporada com diretor, Jorge Fernando voltou a atuar em 2011, no seriado “Macho Man”. Da TV para o teatro, dirigiu Cláudia Raia no musical “Não Fuja da Raia”.

Mas foi no espetáculo “Boom” que ele fez o que sabia de melhor: cantou, dançou e deu vida a vários personagens.

Foi o ensaio geral para a peça autobiográfica, “Salve Jorge”. No espetáculo, Jorge Fernando reuniu histórias que marcaram sua trajetória profissional. TV, cinema e teatro juntos, recontando com muito humor um pouco da história de um dos maiores nomes da cultura brasileira

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas