Fique conectado

Entretenimento

Morre o ator e diretor Jorge Fernando, aos 64 anos

Na Globo desde 1978, ele estreou atuando no seriado ‘Ciranda, Cirandinha’. Como diretor, esteve à frente de 34 produções. Corpo será velado na terça-feira (29).

Publicado em

1.014

Jorge Fernando no lançamento da novela 'Êta Mundo Bom', de 2016 — Foto: Globo / Paulo Belote
Jorge Fernando no lançamento da novela 'Êta Mundo Bom', de 2016 — Foto: Globo / Paulo Belote

Morreu neste domingo (27), aos 64 anos, o ator e diretor Jorge Fernando. Ele estava internado no Hospital CopaStar, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Jorge Fernando era diretor da TV Globo e seu último trabalho como diretor e ator aconteceu este ano, na novela das 19h “Verão 90”. Foi o retorno dele após dois anos afastado da TV, tempo em que se recuperou de um AVC.

Em nota, o Hospital Copa Star informou que ele morreu após dar entrada no fim da tarde deste domingo, devido a uma parada cardíaca “em decorrência de uma dissecção de aorta completa”.

O corpo de Jorge Fernando será velado na terça-feira (29), no Cemitério do Caju, na região Central do Rio. O velório será aberto ao público das 8h às 10h. Depois ficará restrito à família e amigos mais próximos.

Na Globo, Jorge Fernando dirigiu vários sucessos, como as novelas “Rainha da Sucata” e “Alma Gêmea”.

Ator, diretor, escritor e humorista, Jorge Fernando foi um artista completo que ajudou a revolucionar a forma de se fazer televisão no Brasil. Seu primeiro contato com a arte de atuar foi ainda adolescente na escola onde estudava no Méier, Zona Norte do Rio.

Na TV, ele estreou como ator em 1978, no seriado “Ciranda, Cirandinha”. Na década seguinte, Jorge Fernando trabalhou em várias produções, mas foi do outro lado das câmeras, como diretor, que ele encontrou sua verdadeira paixão.

Desde então, ele dirigiu 34 novelas, minisséries e seriados. Sua estreia como diretor foi em “Coração Alado”, de Janete Clair, em 1980.

Um dos seus sucessos mais marcantes foi “Guerra dos Sexos”, que tinha como protagonistas Fernanda Montenegro e Paulo Autran. Por seu trabalho na trama das 19h, ele foi premiado pela Associação Paulista de Críticos de Arte como o melhor diretor, em 1983, ao lado de Guel Arraes.

É de “Guerra dos Sexos” a cena clássica do café da manhã, uma das mais importantes da teledramaturgia brasileira. Quase 30 anos, ele teve a chance de fazer tudo de novo, quando dirigiu o remake da novela, em 2012.

Na década de 1990, muitas novelas dirigidas por ele marcaram uma geração. Como “Rainha da Sucata”, “Vamp”, “Deus nos Acuda” e “A Próxima Vítima”, que fez o Brasil parar no último capítulo, à espera da revelação de quem era o grande assassino.

Além das novelas, Jorge Fernando também fez história no humor. Com “Sai de Baixo”, ele levou o teatro de volta à TV e obrigou muita gente a dormir mais tarde nos domingos.

Um de seus sucessos mais recentes foi “Alma Gêmea”, em 2005. Foi uma das novelas das 18h com melhor média de audiência da história da Globo.

Depois de uma longa temporada com diretor, Jorge Fernando voltou a atuar em 2011, no seriado “Macho Man”. Da TV para o teatro, dirigiu Cláudia Raia no musical “Não Fuja da Raia”.

Mas foi no espetáculo “Boom” que ele fez o que sabia de melhor: cantou, dançou e deu vida a vários personagens.

Foi o ensaio geral para a peça autobiográfica, “Salve Jorge”. No espetáculo, Jorge Fernando reuniu histórias que marcaram sua trajetória profissional. TV, cinema e teatro juntos, recontando com muito humor um pouco da história de um dos maiores nomes da cultura brasileira

Entretenimento

Evandro Cini é contratado pela CNN Brasil e deixa a TV TEM

Cini exercerá a função de repórter na CNN.

Publicado em

Do Marília Notícia
Evandro Cini (Foto: Reprodução/Instagram)
Evandro Cini (Foto: Reprodução/Instagram)

A CNN Brasil contratou o jornalista e apresentador Evandro Cini, conhecido na região de Marília e Bauru, como âncora do Tem Notícias 1ª Edição na TV TEM, afiliada da Rede Globo.

Cini tem 31 anos e é formado pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS). Há 7 anos mora em Bauru. Ele já foi âncora do Tem Notícias 2ª Edição e atualmente estava no comando da primeira edição do telejornal.

Até ontem (12) Evandro apresentou o jornal normalmente. Já nesta quarta-feira (13) ele não foi visto no comando do telejornal. Cini exercerá a função de repórter na CNN.

Ainda nesta terça, a CNN Brasil também contratou a repórter Carolina Abelin, da TV TEM de Sorocaba.

Carolina Abelin (Foto: Reprodução/Instagram)

Carolina Abelin (Foto: Reprodução/Instagram)

Continue lendo

Entretenimento

Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020

Maiara e Maraísa e Zé Neto e Cristiano são algumas das atrações. O lançamento do rodeio aconteceu na noite desta segunda-feira (11).

Publicado em

Do AssisNews
Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020
Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020 (Foto: Divulgação/AG News)

A comissão do rodeio Gigante Vermelho, de Cândido Mota (SP), confirmou na noite desta segunda feira, os shows do rodeio de 2020, que acontece de 6 a 9 de agosto, no recinto, no anel viário Eduardo Mazanatti.

Na quinta feira, dia 6, estarão na arena Cesar Menotti e Fabiano. No dia 7, Maiara e Maraisa e DJ Kevin prometem fazer o público amanhecer no recinto.

No sábado, dia 8, será a vez de João Bosco e Vinícius e Fiduma e Jeca entrarem no palco do recinto.
Por fim, no domingo, dia 9, como já era de conhecimento do público, estarão em Cândido Mota os cantores Zé Neto e Cristiano.

O lançamento do rodeio de 2020 aconteceu na noite desta segunda-feira, dia 11, e reuniu parceiros da festa, autoridades políticas, lideranças da comunidade, além dos membros da comissão organizadora.

Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020 (Foto: Divulgação)

Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020 (Foto: Divulgação)

Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020 (Foto: Divulgação)

Gigante Vermelho anuncia seis shows para 2020 (Foto: Divulgação)

Continue lendo

Entretenimento

Sandy e Junior anunciam série documental para 2020

Série da Globoplay terá sete episódios com imagens de arquivo pessoal e cenas da turnê ‘Nossa História’. Último show aconteceu no Rio neste sábado (9) para 100 mil pessoas.

Publicado em

Do G1
Sandy e Junior durante show da turnê 'Nossa História' em São Paulo, neste sábado (24) — Foto: Fábio Tito/G1
Sandy e Junior durante show da turnê 'Nossa História' em São Paulo — Foto: Fábio Tito/G1

Sandy e Junior anunciaram mais uma novidade na celebração de 30 anos da carreira da dupla: uma série documental com imagens inéditas que foram captadas em 2019, ano que os irmãos fizeram 18 shows pelo país.

Haverá também imagens “raras” do arquivo pessoal, segundo comunicado enviado pela assessoria. A série da Globoplay tem estreia prevista para 2020.

Serão sete episódios que mostrarão momentos marcantes da vida e da carreira de Sandy e Junior, não necessariamente em ordem cronológica.

O anúncio foi feito no show de encerramento da turnê “Nossa História”, que aconteceu neste sábado (9) no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. A última apresentação teve público de 100 mil pessoas e abertura da banda Melim.

Para o ano que vem também está previsto um DVD com imagens dos shows de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Fãs de Sandy e Junior lotam o Parque Olímpico na noite deste sábado (10) — Foto: Marco Serra Lima/ G1

Fãs de Sandy e Junior lotam o Parque Olímpico na noite deste sábado (10) — Foto: Marco Serra Lima/ G1

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas