Fique conectado

Entretenimento

Sandy e Junior anunciam série documental para 2020

Série da Globoplay terá sete episódios com imagens de arquivo pessoal e cenas da turnê ‘Nossa História’. Último show aconteceu no Rio neste sábado (9) para 100 mil pessoas.

Publicado em

428

Sandy e Junior durante show da turnê 'Nossa História' em São Paulo, neste sábado (24) — Foto: Fábio Tito/G1
Sandy e Junior durante show da turnê 'Nossa História' em São Paulo — Foto: Fábio Tito/G1

Sandy e Junior anunciaram mais uma novidade na celebração de 30 anos da carreira da dupla: uma série documental com imagens inéditas que foram captadas em 2019, ano que os irmãos fizeram 18 shows pelo país.

Haverá também imagens “raras” do arquivo pessoal, segundo comunicado enviado pela assessoria. A série da Globoplay tem estreia prevista para 2020.

Serão sete episódios que mostrarão momentos marcantes da vida e da carreira de Sandy e Junior, não necessariamente em ordem cronológica.

O anúncio foi feito no show de encerramento da turnê “Nossa História”, que aconteceu neste sábado (9) no Parque Olímpico do Rio de Janeiro. A última apresentação teve público de 100 mil pessoas e abertura da banda Melim.

Para o ano que vem também está previsto um DVD com imagens dos shows de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Fãs de Sandy e Junior lotam o Parque Olímpico na noite deste sábado (10) — Foto: Marco Serra Lima/ G1

Fãs de Sandy e Junior lotam o Parque Olímpico na noite deste sábado (10) — Foto: Marco Serra Lima/ G1

Entretenimento

Cantor sertanejo Juliano Cezar morre após sofrer um infarto em pleno show

Juliano Cezar chegou a socorrido em um posto médico perto do local do evento. Porém, o artista não resistiu.

Publicado em

Do Istoé
Juliano Cezar
Divulgação

Juliano Cezar teve um infarto fulminante, no momento que cantava em uma festa da cidade de Uniflor PR, realizada pelo município hoje de madrugada.

A apresentação do “Cowboy Vagabundo” acontecia em Uniflor, no Paraná. No vídeo gravado durante o show, o cantor aparece caindo atrás do sanfoneiro da banda.

Segundo informações, o cantor de 59 anos, sofreu uma parada cardíaca e morreu.

O cantor foi levado para hospital da cidade e foram feitas várias tentativas de reanimação, porém sem sucesso.

Uma fã registrou o momento em que o cantor passa mal, veja abaixo.

Segundo a página oficial do cantor no Instagram:

A notícia mais triste que poderíamos comunicar.
Com profundo pesar, a Explosion Music informa o falecimento cantor Juliano Cezar.

Juliano Cezar teve uma parada cardiorrespiratória enquanto se apresentava em um show em Uniflor, interior do Paraná.

O velório será realizado na cidade natal do cantor – Passos /MG. Quanto aos horários de velório e sepultamento, serão repassados assim que obtidos.

Maiores informações: Fabiana Villela / Assessoria Juliano Cezar / Explosion Music

Abaixo o post do perfil oficial:

Continue lendo

Entretenimento

Bira, baixista do programa do Jô Soares, morre em hospital em SP

De acordo com familiares, músico faleceu às 7h deste domingo (22). Ele estava internado no Hospital Sancta Maggiore, na Zona Leste da cidade.

Publicado em

Do G1
Músico Bira, do Programa do Jô, se apresenta em Piracicaba — Foto: Divulgação
Músico Bira, do Programa do Jô, se apresenta em Piracicaba — Foto: Divulgação

O músico Bira, baixista do Programa do Jô Soares, morreu na manhã deste domingo (22), aos 85 anos, em São Paulo. A informação foi confirmada por familiares.

Ele estava internado desde a última sexta-feira (20) no Hospital Sancta Maggiore, na Mooca, Zona Leste da cidade, após sofrer um AVC.

Natural de Salvador, Ubirajara Penacho dos Reis ficou conhecido como “Bira do Jô”.

O baiano era um dos integrantes do Sexteto, banda formada por Tomati (guitarra elétrica), Osmar Barutti (piano), Chiquinho Oliveira (trompete), Derico (saxofone) e Miltinho (bateria).

O grupo acompanhou o apresentador Jô Soares nos programas Jô Soares Onze e Meia, no SBT, e Programa do Jô, da TV Globo.

Bira ganhou ganhou popularidade no talkshow por sua risada forte e alta.

Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento.

Continue lendo

Entretenimento

Morre a humorista Zilda Cardoso, a Dona Catifunda, aos 83 anos

Segundo perícia, ela morreu de causas naturais.

Publicado em

Morre a humorista Zilda Cardoso, a Dona Catifunda, aos 83 anos

Zilda Cardoso, atriz e humorista que interpretou a Dona Catifunda na’Escolinha do Professor Raimundo’, morreu aos 83 anos, na manhã desta sexta-feira, 20, em seu apartamento no centro de São Paulo. Segundo a perícia, Zilda, de 83 anos, teve morte natural.

Segundo informações preliminares, foi a diarista que encontrou a atriz morta e chamou pelo zelador para ajudá-la.

A família da atriz chamou a polícia para realizar a perícia. De acordo com o UOL, um investigador disse que Zilda teve morte natural, mas não enfrentava nenhum problema de saúde.

Zilda morava sozinha em no apartamento em São Paulo e recebia visita de uma cuidadora. Ela era considerada uma pessoa querida no bairro, principalmente entre os lojistas da região.

A atriz começou na carreira em 1962, quando apresentou o programa Zilda 23 Polegadas na TV Paulista. Logo depois, em 1964, foi convidada a integrar o elenco de A Praça da Alegria, no SBT.

A humorista também participou de Os Trapalhões, A Praça é Nossa e da novela Meu Bem, Meu Mal. De 1991 até 1995, ela interpretou Catifunda na Escolinha do Professor Raimundo.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas