Fique conectado

Cinema

‘A freira’ tem maior bilheteria de estreia de toda a franquia ‘Invocação do mal’

Filme de terror ficou no topo da bilheteria norte-americana, com US$ 53,5 milhões. Arrecadação global passou dos US$ 130 milhões.

Cena do filme 'A freira' (Foto: Divulgação)

Publicado em

241

O filme de terror “A freira”, derivado do universo de “Invocação do mal”, teve um fim de semana de estreia acima das expectativas – que já eram altas. Ele ficou no topo da bilheteria norte-americana.

A mais recente produção da franquia arrecadou US$ 53,5 milhões em 3.876 salas de cinema no chamado mercado doméstico (Estados Unidos e Canadá).

É a melhor estreia de um filme da série, superando o primeiro “Invocação do mal” (2013), que obteve US$ 41,8 milhões no fim de semana de estreia. É também a segunda melhor estreia para um mês de setembro, atrás apenas de “It: A coisa”, de 2017.

Fora da América do Norte, “A freira” arrecadou US$ 77,5 milhões, levando sua arrecadação global a US$ 131 milhões.

Outros recordes

A história de “A freira” se concentra em uma assombração que apareceu pela primeira vez em “Invocação do mal 2” (2016). Na trama, um padre e uma noviça são confrontados por forças demoníacas ao investigarem o suicídio de uma jovem freira na Romênia.

O longa de Corin Hardy – estrelado por Demian Bichir e Taissa Farmiga – quebrou ainda outros recordes da franquia no primeiro fim de semana.

Ele teve a melhor quinta-feira nas bilheterias entre os cinco filmes (US$ 5,4 milhões), além do melhor dia de estreia (US$ 22,3 milhões). As telas Imax representaram US$ 4,5 milhões da quantia arrecadada pela produção.

Juntos, os quatro primeiros filmes da franquia, “Invocação do mal”, “Annabelle” (2014), “Invocação do mal 2” e “Annabelle 2: A criação do mal” (2017) arrecadaram mais de US$ 1,1 bilhão em todo o mundo.

“Sabíamos que as estimativas para ‘A freira’ eram muito altas, mas esses resultados superaram todas elas”, disse Jeff Goldstein, diretor de distribuição doméstica da Warner Bros.

Cinema

Stan Lee, criador de heróis da Marvel, morre aos 95 anos

Quadrinista participou da criação de super-heróis icônicos como Homem-Aranha, Thor, Hulk, X-Men, Pantera Negra, Demolidor, Homem de Ferro e Quarteto Fantástico.

Publicado em

Do G1
Stan Lee ganhou estrela na calçada da fama em 2011 — Foto: Reuters/Mario Anzuoni

Stan Lee, roteirista e editor da Marvel Comics, morreu aos 95 anos. A filha de Lee confirmou a morte nesta segunda-feira (12).

Ele passou mal em sua casa em Los Angeles, nos EUA, e foi levado ao hospital, onde morreu. Ele sofria de pneumonia e de problemas nos olhos.

Stanley Martin Lieber nasceu em 1922, em Nova York, nos Estados Unidos. Começou a trabalhar em HQs com o pseudônimo de Stan Lee em 1939, contratado por John Goodman, fundador da Timely Publications e primo de sua mulher, Joan.

Ele se tornou um dos nomes mais importantes dos quadrinhos americanos ao criar super-heróis como Homem-Aranha, Thor, Hulk, X-Men, Pantera Negra, Homem de Ferro, Doutor Estranho e Demolidor.

Roteirista e editor da Marvel, foi um dos responsáveis por transformar a empresa na maior editora de quadrinhos do mundo a partir de 1961.

Após a mudança do nome da editora, primeiro para Atlas Comics, e depois para Marvel Comics, Lee revolucionou o mercado de quadrinhos ao modernizar o gênero de heróis com criações para um público mais velho, como o lançamento de “Quarteto Fantástico”.

Com dramas familiares e heroísmos que utilizavam elementos de ficção científica, as histórias ajudaram na fama de personagens mais complexos e realistas da Marvel em relação à sua principal concorrente, a DC.

O mesmo aconteceu com o Homem-Aranha em 1962, um jovem adolescente que dividia suas aventuras com problemas no colégio e contas a pagar, e que se tornou um dos heróis mais populares dos quadrinhos.

Em parceria com artistas como Jack Kirby e Steve Ditko, Lee ainda criou outros personagens icônicos, como Hulk, Thor, Homem de Ferro e Demolidor.

Em 1963, com a cabeça no movimento por direitos civis de negros no Estados Unidos, lançou os X-Men, uma equipe de mutantes que eram marginalizados e hostilizados pelos humanos.

Dos quadrinhos para cinema e TV

Em 1981, Lee transformou seus heróis em desenhos animados exibidos por emissoras de TV.

Quando a Marvel Comics e a Marvel Productions foram adquiridas pela New World Entertainment em 1986, os horizontes do quadrinista foram se expandido ainda mais.

Lee teve a oportunidade de se envolver mais profundamente na criação e desenvolvimento de filmes e seriados. Ele constantemente fazia aparições nas produções do estúdio.

“Meu pai amou todos seus fãs. Ele era o melhor homem e o mais decente”, comentou a filha do editor, Joan Celia Lee.

Assista às participações de Stan Lee no cinema:

]

Stan Lee em foto de 2002 — Foto: Reed Saxon/AP

Continue lendo

Cinema

‘Avatar’: 4 sequências do filme de James Cameron têm títulos revelados

‘The Way of Water’, primeira continuação, tem previsão de estrear em dezembro de 2020 com Kate Winslet no elenco.

Publicado em

Do G1
Cena de 'Avatar' — Foto: Divulgação

O filme “Avatar”, que bateu o recorde mundial de bilheteria em 2009, ganhará quatro sequências e os títulos foram revelados nesta sexta-feira (2) pela BBC News.

De acordo com matéria publicada nesta semana, a BBC conta que teve acesso a documentos sobre os filmes. Os nomes da franquia de James Cameron serão: “Avatar: The Way of Water”, “Avatar: The Seed Bearer”, “Avatar: The Tulkun Rider” e “Avatar: The Quest for Eywa”.

Os filmes estão em produção desde 2017 e James Cameron já havia revelado que o segundo longa vai explorar os oceanos de Pandora.

Parte do elenco retornará para as continuações, como Zoe Saldana, Sam Worthington e Sigourney Weaver. Eles ganharão reforço das atrizes Kate Winslet e Oona Chaplin e do ator neozelandês Cliff Curtis.

“Avatar 2” tem previsão de estreia em 18 de dezembro de 2020. As sequências virão em 2021, 2024 e 2025. Os roteiros serão do próprio Cameron, juntamente com Josh Friedman, Rick Jaffa, Amanda Silver e Shane Salerno.

Continue lendo

Cinema

Filme ‘Gladiador’ vai ganhar continuação

Diretor e produtor Ridley Scott começou a desenvolver a sequência. Roteiro será de Peter Craig.

Publicado em

Do G1
Cena do filme 'Gladiador', com Russell Crowe, lançado em 2000 — Foto: Divulgação

O diretor e produtor Ridley Scott começou a desenvolver “Gladiador 2”, sequência do drama épico lançado em 2000. O roteiro será escrito por Peter Craig (“Jogos Vorazes” e “Top Gun: Maverick”).

O novo filme contará a história de Lucius, filho de Lucilla (Connie Nielsen) e sobrinho de Commodus (Joaquin Phoenix), salvo pelo general Maximus (Rossell Crowe) no primeiro longa. O diretor também pretende trazer de volta o personagem de Maximus e já negocia com Crowe.

“Gladiador” foi sucesso de bilheteria e crítica em sua estreia e ganhou 5 Oscars em 2001, inlcuindo melhor filme e a estatueta de melhor ator para Crowe.

O projeto ainda está em fase de desenvolvimento pela produtora do próprio diretor, a ScottFree Productions e ainda não tem data para ser lançado.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas