Fique conectado

Cinema

Homens de Preto Internacional: Tessa Thompson revela fala que se recusou a dizer no filme

Atriz também exaltou importância da franquia ter uma protagonista negra.

Publicado em

249

Foto: Sony / AdoroCinema

MIB: Homens de Preto – Internacional, continuação da franquia de sucesso, traz um quê de nostalgia para os fãs da saga. Mas Tessa Thompson não quis que tivesse em excesso. Tanto que a atriz se recusou a dizer uma fala no filme.

Thompson interpreta M, uma mulher que passou sua vida procurando a organização secreta depois de testemunhá-los neutralizar a memória de seus pais quando criança. Depois que ela veste o traje de agente, o público provavelmente espera ouvi-la dizer: “Eu faço isso aqui ficar bonito”, uma fala do Agente J, personagem interpretado por Will Smith no primeiro filme. Apesar de a fala não estar no roteiro, o diretor F. Gary Gray sugeriu que ela dissesse isso. Entretanto, a atriz se recusou.

“Eu não teria dito isso. Na verdade, acho que alguém me pediu — como opção — e eu disse não”, disse Thompson ao The Hollywood Reporter com uma risada. “M é diferente daquele personagem . Sim, eu estava realmente consciente de muita nostalgia”, continuou.

“Para ser honesta, uma coisa legal sobre revisitar os filmes 22 anos depois é que você pode fazê-los com uma sensibilidade moderna — e eu não quero dizer melhor efeitos visuais, embora isso seja legal também. Quero dizer, a sensibilidade moderna agora, e o tempo que estamos, permitiria a uma mulher como eu encabeçar um filme de estúdio como este, e acho que isso é impactante. Certamente introduz toda uma nova geração, uma geração de jovens mulheres e jovens meninos, que podem seguir uma protagonista que se parece comigo. Eu acho que isso significa alguma coisa. Então, essa foi definitivamente uma razão convincente, e eu acho que é algo novo, fresco e não nostálgico. Simplesmente não existia há 20 anos e estou feliz que isso aconteça agora”, completou ela.

Estrelado por Thompson e Chris Hemsworth, MIB: Homens de Preto – Internacional está em cartaz nos cinemas.

Cinema

Novo O Rei Leão divide opiniões de críticos de cinema nos EUA

Filme dirigido por Jon Favreau não empolgou a imprensa norte-americana. Estreia em 18 de julho no Brasil.

Publicado em

Do Metrópoles
Foto: DISNEY/DIVULGAÇÃO

O remake de O Rei Leão, realizado pela Disney com animação fotorrealista, já foi visto por vários críticos de cinema nos Estados Unidos. A uma semana da estreia, o filme inspirado no desenho de 1994 parece não ter empolgado os especialistas. Com direção de Jon Favreau (Mogli, Chef e papel de Happy no Universo Cinematográfico Marvel), estreia no Brasil em 18 de julho, um dia antes do lançamento por lá.

Um bom indicativo é a nota média dos sites Rotten Tomatoes e Metacritic, que agregam opiniões e avaliações dos principais nomes da imprensa cultural dos EUA. No primeiro, a aprovação parou em 57% até a publicação desta matéria. No segundo, o filme atraiu 55 de 100 pontos possíveis.

Apesar da óbvia filiação do novo O Rei Leão à onda de clássicos revisitados em live action, a Disney e a imprensa estrangeira têm evitado o termo, já que a participação de atores na produção se restringiu à dublagem dos animais.

Bilheterias

Candidato a registrar uma das maiores bilheterias de 2019, O Rei Leão deve estrear nos EUA com arrecadação variando entre US$ 150 milhões e US$ 170 milhões, de acordo com analistas de Hollywood. Outros remakes recentes da Disney também tiveram recepção moderada da crítica, mas se provaram imunes a resenhas negativas nas bilheterias.

Aladdin, mais recente da safra de animações revisitadas, marcou 57% no Rotten Tomatoes e 53 no Metacritic. Acumula US$ 925 milhões mundialmente. Por outro lado, Dumbo foi mal avaliado (46% no RT e 51 no Meta) e patinou nas bilheterias, com US$ 351 milhões.

Continue lendo

Cinema

‘O Rei Leão’ terá Iza e Ícaro Silva dublando Nala e Simba

Cantora dubla personagem que tem Beyoncé na voz original e ator assume o posto de Donald Glover. Refilmagem do desenho da Disney estreia em 18 de julho no Brasil.

Publicado em

Do G1
Ícaro Silva e Iza — Foto: Divulgação/Caroline Lima

Iza e Ícaro Silva foram anunciados nesta quinta-feira (27) entre os dubladores dos personagens de “O Rei Leão”, refilmagem do desenho da Disney.

Ela será Nala, dublada por Beyoncé no original, e ele fará a voz de Simba, assumindo o posto de Donald Glover. A lista também tem nomes como João Acaiabe (Rafiki), Graça Cunha (Sarabi) e Robson Nunes (Kamari).

O filme estreia no Brasil no dia 18 de julho, com a mesma história da animação lançada em 1994, mas em uma versão realista.

“O Rei Leão é um filme que marca emocionalmente todo mundo que assiste pela primeira vez. Foi uma grande emoção poder dublar a Nala e participar dessa nova versão”, explicou Iza.
“Quando me ligaram para contar que eu tinha sido escolhido para dublar o Simba eu fingi naturalidade, mas na verdade eu estava chorando de felicidade”, contou Ícaro.

Continue lendo

Cinema

Animação de ‘Velozes e Furiosos’ ganha primeiro teaser

Publicado em

Agência Estado

DreamWorks divulgou nesta quinta-feira, 13, o primeiro teaser de Fast & Furious: Spy Racers, a animação de Velozes e Furiosos. A produção, que ainda não tem data de estreia definida, estará disponível na Netflix.

O título da série já aparece no catálogo da plataforma de streaming, mas sem muitos detalhes.

A empresa define o gênero da produção como “programa infantis” e “desenhos animados”. Há também uma breve sinopse.

“Aventuras não faltam quando um grupo de adolescentes se infiltra em uma liga de corridas de elite controlada por uma organização que quer dominar o mundo”, descreve a Netflix.

O teaser não diz muito, mas já aquece os motores para as próximas novidades da série. Confira abaixo:

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas