Fique conectado

Famosos

Ator João Carlos Barroso morre aos 69 anos

Ator lutava contra um câncer. Amigos e familiares lamentam morte nas redes sociais.

Publicado em

705

O ator João Carlos Barroso — Foto: Globo/Estevam Avellar

O ator João Carlos Barroso morreu nesta segunda-feira (12), aos 69 anos. Ele lutava contra um câncer.

João Carlos de Albuquerque Melo Barroso nasceu em 28 de fevereiro de 1950, no Rio de Janeiro. Sua estreia na TV aconteceu em 1965 na série “Rua da Matriz”. Em seu currículo, o ator tem dezenas de novelas como “Roque Santeiro”, “Estupido cupido”, “O Bem amado”, “Pecado Capital”, “Pedra sobre pedra”, entre outras.

No cinema, estrelou filmes como “A espada era a lei” (1963) e “O pistoleiro” (1976). Entre seus trabalhos mais recentes estão as inúmeras participações no humorístico “Zorra“ além da novela “Sol Nascente”, onde interpretou o delegado Mesquita.

Em gravação do “Zorra”: Os personagens Figueira (Felipe Wagner), Jim (Anderson Oliveira) e Sampaio (João Carlos Barroso) — Foto: TV Globo/ Estevam Avellar

Uma sobrinha do ator compartilhou uma mensagem homenageando o tio. “O céu está em festa aguardando a sua chegada hoje ao som de Dire Straits, com muito futebol, cantoria e sorrisos! A saudade é eterna e você mora pra sempre em nossos corações! Te amo infinito.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

Descanse em paz tio querido! Pessoa mais bondosa e carinhosa que já conheci, tanto amor pela família que não cabia em você, você sempre se preocupou antes com os outros e com você por último né? Obrigada pela sua generosidade de alma, pelos seus sorrisos largos, abraços e pelo seu imenso carinho! Tão carismático mas tão tímido, tinha vergonha de andar por aí pois toda hora era parado por algum fã hahaha e ficava todo vermelho! Tão querido, um artista exemplar que é raro de se ver hoje em dia. Minha paixão por azul e verde devo a você, me lembro eu bem pequena na sua casa eu adorava suas coleções e decorações tudo azul e verde! Eu sempre falava quero ser atriz, me leva com você e nunca deixou, mas me levou pra passear na cidade cenográfica e nunca esqueci desse dia! Recentemente você estava cantando, fazendo aulas e estava muito feliz, isso é o que importa no final de tudo! O céu está em festa aguardando a sua chegada hoje ao som de Dire Straits, com muito futebol, cantoria e sorrisos! A saudade é eterna e você mora pra sempre em nossos corações! Te amo infinito ❤️❤️❤️❤️❤️🙏🏽🙏🏽🙏🏽🙏🏽🙏🏽 #joãocarlosbarroso #rip #love

Uma publicação compartilhada por Sigaguiga (@sigaguiga) em

Tássia Camargo, que trabalhou com o ator em “Pão Pão, Beijo Beijo” e “Salvador da Pátria”, prestou homenagem ao ator em sua rede social.

“Sempre brincava com ele dizendo, você não envelhece menino??!!! Ele sempre sorria com sua gentileza de sempre. Um homem do bem e com grande humor. Que a família sinta-se abraçada. Barrosinho aí está melhor que aqui. Quando eu chegar vamos rir muito. Saudade e até já.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Ontem com o dia cheio não vi nada. Hoje ao acordar mais uma perda. O Barrosinho como era chamado. João Carlos Barroso foi-se tão cedo. Grande amigo e ator. Trabalhamos juntos nas novelas “Pão Pão, Beijo Beijo” e “Salvador da Pátria”, mas nossa amizade não ficava aí. Organizava com o Cosminho, o Cosme dos Santos, jogos de futebol dos artistas. De homens e mulheres. Viajávamos nestas aventuras juntos. Sempre brincava com ele dizendo, você não envelhece menino??!!! Ele sempre sorria com sua gentileza de sempre. Um homem do bem e com grande humor. Que a família sinta-se abraçada. Barrosinho aí está melhor que aqui. Quando eu chegar vamos rir muito. Saudade e até já 😔💔🌹👏👏👏👏👏

Uma publicação compartilhada por Tássia Camargo (@tassiacamargo) em

A atriz Alcione Mazzeo e o apresentador Zeca Camargo, assim como outros amigos de João Carlos Barroso, também prestaram homenagens pelas redes sociais.

Entretenimento

Morre Marie Fredriksson, vocalista da dupla Roxette

Ela lutava há 17 contra um câncer no cérebro.

Publicado em

Do Metrópoles
BRIAN RASIC/WIREIMAGE
BRIAN RASIC/WIREIMAGE

Marie Fredriksson, vocalista da banda Roxette, morreu nesta segunda-feira (09/12/2019), após 17 anos de uma batalha contra o câncer de cérebro. Ela tinha 61 anos.

A cantora foi diagnosticada em 2002 com um grave tumor. O tratamento foi agressivo. No entanto, Marie sofreu alguns danos permanentes no cérebro, perdeu a capacidade de ler, contar, a visão no olho direito e teve os movimentos do lado direito de seu corpo afetados.

Em 2009, ela conseguiu retornar aos palcos. O trabalho resultou em novos álbuns e turnês. Porém, em 2016, os médicos de Marie a aconselharam a parar de trabalhar nos palcos e se concentrar em sua saúde.

Roxette foi uma dupla de música pop rock sueca formada por Marie Fredriksson e Per Gessle. A dupla alcançou sucesso mundial entre o fim dos anos 1980 até meados da década de 1990, período em que tiveram dezenove singles no top 40 da Inglaterra, como The Look, Listen to Your Heart, It Must Have Been Love e Joyride, segundo informações do R7.

Ao todo, a banda gravou 11 discos, sendo Good Karma, de 2016, o mais recente.

Continue lendo

Entretenimento

Humorista Evandro Santo pede R$ 60 mil de indenização por agressão em Marília

Agressão teria ocorrido após uma apresentação na cidade. No processo, advogados do comediante pedem indenização por danos morais ao agressor e o pai dele.

Publicado em

Do G1
Evandro Santo, ex-Pânico, registrou boletim de ocorrência por agressão em show realizado em Marília — Foto: Facebook/Reprodução

Evandro Santo, ex-Pânico, registrou boletim de ocorrência por agressão em show realizado em Marília — Foto: Facebook/Reprodução

O humorista Evandro Santo entrou com uma ação na Justiça com pedido de indenização por danos morais no valor de R$ 60 mil pela agressão que teria sofrido em outubro deste ano, após uma apresentação em Marília (SP).

Na ação, os advogados do comediante pedem que o suspeito da agressão, que teria dado um soco no rosto de Evandro e o pai dele, que teria incentivado a agressão, paguem R$ 30 mil cada de indenização por danos morais.

“Trata-se de ação de indenização por dano moral decorrente de homofobia, consistente em um soco na região da boca e do nariz, cometida pelo primeiro requerido, incentivado por seu genitor, segundo requerido, contra o autor, figura pública”, consta na denúncia.

Após ser agredido em Marília, Evandro Santo, ex-Pânico, registra B.O por lesão corporal e homofobia — Foto: Lucas Alves/Divulgação

Após ser agredido em Marília, Evandro Santo, ex-Pânico, registra B.O por lesão corporal e homofobia — Foto: Lucas Alves/Divulgação

No processo, os advogados também reforçam que a indenização não visa reparar a dor do episódio sofrido por Evandro, mas obter um valor que amenize o sofrimento provocado.

A ação foi ingressada na Justiça na tarde de terça-feira (26) e distribuída na 11ª Vara Cível em São Paulo e será julgada pela juíza Gisele Valle Monteiro da Rocha.

Entenda o caso
Evandro Santo, ator conhecido pelo seu personagem Christian Pior, postou uma foto com o rosto inchado nas redes sociais, em outubro deste ano, e relatou ter sido vítima de homofobia após um show de comédia que apresentou em uma casa noturna de Marília.

“Esta não é uma foto bonita e nem legal. Esta foto mostra o quanto devemos ter cuidado com pessoas com aparência “normal”, porque o ódio e a homofobia não tem cara.”

O agressor teria participado, minutos antes, de um quadro do show onde ganhou um selinho do humorista. Um vídeo divulgado pela assessoria de Evandro mostra o momento do “beijo” e os aplausos da plateia.

“Ele super aceitou bem, fez o Tinder, ganhou um selinho meu, deu risada assim como a moça ganhou um meu e deu risada. Saiu do palco de boa”, escreveu o ator na época.

No entanto, depois que o show acabou, o ator conta que foi surpreendido ao sair do banheiro e levou um soco no rosto, do rapaz que havia participado do show. Além disso, o comediante disse que foi chamado de “viado”.

Por causa disso, a assessoria informou que o artista foi até a delegacia de Marília para registrar um boletim de ocorrência, mas recebeu a notícia de que teria que esperar quatro horas.

Assim, ainda segundo a assessoria, como o ator tinha compromissos em São Paulo, decidiu não aguardar e fazer o BO na capital, além de processar os envolvidos por homofobia e danos morais.

O boletim de ocorrência registrado em São Paulo, na Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), ligada ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), relata os crimes de lesão corporal e homofobia, situação que passou a ser criminalizada com base na lei de racismo por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Continue lendo

Entretenimento

Morre o humorista Rapadura, do programa A Praça é Nossa

Charles Guttenberg estava internado na UTI de um hospital de São Paulo.

Publicado em

Do Metrópoles
REPRODUÇÃO

O humorista Charles Guttenberg, conhecido como Rapadura, morreu na tarde desta terça-feira (26/11/2019) em um hospital de Jundiaí, no interior de São Paulo. Famoso por participar do programa A Praça é Nossa, no SBT, o artista estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com o programa Tricotando, da RedeTV”, Rapadura passou por uma operação no intestino, mas teve complicações e chegou a óbito. O motivo pelo qual o artista estava internado não foi informado.

Pelas redes sociais, o sobrinho do humorista, Alisson Bruno, publicou uma mensagem de luto. “Acabei de perder meu tio. Para sempre vou te amar”, escreveu.

Marcelo Beny, conhecido como Bananinha e companheiro artístico de Rapadura, também lamentou a morte. “Com muita tristeza que comunico o falecimento de um parceiro que trabalhou por muito anos lado a lado”, disse.

Rapadura estreou no programa de humor do SBT em 2004 com Dedé Santana. Logo em seguida, a dupla ocupou os domingos da emissora com o Dedé e o Comando Maluco.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas