Cantor Cee Lo Green é acusado de agressão sexual, diz site

Segundo o TMZ, músico ‘está convencido de que não fez nada de errado’.
Mulher teria feito relato do caso à polícia de Los Angeles

O cantor Cee Lo Green (Foto: Reuters)

O cantor Cee Lo Green foi acusado de agressão sexual. A informação foi publicada nesta terça-feira (30) pelo TMZ. Segundo o site de celebridades, no entanto, o músico “está convencido de que não fez nada de errado”.

A reportagem informa que uma mulher relatou o incidente à polícia de Los Angeles. Citando fontes não identificadas, diz ainda que o policiais visitaram um restaurante na área central da cidade, que estaria relacionado ao caso, buscando informações com funcionários e com a gerência. Não está claro, porém, se a suposta agressão ocrreu, de fato, no estabelecimento. Também não foi divulgada a identidade da mulher nem a data do episódio.

Ao TMZ, Cee Lo teria negado “categorigamente qualquer conduta ilegal”. “Nada jamais aconteceu lá ou em qualquer outro lugar”, afirmou ele ao site. Ele alega não ter visitado o restaurante nos últimos três meses. O site informa, por fim, que a investigação está no princípio e que não foi registrada nenhuma acusação – o caso ainda não foi encaminhado à promotoria.

Atualmente, Cee Lo Green, que se chama na verdade Thomas DeCarlo Callaway, trabalha como jurado da versão americana do programa The Voice. Dentre seus colegas de bancada, estão Christina Aguilera e Adam Levine, do Maroon 5. Cee Lo, 38, apresentou-se no Brasil em maio passado, dentro do festival Sónar.

#MAIS LIDAS DA SEMANA