Atriz Cleo Pires se lança como cantora e compositora

Filha e enteada de cantores, Cleo pondera em relação as referências recebidas do pai e padrasto.

Cleo Pires vai seguir os passos do pai, Fábio Jr., e se lançar como cantora em um CD com músicas totalmente escritas por elas. Além disso, a irmã de Fiuk decidiu tirar o sobrenome artístico da mãe, Gloria Pires. “Sempre quis ser chamada apenas como Cleo. Gosto muito do meu nome e da sonoridade dele, acho um nome forte. Gosto de nomes curtos e sem sobrenomes”, explicou para o colunista Bruno Astuto, da revista “Época”. “Inclusive, quando tinha 12 anos, dei uma entrevista e falei exatamente isso, que queria ser conhecida como Cleo”, recordou a atriz que já havia ironizado sobre a retirada do sobrenome Pires.

Em seu CD de estreia, produzido por Guto Guerra, a enteada de Orlando Morais contou que a falta de tempo atrasou sua dedicação à música. “É uma paixão antiga que sempre quis explorar. Sempre amei cantar e tudo que é relacionado a música, porém, com os projetos na TV e cinema, não encontrava tempo para me dedicar como gostaria”, explicou. A ex-namorada de Rômulo Neto, que mantém tatuagem em sua homenagem, acrescentou: “Não quero me fechar num único gênero, não tenho um único estilo que desejo seguir. Todas as músicas estão sendo criadas a partir de textos meus totalmente novos e também alguns que escrevi há anos”.

Filha e enteada de cantores, Cleo pondera em relação as referências recebidas do pai e padrasto. “Estamos sempre absorvendo influências externas. As referências que eles me passaram foram muito mais voltadas para a paixão pela música, do que num estilo em si”, indicou ela, dona de declarações polêmicas. “Fiz aulas de piano e violão, mas não segui adiante por causa da carreira de atriz. Mas minha vida foi sempre permeada por música”, acrescentou a atriz, apontada como affair de Dado Dolabella.

#MAIS LIDAS DA SEMANA