Fique conectado

Música

Compadre Washington sofre assalto, fica ferido e é internado

Publicado em

322

Compadre Washington sofre assalto, fica ferido e é internado

O cantor Compadre Washington, 54 anos, um dos vocalistas do É o Tchan!, sofreu um ferimento na cabeça após um assalto na madrugada desta segunda-feira, 20, na Rua da Consolação, no centro de São Paulo. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e, até o fim da manhã desta segunda-feira, 20, permanecia internado no Hospital das Clínicas, no centro da cidade. A assessoria de imprensa do hospital diz que ele está em observação no pronto-socorro e que seu quadro é estável.

O assalto ocorreu às 2h20, segundo a Polícia Civil. O músico havia participado, com seu grupo, de um show no palco Brega da Virada Cultural deste ano, que havia terminado às 18h.

A Secretaria Estadual da Segurança Pública informou que o cantor estava com um casal quando foram abordados por quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, que disseram estar armados e anunciaram o assalto. Uma dessas pessoas empurrou o cantor, que caiu e bateu a cabeça. Todos os criminosos conseguiram fugir da Polícia Militar, que chegou na Consolação depois de Compadre Washington já ter sido socorrido.

O caso foi registrado como tentativa de roubo no 78º Distrito Policial (Jardins).

Facada

Em outro caso de violência ma Virada, um italiano foi esfaqueado na região da Praça da República. Ele foi hospitalizado e passa bem. Os assaltantes foram presos.

Famosos

Roberto Leal, cantor português, morre aos 67 anos em SP

Cantor, conhecido pelas músicas ‘Arrebita’ e ‘Bate o pé’, estava internado havia 5 dias no Hospital Samaritano e morreu em decorrência de insuficiência renal causada por tumor.

Publicado em

Do G1
Roberto Leal — Foto: Divulgação/Blog oficial/vasco.com.br

O cantor português Roberto Leal morreu na madrugada deste domingo (15), em São Paulo, aos 67 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Samaritano, onde o cantor estava internado. Ele ficou conhecido pelas músicas “Arrebita” e “Bate o pé”.

O cantor deixa a mulher, Márcia Lúcia, e três filhos.

A morte ocorreu devido a um melanoma maligno (tumor) que evoluiu, atingindo o fígado e causando síndrome de insuficiência hepato-renal. O cantor fez tratamento contra o câncer por dois anos. Segundo a assessoria de imprensa do cantor, Leal foi internado no hospital na última terça-feira (10).

O velório será na segunda-feira (16) na Casa Portugal, das 7h às 14h. O enterro será à tarde, no Cemitério de Congonhas, na Zona Sul da capital paulista, informou o empresário do cantor há mais de 40 anos, José Sá.

“A luta era uma luta feroz, ia fazer três anos que ele lutava. Começou na vista passou para a perna, coluna e depois descobrimos que tomou o corpo”, explicou o empresário, em relação ao tumor.

“Nós mantínhamos a agenda normal. Nesses três anos cancelamos 6 shows que ele teve que ficar no hospital. A cada 15 dias ele vinha, segunda e terça e depois tocava a agenda”, disse o empresário.

Roberto Leal morava na capital paulista havia alguns anos.

Benfica e Brasil

O filho mais velho do cantor, Rodrigo Leal, falou da paixão do pai pelo time de futebol português Benfica e pelo Brasil.

“Ele falava que o artista nunca pode falar a camisa do futebol que ele torce, nem a religião que tem. Ele era muito autêntico, muito católico e em Portugal ele tinha uma paixão, que era o Benfica. No Brasil torcíamos pelos times da nossa colônia, a Portuguesa de Desportos e o Vasco da Gama, no Rio de Janeiro. Ele sempre vibrava muito com o Benfica, era nossa desforra como a gente aqui não conseguia ser campeão com a Portuguesa, com o Benfica lá tinha isso quase todos os anos, era uma das paixões que ele tinha”, disse.

A última coisa que conversaram, conta Rodrigo, foi sobre um jogo do Benfica. “Papo de pai e filho para animar, sabe. Ele estava muito sereno, deitadinho. Eu falei pra ele que o Benfica ganhou, em casa, de 2 a 0, ele era benfiquense roxo. Se tinha uma coisa que ele parava para fazer no final de semana, quando não tinha show, era ver o Benfica. Ele era autenticamente português”, disse.

Mas o amor de Roberto Leal era pelo Brasil.

“O Brasil, aquilo que eu te falei, é verdade. Eu faço um desafio de quantos artistas tiveram essa atenção, esse carinho no país dos outros. Portugal chama ele de português brasileiro. E ele tem uma música que diz isso, ‘sou português brasileiro’. Ele era um cara que se apaixonou pelo Brasil de verdade. Se você pegar a discografia do meu pai você vai ver isso. Ele gravou no Maranhão, Recife, Piauí, São Paulo, etc. Se você for procurar dentro da discografia dele, vai ver que ele se deixou misturar. Essa é a grande obra artística dele”, contou.

No final de 2014, o compositor lançou o álbum ‘Obrigado, Brasil!’ — Foto: Divulgação

Carreira

Em 45 anos de carreira, Roberto Leal vendeu mais de 17 milhões de discos e gravou mais de 400 músicas. Entre elas, também estão faixas como “Bate o pé” e “A festa ainda pode ser bonita”.

Nascido em Macedo de Cavaleiros, no norte de Portugal, o cantor se mudou para o Brasil aos 11 anos, com os pais e nove irmãos. Em São Paulo, trabalhou como sapateiro e vendedor em uma feira.

Em 1978, protagonizou o filme “O milagre – O poder da fé”, inspirado em sua própria história.

No final dos anos 80, voltou a morar em Portugal para se dedicar ao mercado musical europeu. Nesse período, comandou um programa na TV do país.

Mais de 20 anos depois do lançamento de “Arrebita”, a popularidade do cantor ganhou vida nova quando, em 1995, os Mamonas Assassinas lançaram “Vira-vira”, que satiriza músicas dele.

Em entrevistas, Leal costumava dizer que se sentia homenageado pelo grupo.

Retornou ao Brasil em 1998 e, dois anos depois, lançou o disco “Roberto Leal canta Roberto Carlos”. Seguiu produzindo discos e coletâneas. O último, “Arrebenta a festa”, saiu em 2016.

Em 2018, foi candidato a deputado estadual de São Paulo pelo PTB, mas não conseguiu se eleger.

Continue lendo

Entretenimento

Após diminuir shows, Gusttavo Lima se matricula em faculdade de música

O goiano realizará seus estudos a distância em uma faculdade particular.

Publicado em

Do Metrópoles
REPRODUÇÃO / INSTAGRAM

Muitas novidades para os fãs de Gusttavo Lima. Após o cantor anunciar que fará menos shows em 2020, na noite de quarta-feira (28), o sertanejo revelou que vai começar a fazer faculdade de música.

“Ah, bebê, fala comigo. Olha aqui ó. O cantor agora vai fazer faculdade de música. De verdade mesmo, eu estou apaixonado. Livro com força, agora vou conciliar minha agenda de shows com a minha família. É uma coisa que eu sempre amei, que é a música. E agora vou me especializar de verdade nisso. Para poder ter mais um pouco de conhecimento”, revelou o cantor em seu Instagram.

Com muito entusiasmo, o sertanejo ainda contou: “Agora para frente vocês vão me ver estudando para frente, para cima, para baixo, para os lados. Nos intervalos dos shows. O que eu vou fazer?! Especialização em estúdio, especialização em programas de gravação e especialização em partitura”.

Por fim, o cantor desabafou revelando sobre como era sua vida musical no início. “O pouco que eu sei de música, eu aprendi na raça. Por influência da família e do meu pai. Nunca tive a oportunidade de estudar música. E agora eu quero, e é isso que eu faço, então quero me especializar nisso. Começa uma grande etapa na minha vida e aplicando isso nas minhas músicas e trabalhos, com certeza vai ser um diferencial’, revelou Gusttavo.

Continue lendo

Entretenimento

VÍDEO: Luan Santana compra todas as rosas em show de Bauru e vendedor agradece

O vendedor, um pai de família, gravou um vídeo para agradecer o gesto.

Publicado em

Do G1

O cantor Luan Santana fez um belo gesto ao ver um vendedor de rosas em seu show em Bauru (SP): comprou todas as flores e as distribuiu aos fãs.

O vendedor, um pai de família, gravou um vídeo para agradecer o gesto, e Luan divulgou as imagens em seu Instagram, no domingo (12).

“Eu estou há dez anos atrás de você. Sempre estou no meio dos seus shows. Muito obrigado. Que Deus te abençoe, por parte de um pai que está batalhando o pão de seu filho no Dia dos Pais”, disse o vendedor, caracterizado como Carlitos, o personagem de Charles Chaplin.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas