“Não acredito que perdi por essa história”, diz Dhomini sobre cão

Segundo ele, a história foi apenas mais um dos “causos” que ele gosta de contar.

Dhomini saiu com 54% dos votos em disputa contra Anamara (Reprodução/TV Globo)

Segundo eliminado do “BBB13”, Dhomini se disse surpreso com a repercussão negativa de sua declaração de que teria arrancado os dentes de um cachorro fora da casa.

“Não acredito que perdi essa p**** por causa dessa história”, disse o brother em conversa com jornalistas na noite desta terça-feira (22).

Segundo ele, a história foi apenas mais um dos “causos” que ele gosta de contar. “Pensa num caboclo que gosta de contar histórias, tipo o Guimarães Rosa. Esse sou eu. Contei essa história só pra acalmar o Yuri, que é muito explosivo”, afirmou.

Campeão do “BBB3”, Dhomini foi eliminado com 54% dos votos. Indicado ao paredão pelos colegas com seis votos, ele deixou a casa na disputa contra a também veterana Anamara, indicada pelo líder Ivan.

Outra frase polêmica do veterano dentro do programa, de que faz sexo com sua esposa diante dos filhos, também rendeu comentários.

“Faço até hoje. O que as pessoas têm a ver com isso?”, questionou. “O berço fica ao lado da cama”, completou.

Grávida de cinco meses de uma menina, a esposa, Adriana, aguardava o brother da saída da casa. Em entrevista ao UOL nesta terça, ela afirmou que a menina já tem nome: Valentina, escolhido pela filha mais velha de Dhomini.

“Vou ver se ela concorda em colocar Anamara”, disse rindo.

“BBB Vai e Volta
Dhomini afirmou ainda que estava confiante de que permaneceria na casa do “BBB13”, contando com sua vitória na terceira edição.

“Sempre acreditei que campeão não sai no paredão”, afirmou. “Fui treinado para correr atrás dos meus objetivos”.

No último domingo, o diretor do programa, Boninho, revelou que fará o “BBB Vai e Volta”, dando a entender que os participantes eliminados poderiam voltar para a atração. Questionado se retornaria para a disputa do prêmio, Dhomini não pensou duas vezes: “Claro, por R$ 1,5 milhão!”

Ele também negou que tenha gastado todo o prêmio de R$ 500 mil na época em que sagrou-se campeão.

“Nunca disse isso . Só fiz alguns negócios errados”, confessou. “A minha casa é fruto do prêmio”, disse.

Fora da casa, Dhomini acredita no potencial de Yuri como o grande jogador desta edição.

“Antes era eu, mas agora ficou o Yuri. A troca do Bambam me f****. O Yuri é mais forte”, afirmou. O veterano também revelou que se identificou com Anamara, devido aos “traços de sofrimento que compartilham”.

Ao final da entrevista, Dhomini comparou os tipos de aparelhos celulares de 2003, quando foi campeão do “Big Brother Brasil”, e os de 2013, fazendo referência às mudanças ocorridas nesses dez anos.

“Meu celular custa R$ 80. Talvez eu também esteja obsoleto”, afirmou.

Polêmica
De volta à casa dez anos depois de sua primeira participação, Dhomini causou polêmica. Na sexta-feira, ele declarou aos colegas que teria arrancado os dentes de um cão com um machado.

Por causa da frase, o participante foi investigado pela polícia de Goiás. A história já foi desmentida pelo próprio no programa, mas continua repercutindo nas redes sociais. Na manhã desta terça-feira, o delegado responsável pelo caso afirmou que pediria o arquivamento do inquérito por entender que não houve crime.

Ex-BBBs
Anamara e Dhomini são dois dos seis ex-participantes que voltaram ao reality show nesta edição ao lado de Fani, Natália, Eliéser e Yuri, que substitui Kleber Bambam após sua desistência.

Sexta colocada do “BBB10”, Anamara ficou conhecida tanto pela sensualidade na casa quanto pela língua afiada, que a colocou em brigas históricas com colegas da casa, como Lia e Elenita. Após participar do programa, perdeu o emprego de policial militar que tinha antes de entrar na casa.

#MAIS LIDAS DA SEMANA