Campeão do ‘MasterChef’ devolve dinheiro de financiamento coletivo após críticas

Leonardo Young desistiu da campanha, mas contou que o projeto da hamburgueria ‘Zebeléo’ ainda está mantido.

Leonardo Young, campeão do 'MasterChef Brasil', desistou da campanha de financiamento coletivo para abrir hamburgueria após críticas (Foto: Divulgação)
Leonardo Young, campeão do ‘MasterChef Brasil’, desistou da campanha de financiamento coletivo para abrir hamburgueria após críticas (Foto: Divulgação)

Leonardo Young, vencedor da terceira temporada do “MasterChef Brasil “, desistiu da campanha de financiamento coletivo para abrir a hamburgueria Zebeléo, em São Paulo, em sociedade com Bel Pesce e Zé Soares. A decisão, segundo o empresário, foi tomada após a polêmica em torno do projeto.

“A campanha de financiamento coletivo será descontinuada e iremos devolver integralmente os valores já arrecadados. Agradecemos o incentivo e apoio das inúmeras pessoas que se identificaram com o projeto e escreveram mensagens tão bacanas de apoio”, escreveu ele em um post no Instagram nesta sexta-feira (26).

Na quinta-feira (25) eles já havia arrecado R$10.700, cerca de 5% da meta. A ideia era embolsar R$ 200 mil em dois meses para inaugurar o empreendimento ainda este ano. Apesar de voltar atrás com a campanha de financiamento coletivo, o plano de abrir a hamburgueria ainda segue firme e forte. Afinal, um dos sonhos de Leonardo é abrir seu próprio restaurante.

“Temos sede por empreender e o projeto ainda está de pé! Estamos construindo cada detalhe da hamburgueria com muito carinho para em breve lançar a Zebeléo!”, acrescentou. Segundo o campeão do reality da Band, a ideia do financiamento coletivo não teve uma boa aceitação.

Reconhecemos que pecamos ao lançar o projeto sem detalhar os princípios e mecanismos deste tipo de ferramenta. Em tempos que tudo que se fala na internet vira polêmica, fizemos questão de vir aqui esclarecer esse mal-entendido”, esclareceu.

O lançamento do nosso novo projeto, a Hamburgueria Zebeléo, gerou polêmica que ontem tomou conta da internet. O objetivo era utilizar uma ferramenta já consagrada e conhecida mundialmente para a viabilização de negócios com a participação do público de maneira opcional. O financiamento coletivo é uma forma de empreender de maneira colaborativa. Ao invés de arrecadar investimentos da forma tradicional como o financiamento bancário, as pessoas ajudam a viabilizar projetos pelos quais se encantaram em troca de experiências, produtos ou serviços adquiridos antecipadamente. Ponto importante: financiamento coletivo não é e nunca será sinônimo de “vaquinha” ou doações. A intenção era disseminar uma modalidade que pode ser usada por qualquer empreendedor, quebrando paradigmas sobre investimentos no ramo da gastronomia. Reconhecemos que pecamos ao lançar o projeto sem detalhar os princípios e mecanismos deste tipo de ferramenta. Em tempos que tudo que se fala na internet vira polêmica, fizemos questão de vir aqui esclarecer esse mal-entendido e anunciar uma decisão importante: a campanha de financiamento coletivo será descontinuada e iremos devolver integralmente os valores já arrecadados. Agradecemos o incentivo e apoio das inúmeras pessoas que se identificaram com o projeto e escreveram mensagens tão bacanas de apoio. Temos sede por empreender e o projeto ainda está de pé! Estamos construindo cada detalhe da hamburgueria com muito carinho para em breve lançar a Zebeléo!

Uma foto publicada por Leonardo Young | MasterChef (@leo_young_) em


Jurados do ‘MasterChef’ não estão confirmados em 2017

A chef argentina Paola Carosella, que ironizou os comentários da final da terceira temporada do reality, não deve continuar como jurada do ‘MasterChef 2017’ assim como Henrique Fogaça. Paola já demonstrou seu interesse em sair do programa e um dos motivos da desistência de Paolla seria a perda de outros trabalhos profissionais

#MAIS LIDAS DA SEMANA