Fique conectado

Televisão

Ricardo Boechat, jornalista, morre aos 66 anos em queda de helicóptero em SP

Jornalista era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM. Aeronave bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela Rodovia Anhanguera.

Publicado em

1.081

Ricardo Boechat, em foto de março de 2006 — Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo

O jornalista, apresentador e radialista Ricardo Eugênio Boechat morreu no início da tarde desta segunda-feira (11), aos 66 anos, em São Paulo.

O jornalista estava em helicóptero que caiu na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, e bateu na parte dianteira de um caminhão que transitava pela via.

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e colunista da revista IstoÉ. Ele também trabalhou nos jornais “O Globo”, “O Dia”, “O Estado de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e foi comentarista no Bom Dia Brasil, da TV Globo.

Ele ganhou três vezes o Prêmio Esso, um dos principais do jornalismo brasileiro e atuou em alguns dos principais veículos e canais do país.

Boechat estava dando uma palestra em Campinas, no interior do estado, e retornava a São Paulo nesta segunda, de acordo com jornalistas da TV Band.

Ao longo de uma carreira iniciada na década de 1970, esteve jornais como “O Globo”, “O Estado de S. Paulo”, “Jornal do Brasil” e “O Dia”. Na década de 1990, teve uma coluna diária no “Bom Dia Brasil”, na TV Globo.

Bombeiros recolhem peças do helicóptero que caiu na Anhanguera — Foto: TV Globo/Reprodução

Acidente

O chamado de socorro foi feito às 12h14. A queda ocorreu perto do quilômetro 7 do Rodoanel, sentido Castelo Branco. De acordo com a CCR Rodoanel Oeste, que administra o Rodoanel, houve uma terceira vítima com ferimentos, o motorista do caminhão.

Segundo informações iniciais, o helicóptero era do hangar Sales, no Campo de Marte, na Zona Norte da capital paulista, que ficou destelhado após um vendaval nas últimas semanas.

Foram enviadas ao menos 11 viaturas para o local. A Polícia Rodoviária Estadual informou que a alça de acesso do Rodoanel à Rodovia Anhanguera precisou ser interditada. Já a rodovia não teve bloqueio.

Investigadores do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), começaram a investigação, que chamam de “ação inicial da ocorrência envolvendo a aeronave de matrícula PT-HPG”.

A ação inicial é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. Segundo nota, a investigação realizada pelo CENIPA tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram.

Helicóptero prefixo PT-HPG que se acidentou na Anhanguera — Foto: Matheus Herrera/Arquivo pessoal

Caminhão também se envolveu em acidente com helicóptero — Foto: TV Globo/Reprodução

Carreira

Ao longo de uma carreira iniciada na década de 1970, esteve jornais como “O Globo”, “O Estado de S. Paulo”, “Jornal do Brasil” e “O Dia”. Na década de 1990, teve uma coluna diária no “Bom Dia Brasil”, na TV Globo.

O perfil de Boechat no site da Band News FM informa que ele era o recordista de vitórias no Prêmio Comunique-se – e o único a ganhar em três categorias diferentes (Âncora de Rádio, Colunista de Notícia e Âncora de TV). Em pesquisa do site Jornalistas & Cia em 2014, que listou cem profissionais do setor, Boechat foi eleito o jornalista mais admirado. Boechat lançou em 1998 o livro “Copacabana Palace – Um hotel e sua história” (DBA).

Em pesquisa do site Jornalistas & Cia em 2014, que listou cem profissionais do setor, Boechat foi eleito o jornalista mais admirado. Boechat lançou em 1998 o livro “Copacabana Palace – Um hotel e sua história” (DBA).

Ricardo Eugênio Boechat nasceu em 13 de julho de 1952, em Buenos Aires.

Ricardo Boechat, em foto de março de 2006 — Foto: José Patrício/Estadão Conteúdo/Arquivo

Entretenimento

Raul Gil nega boato de morte em vídeo

Apresentador foi mais uma vítima de fake news: ‘Estou mais vivo do que nunca’.

Publicado em

Da Catraca Livre
Raul Gil gravou vídeo desmentindo a notícia de sua morte (Foto: Reprodução/SBT)
Raul Gil gravou vídeo desmentindo a notícia de sua morte (Foto: Reprodução/SBT)

Na última segunda-feira, 2, Raul Gil compartilhou com seus seguidores do Instagram um vídeo em que aparece desmentindo os boatos que surgiram sobre sua morte.

O apresentador do SBT garantiu que tudo não passou de uma fake news, já que o boato que anda circulando é o de que ele estaria no avião que caiu na Serra da Cantareira há um dia, que deixou uma pessoa morta.

“Eu mais vivo do que nunca ”, escreveu na legenda, seguida da gravação: “Oi, minha gente! Olha eu aqui, vivinho, vivinho. Já me ‘mataram’ três vezes! Agora, disseram que eu estava dentro de um avião que caiu na Serra da Cantareira. O avião deve ter caído, mas eu não, estou aqui”, disse.

O filho do veterano, Raul Gil Jr., também compartilhou o vídeo.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Eu mais vivo do que nunca…kkkk #raulgil @programaraulgil

Uma publicação compartilhada por Raul Gil Oficial (@raulgil3) em

Continue lendo

Entretenimento

Morre, aos 60 anos, o apresentador Gugu Liberato

Um dos mais icônicos apresentadores da televisão brasileira faleceu nesta sexta-feira (22/11/2019), em Orlando, nos Estados Unidos.

Publicado em

Do Metrópoles

Gugu Liberato, umas das figuras mais icônicas da televisão brasileira, morreu, nesta sexta-feira (22/11/2019), aos 60 anos, após sofrer uma acidente doméstico, ocorrido nesta quarta-feira (20/11/2019). Ele teria caído de uma altura de quatro metros na casa dele, localizada em Orlando, nos Estados Unidos, ao tentar arrumar o ar-condicionado. Ainda não há informações sobre velório e enterro.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE FALECIMENTO

Este é um momento que jamais imaginamos viver. Com profunda tristeza, familiares comunicam o falecimento do pai, irmão, filho, amigo, empresário, jornalista e apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato (Gugu Liberato), aos 60 anos, em Orlando, Florida, Estados Unidos.

Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro.

Ele sofreu uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão. Foi prontamente socorrido pela equipe de resgate e admitido no Orlando Health Medical Center, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva, acompanhado pela equipe médica local.

Na admissão deu entrada em escala de *Glasgow de 3 e os exames iniciais constataram sangramento intracraniano. Em virtude da gravidade neurológica, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação foi constatada a ausência de atividade cerebral. A morte encefálica foi confirmada pelo Prof. Dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, que após ver as imagens dos exames em detalhes, confirmou a irreversibilidade do quadro clínico diante de sua mãe Maria do Céu, dos irmãos Amandio Augusto e Aparecida Liberato, e da mãe de seus filhos, Rose Miriam Di Matteo.

Ainda não temos detalhes sobre o traslado para o Brasil. Informações sobre velório e sepultamento serão passadas assim que tudo estiver definido.
Ele deixa três filhos, João Augusto de 18 anos e as gêmeas Marina e Sophia de 15 anos.
Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos.
Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente. Fica a saudade, ficam as lembranças – que são muitas – e a certeza que Deus recebe agora um filho querido, e o céu ganha uma estrela que emana luz e paz.

Familiares e funcionários
São Paulo, 22 de novembro de 2019
* Escala Glasgow de 3 – usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais em um paciente.

Gugu Liberato comandava o reality show Canta Comigo, na Record TV. A atual temporada, que termina no dia 4 de dezembro, já foi toda gravada. Ele ainda apresentaria o especial Família Record e o Power Couple.

Gugu Liberato é um dos nomes mais importantes da televisão brasileira. O apresentador é lembrado, principalmente, pelos anos em que passou no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), comandando programas como o Domingo Legal e o Sabadão Sertanejo.

Trajetória
Antônio Augusto de Moraes Liberato nasceu em 10 de abril de 1959, em São Paulo. O começo da carreira na televisão veio pelas mãos de Silvio Santos, que o convidou para trabalhar na emissora. Em 1981, ele comandou o Sessão Premiada. No ano seguinte, Gugu passou a apresentar o Viva a Noite.

Em 1988, após conseguir reverter uma ida de Gugu para a Globo, Silvio Santos promoveu o apresentador para os domingos, quando comandou quadros do Passa ou Repassa e o Roletrando. Nessa época, nas madrugadas de sábado, ele comandava o Sabadão Sertanejo.

No ano de 1993, o apresentador estreou o programa que o levaria ao estrelato: o Domingo Legal. A atração foi a aposta de Silvio Santos para competir com o Domingão do Faustão. Gugu Liberato criou quadros icônicos, como Táxi do Gugu, Gugu na Minha Casa e a Banheira do Gugu.

Gugu Liberato, em 2009, deixou o SBT e foi para Record, onde estreou o Programa do Gugu. A atração não decolou e o apresentador passou por idas e vindas na emissora de Edir Macedo.

Gugu Liberato era casado com Rose Miriam di Matteo, com quem teve três filhos: João Augusto Liberato, Marina Liberato e Sofia Liberato.

Continue lendo

Entretenimento

Assessoria nega morte de Gugu e diz que novo boletim sai na sexta

Segundo o comunicado, o apresentador está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Publicado em

Do Metrópoles

A assessoria de imprensa do apresentador Gugu Liberato emitiu, na noite desta quinta-feira (21/11/2019), um comunicado oficial negando a morte do apresentador. Segundo as informações divulgadas, o astro segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo acompanhado por uma equipe médica local.

No comunicado, a assessoria enfatizou que Gugu Liberato está vivo e informou que, nesta sexta-feira (22/11/2019), será divulgado outro boletim médico, primeiramente à família.

“Assim como todos os familiares, amigos, fãs e profissionais de imprensa, estamos confiantes em sua recuperação e agradecemos as manifestação de apoio”, diz o texto.

Confira a íntegra do comunicado:

Nesta quarta-feira, 20, o apresentador Gugu Liberato sofreu um acidente (uma queda) em sua casa em Orlando e encontra-se internado em observação.

Gugu está na Unidade de Terapia Intensiva e vivo, sendo acompanhado pela equipe médica local. As informações que circulam sobre uma suposta morte do apresentador são inverídicas.

Os familiares de Gugu chegaram a Orlando por volta das 19h30 desta quinta-feira e irão conversar pessoalmente com a equipe médica.

De acordo com os procedimentos do hospital, somente amanhã, sexta-feira, um boletim médico será divulgado primeiramente à família.

Assim como todos os familiares, amigos, fãs e profissionais de imprensa, estamos confiantes em sua recuperação e agradecemos as manifestação de apoio.

Voltaremos a informá-los. Contamos com a compreensão de todos.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas