Cândido-motense enfrenta africanos e frio em mundial na Dinamarca

Bianca Vitória Esquerdo dos Santos, participou no último sábado, dia 30, do Campeonato Mundial de Cross Country.

A atleta de Cândido Mota, Bianca Vitória Esquerdo dos Santos, participou no último sábado (30), do Campeonato Mundial de Cross Country, disputado em Aarhus, na Dinamarca. Ela fez parte da seleção brasileira, comandada pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). A competição reuniu 582 atletas de 67 países e distribuiu US$ 310 mil em prêmios (os campeões individuais levaram US$ 30 mil e as equipes campeãs US$ 20 mil).

Correndo contra os africanos, considerados os melhores do mundo neste esporte, e com um frio de 13 graus, a cândido-motense completou a prova de seis quilômetros em 96º lugar, com o tempo de 26:12, na categoria feminino sub20. A melhor colocação brasileira na categoria foi com a paraibana Maria Lucineida Moreira, que terminou em 83º lugar, com o tempo de 24:43. Jeovana Fernanda dos Santos ficou em 91º, com 25:33, enquanto Letícia Almeida Belo não completou a prova.

Cândido-motense enfrenta africanos e frio em mundial na Dinamarca

A Etiópia terminou em primeiro lugar no quadro de medalhas, com 11 conquistas (5 de ouro, 3 de prata e 3 de bronze), seguida do Quênia, com oito (2, 3 e 3), e de Uganda, com 6 (2, 2 e 2). Por equipes, a medalha de ouro foi para a Etiópia, que somou 17 pontos. Quênia ficou com a prata, com 26 pontos, e o bronze foi para o Japão, com 72.

Nas redes sociais, Bianca destacou a ‘alegria de representar Cândido Mota em uma competição tão importante, e fez questão de agradecer a todos que torcem por ela’. “O melhor pra mim é Deus quem vai mostrar. Quero agradecer a todos por todo apoio e toda torcida. Esse mundial fez toda diferença na minha vida”, disse.

E prosseguiu: “Obrigada Cláudio Castilho pelo trabalho que está sendo feito comigo; aos fisioterapeutas Felipe Summa, Fábio Minutti e Marquinho Trizzi, por todos os tratamentos. Obrigada a CBAt pela oportunidade e a equipe do Iema São Caetano, que me acolheu no momento que precisei. Obrigado ainda aos meus familiares e amigos, por sempre me acompanharem”, agradeceu a cândido-motense.

Ela iniciou na equipe de atletismo do Centro Vocacional ‘Frei Paulino’, com o treinador João Nicolau dos Santos, o ‘Pinguinha’.

#MAIS LIDAS DA SEMANA