Fique conectado

Esporte

Atleta de Paraguaçu irá participar do Mundial de Natação Júnior na Hungria

O paraguaçuense Davi Mourão, hoje Corinthians, integra a seleção brasileira juvenil e competirá nos 100m peito.

Publicado em

222

O paraguaçuense Davi Mourão, hoje Corinthians, integra a seleção brasileira juvenil e competirá nos 100m peito.

A natação de Paraguaçu Paulista estará representada em um evento esportivo de âmbito mundial com a participação do atleta Davi Martins Mourão, que integra a seleção brasileira juvenil no Mundial de Natação Júnior na Hungria.

Davi Mourão iniciou suas primeiras braçadas na piscina com o professor Welton Guerin, pela Associação de Pais e Amigos da Natação – APAN, de Paraguaçu Paulista. Atualmente, Davi integra a equipe S. C. Corinthians Paulista e disputará o Mundial de Natação Júnior nos 100m peito.

A seleção brasileira juvenil de Natação para o Campeonato Mundial da categoria, realizado em Budapeste, na Hungria, de 20 a 25 de agosto próximo, conta com 12 garotos e quatro garotas que representam o Brasil na competição.

De acordo com o supervisor de Natação da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), Gustavo Otsuka, a seleção brasileira formada para o Campeonato Mundial Júnior tem talentos que já despontam entre os melhores do Brasil e podem fazer bonito na principal competição da categoria. Entre esses nomes da seleção brasileira juvenil está o do paraguaçuense Davi Mourão.

Esporte

37ª Prova Pedestre ‘Padre Beline’ será domingo, com largada às 8h

Evento é realizado em homenagem ao ex-pároco do bairro.

Publicado em

37ª Prova Pedestre 'Padre Beline' será domingo, com largada às 8h

37ª Prova Pedestre ‘Padre Beline’
será domingo, com largada às 8h

Acontece neste próximo domingo, dia 1º de dezembro, com largada às 8 horas, em frente ao barracão da Escola de Samba Unidos da Vila Operária, na rua Tibiriçá, número 1, a 37ª edição da Prova Pedestre ‘Padre Beline’, em homenagem ao ex-pároco do bairro, Padre Aloísio Beline, que morreu na Itália, em 4 de maio de 1.996.

Organizada por voluntários da agremiação carnavalesca desde a primeira edição, em 1.983, a competição, este ano, contará com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes de Assis e uma inédita parceria com a empresa TV Com Running, especializada na organização de eventos esportivos.
Graças à essa união de forças, os atletas receberão um kit composto de numeração personalizada e chip eletrônico para controlar os passos durante o trajeto de 7 km, facilitando na conferência, classificação e verificação do tempo alcançado pelo atleta durante o percurso.

Para cobrir as despesas com a estrutura, logística da prova e equipe de profissionais, a empresa está recebendo uma taxa simbólica de R$ 20,00 nas inscrições antecipadas, que podem ser feitas até às 24 horas de sexta-feira, dia 29, pelo seguinte endereço eletrônico: www.tvcomrunning.com.br
Até uma hora antes da largada também será possível se inscrever, comparecendo ao local da prova com um documento de identidade.

A mudança de concentração, saída e chegada dos atletas, da praça São José Operário, em frente a igreja da vila Operária, para o ‘Barracão do samba’, foi planejada visando garantir maior comodidade, segurança e conforto aos competidores.

O local, além de ser coberto, oferece sanitários para troca de vestimentas e será possível, até mesmo, iniciar o aquecimento. Também haverá uma mesa preparada para o consumo de frutas.
No espaço coberto e protegido de chuva ou vento serão instalados os computadores e equipamentos eletrônicos para a conferência e classificação dos atletas.

TRAJETO
O percurso sofreu pouca mudança em relação às edições dos últimos anos. Os atletas largam em frente ao próprio barracão, cruzam a linha férrea e viram à esquerda na rua Teixeira de Camargo, onde seguirão até a praça São Benedito.

Na praça, eles viram à direita e percorrerão a rua Espírito Santo até chegarem ao estádio Tonicão. Na rua Antônio Zuardi, eles passam em frente ao estádio e à escola Sesi, continuam no prolongamento da rua Orozimbo Leão de Carvalho, entram na rua Expedicionários até chegarem à rua São Pedro, onde viram à direita para ingressarem e percorrerem toda a extensão da avenida Mário de Vitto, no Parque Universitário.

Quando concluírem o trecho mais cansativo, de maior subida, e chegarem à avenida Dom Antônio, os atletas encontrarão um ponto de distribuição de água para se hidratarem.
Os corredores seguem a avenida Dom Antônio até a rua André Perine, onde haverá outro ponto de hidratação.

Os atletas descerão a rua André Perine até a Orozimbo Leão de Carvalho e contornarão o Parque Ecológico João Domingos Coelho ‘Parque Buracão’, cruzando a Travessa ‘Padre Beline’.
Finalmente eles entram na reta final, subindo a rua Joaquim Murtinho, passando ao lado da Praça São José Operário e retornando ao barracão na rua Tibiriçá, onde acontecerá a premiação aos vencedores.
Serão exatamente sete quilômetros, totalmente sinalizados com flechas indicativas de direção, demarcadas no asfalto.

PREMIAÇÃO
Os campeões da Prova Padre Beline, no masculino e feminino, além de troféus, receberão um prêmio em dinheiro de R$ 108,00. O curioso valor é para simbolizar a idade que o homenageado estaria completando neste ano. O líder religioso do PIME nasceu no dia 5 de novembro de 1911 e viveu mais de 35 anos à frente da paróquia São José Operário, na vila Operária, em Assis. Também passou pela bairro Bonfim.

Os segundos lugares da prova, entre homens e mulheres, receberão a importância de R$ 70,00 e os terceiros colocados a quantia de R$ 50,00.

Haverá premiação em troféus por categorias, divididas por faixas etárias, e medalhas de participação aos inscritos que concluírem o percurso.

Continue lendo

Esporte

Assis, Bauru, Jaú e Marília serão sedes da Copa São Paulo 2020

Confira os grupos e quais times irão jogador nas regiões.

Publicado em

Do G1

Vai começar a Copinha mais famosa do Brasil. Atletas de 128 clubes irão desfilar seus talentos nos estádios do interior paulista na 51ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

A partir de janeiro, os times serão divididos em 32 grupos espalhados por cidades do estado de São Paulo. Dentro da região de Bauru e Marília, quatro cidades irão sediar a competição.

Confira abaixo o perfil de cada uma delas:

Assis – Estádio Antônio Viana da Silva

  • Apelido: Tonicão
  • Capacidade: 8.525 pessoas
  • Data de Inauguração: 18 de março de 1992
  • Clubes mandantes: Assisense e Vocem

A cidade de Assis irá receber a Copa São Paulo no ano em que completa 115 anos. Lar do Assisense e do Vocem, o clube tem vocação para o futebol desde a década de 1920, com o surgimento da Associação Atlética Ferroviária de Assis, que já se licenciou do futebol. Os times fizeram um acordo para se revezarem na Copinha e, na 51ª edição, o representante será o Assisense.

GRUPO 3:

  • Assisense
  • Atlético-GO
  • Dimensão Capela-AL
  • Botafogo-SP
Estádio Tonicão irá receber a Copinha — Foto: Wendell Giuli / Cedida

Estádio Tonicão irá receber a Copinha — Foto: Wendell Giuli / Cedida

Bauru – Estádio Alfredo de Castilho

  • Apelido: Alfredão
  • Capacidade: 18.866 pessoas
  • Data de Inauguração: 1º de agosto de 1935 /reinauguração: 5 de junho de 1960
  • Clube mandante: Noroeste

Depois de se ausentar por quatro anos de sediar a Copa SP, a cidade de Bauru volta ao calendário. A cidade, que revelou Pelé para o mundo do futebol, conta com o Noroeste como time representante. Em 2016, o Norusca chegou à segunda fase, mas acabou eliminado pelo Cruzeiro.

GRUPO 4:

  • Noroeste
  • Botafogo-RJ
  • Visão Celeste-RN
  • Novorizontino
Estádio Alfredão, em Bauru — Foto: Sérgio Pais

Estádio Alfredão, em Bauru — Foto: Sérgio Pais

Jaú – Estádio Zezinho Magalhães

  • Apelido: Jaúzão
  • Capacidade: 9.999 pessoas
  • Data de Inauguração: 15 de agosto de 1973
  • Clube mandante: XV de Jaú

A cidade de Jaú também é bastante tradicional no futebol. O XV de Novembro existe desde 1924 e revelou grandes craques para o futebol nacional. Alguns chegaram a vestir a camisa da seleção brasileira em uma Copa, como o pentacampeão Edmilson. É a estreia da cidade como sede da Copa SP.

GRUPO 5:

  • XV de Jaú
  • Vitória-BA
  • Serra-ES
  • Guarani
Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú — Foto: Paulo César Grange/XV de Jaú

Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú — Foto: Paulo César Grange/XV de Jaú

Marília – Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal

  • Apelido: Abreuzão
  • Capacidade: 15.587 pessoas
  • Data de Inauguração: 4 de abril de 1967
  • Clubes mandantes: Marília

Desde 2016, a cidade de Marília não sabe o que é ficar sem a Copinha em seu estádio. O time da cidade é o homônimo Marília Atlético Clube, que inclusive venceu a competição em 1979, sendo o primeiro time do interior a conseguir o feito.

GRUPO 2:

  • Marília
  • Santos
  • Timon-MA
  • Olímpico-SP
Estádio Bento de Abreu, em Marília — Foto: Rodrigo Villalba / Memory Press

Estádio Bento de Abreu, em Marília — Foto: Rodrigo Villalba / Memory Press

Grupos da Copa São Paulo 2020 — Foto: Reprodução

Grupos da Copa São Paulo 2020 — Foto: Reprodução

Grupos da Copa São Paulo 2020 — Foto: Reprodução

Grupos da Copa São Paulo 2020 — Foto: Reprodução

Continue lendo

Esporte

Jovem se torna a primeira mulher a conquistar a faixa preta no judô de Paraguaçu Paulista

O exame aconteceu no último dia 19, na cidade de Mauá (SP).

Publicado em

Assessoria
A agora faixa preta Larissa da Silva Felix com o Sansei Isaburo Suto

A agora faixa preta Larissa da Silva Felix com o Sansei Isaburo Suto

No último dia 19, sábado, foi realizado em Mauá (SP) o exame anual da Federação Paulista de Judô e da Confederação Brasileira de Judô para atletas com objetivo de conquistarem a sonhada faixa preta. A paraguaçuense Larissa da Silva Felix foi uma dessas atletas e se tornou a primeira mulher a conquistar esse feito em Paraguaçu Paulista (SP).

Larissa iniciou na modalidade em 2012 com o mestre Sensei Isaburo Suto e Odovaldo de Mello. Com muita disciplina e dedicação, durante esses anos foram conquistadas suas graduações até chegar à faixa marrom 1° Kyu, em 2018. Nestes últimos dois anos, Larissa se dedicou inteiramente na preparação, com cursos e treinamentos para a realização do grande dia em que todos os seus conhecimentos seriam colocados em prova.

Realizado o exame e aprovada, Larissa recebeu sua Faixa Preta e o certificado.

A Associação de Pais e Voluntários do Judô (APVJ) e a Associação Cultural e Esportiva de Paraguaçu Paulista (ACEPP) parabenizam a jovem pela importante conquista para o judô paraguaçuense.

Jovem se torna a primeira mulher a conquistar a faixa preta no judô de Paraguaçu Paulista

Jovem se torna a primeira mulher a conquistar a faixa preta no judô de Paraguaçu Paulista

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas