A Rede Globo divulgou que começará a anunciar os “naming rights” dos estádios brasileiros a partir de 2013. Para isso, a emissora disse que vai cobrar dos clubes uma comissão sobre o que receberem na negociação do nome de suas arenas.

Segundo Marcelo Campos Pinto, diretor da Globo Esportes, os detalhes do negócio ainda não estão definidos.

“O departamento comercial está definindo a forma. A parte da emissora será pequena. Os clubes vão ficar com o grosso”, disse Pinto.

Os “naming rights” são uma importante fonte de receita para os clubes. Em 2011, o Manchester City fechou um acordo de R$ 400 milhões por dez anos com a companhia aérea Etihad Airlines para renomear seu estádio como Etihad Stadium e para estampar a marca da empresa nas camisas do clube.

Outro clube inglês que também lucra com o nome de seu estádio é o Arsenal. Em 2004, O clube londrino negociou os naming rights de seu estádio e o patrocínio de sua camisa para a empresa aérea Emirates Airline por 15 anos. Com isso, a arena passou a ser chamada de Emirates Stadium e a empresa também se tornou a única patrocinadora do clube.

Esta iniciativa também já aconteceu no Brasil. Entre 2005 e 2008 o Atlético-PR vendeu o nome da Arena da Baixada para a fabricante de celulares Kyocera, mas o nome acabou não pegando.

Deixe um comentário

Esta é uma área exclusiva para membros da comunidade

Faça login para interagir ou crie agora gratuitamente sua conta e faça parte.

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

VOCEM empata fora e continua na briga por vaga; Assisense é eliminado

Com 13 pontos, o ‘Esquadrão da Fé’ precisa vencer o Itararé no sábado, dia 25.