São Paulo vence o Atlético-GO por 2 a 0 e se consolida no G-4

Paulo Miranda e Osvaldo marcam, time de Ney Franco vence por 2 a 0 e fica a três pontos do Grêmio. Já o Dragão segue em situação delicada.

Paulo Miranda comemora o primeiro gol do São Paulo na partida (Foto: Gaspar Nóbrega / Vipcomm)

O roteiro dos últimos jogos no Morumbi foi mantido: resultado conquistado no primeiro tempo e sonolência no segundo. Mesmo assim, o São Paulo derrotou o Atlético-GO por 2 a 0 com extrema tranquilidade e ficou ainda mais confortável no G-4 do Brasileirão, com direito a pênalti perdido do atacante Luis Fabiano.

Principal concorrente na luta por uma vaga na Libertadores, o Vasco perdeu o clássico contra o Botafogo, e agora está cinco pontos atrás do São Paulo (50 a 55). Com 23, o Atlético-GO caminha a passos largos para ser rebaixado para a Série B em 2013.

O jogo começou travado. O São Paulo teve dificuldade para sair da marcação do Atlético-GO e quase foi surpreendido no início, quando o goleiro Rogério Ceni apareceu bem e espalmou para a linha de fundo.

O São Paulo demorou para engrenar na partida, mas quando o fez, foi com autoridade. Improvisado na lateral-direita, Paulo Miranda coroou a sua boa atuação na etapa com o gol que abriu o placar para o Tricolor. Pouco tempo depois, Osvaldo fez bela jogada individual e marcou um golaço, praticamente definindo a vitória.

O placar só não foi mais dilatado porque o goleiro Marcio mostrou o seu valor ao fazer duas grandes defesas em lances com Luis Fabiano, que ficou inconformado por não conseguir deixar a sua marca na primeira etapa.

O primeiro tempo foi ruim para Lucas, que saiu mancando para o vestiário após dividida com um rival do Atlético-GO. “Está incomodando, está doendo pra caramba. Levei uma joelhada na lombar. Vou passar spray pra voltar no segundo tempo”.

Lucas voltou normalmente para o segundo tempo. E o São Paulo mais uma vez reduziu o ritmo, como também tinha sido contra o Figueirense. O camisa 7 são-paulino acertou a trave em dividida com Marcio. Mas depois, ficou atirado no chão até ser substituído por Douglas, deixando o gramado sob aplausos da torcida.

Mesmo preguiçoso, o São Paulo foi aos poucos tentando construir o terceiro gol. Luis Fabiano teve a chance de ouro ao sofrer pênalti do zagueiro Diego. Na cobrança, ele carimbou a trave, mas foi aplaudido pelo torcedor. O técnico Ney Franco ainda fez mais duas substituições para poupar atletas que estavam pendurados, e o placar permaneceu inalterado: 2 a 0.

Luis Fabiano teve boas chances, inclusive um pênalti, mas não marcou (Foto: Gaspar Nóbrega / VIPCOMM)

#MAIS LIDAS DA SEMANA