Fique conectado

Futebol

Torcedores fazem teste do bafômetro para entrar no estádio de Resistencia

Além de ter comércio de cerveja proibido, Superclássico conta com policiais tentando evitar entrada de pessoas alcoolizadas

Publicado em

115

O torcedor que desejar beber cerveja antes – e durante – o Superclássico das Américas, em Resitencia, não terá vida fácil: além do comércio de bebida alcoólica ser proibido no Estádio Centenário, policiais fazem teste do bafômetro em pessoas que aparentam estar bêbadas nos portões de entrada.

O procedimento é comum também em outros países da América do Sul, como o Paraguai. No Brasil, o Estatuto do Torcedor recomenda o veto a bebidas alcoólicas e há leis estaduais que proíbem o comércio. Porém, com a Lei Geral da Copa a cerveja deverá ser liberada nos estádios que receberem jogos no Mundial de 2014.

A partida entre Brasil e Argentina começa às 22h, de Brasília, com transmissão ao vivo de TV Globo, GLOBOESPORTE.COM e SporTV. Com a vitória de 2 a 1 em Goiânia, o time de Mano Menezes joga pelo empate para ser bicampeão do torneio.

Policiais evitam entrada de bebida alcoólica no estádio (Foto: Leandro Canônico / Globoesporte.com)

Publicidade

Futebol

De virada, Assisense bate o Elosport e se aproxima da classificação na Segundona

Em casa, time de Assis leva susto, perde pênalti, mas vence por 3 a 1 e se mantém na vice-liderança de sua chave. Equipe de Capão Bonito acumula sua sexta derrota em seis jogos.

Publicado em

Do Globoesporte.com
Lance da partida entre Assisense e Elosport, disputada no Estádio Tonicão, em Assis — Foto: FPF TV/Reprodução
Lance da partida entre Assisense e Elosport, disputada no Estádio Tonicão, em Assis — Foto: FPF TV/Reprodução

O Assisense tomou um susto a manhã deste domingo, mas conseguiu vencer o Elosport por 3 a 1, de virada, em partida disputada no estádio Tonicão, em Assis, e válida pela sexta rodada da fase de classificação do Grupo 4 da Segunda Divisão do Campeonato Paulista, o quarto e último nível do futebol estadual.

O time de Capão Bonito surpreendeu ao abrir o placar aos 19 minutos de jogo, com Pedro Leite, e ainda conseguiu manter a vantagem quando o goleiro João Vitor defendeu um pênalti cobrado por Rafinha, aos 35.

Mas ainda no primeiro tempo, o Assisense conseguiu a virada com dois gols-relâmpagos, marcados por Léo Ferreira e Rafinha, aos 43 e 46 minutos. No fim do segundo, Léo Ferreira fez mais um, aos 43 minutos, e fechou o placar: 3 a 1.

Com o resultado, o Assisense foi a 13 pontos e manteve-se na vice-liderança do Grupo 4, um ponto atrás do Marília. Faltando três rodadas para o fim da primeira fase, o time de Assis ficou perto da classificação, que pode ser confirmada na próxima rodada. Já o Elosport segue como o pior time da Segundona, com seis derrotas em seis jogos – é único time que ainda não pontuou entre os 41 participantes.

Pela sétima rodada do Grupo 4, as duas equipes voltam a jogar no próximo domingo, às 10h: o Elosport recebe a Esportiva Santacruzense no estádio Dr. José Sidney da Cunha, em Capão Bonito, enquanto o Assisense faz o dérbi de Assis diante do Vocem, no estádio Tonicão.

Continue lendo

Futebol

Corinthians vence São Paulo e segue sem perder do rival na arena

Publicado em

Agência Estado
Corinthians bate São Paulo, sobe para 3º e segue sem perder do rival em sua arena. (Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

O torcedor do Corinthians continua com a sua doce rotina na sua arena, na capital paulista, quando o adversário é o São Paulo. Neste domingo, o clube alvinegro venceu por 1 a 0, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, e chegou à nona vitória diante do rival em seu estádio. Desde 2014, ano da inauguração de sua nova casa, já são 12 jogos de invencibilidade contra o rival tricolor.

A vitória levou o Corinthians aos 11 pontos no Brasileirão. O time ultrapassou justamente o São Paulo na tabela de classificação e agora é o terceiro colocado por levar vantagem nos critérios de desempate.

Se não bastasse continuar com o incômodo jejum de nunca ter vencido na casa corintiana, o São Paulo vê a pressão aumentar às vésperas da partida desta quarta-feira contra o Bahia, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O time precisa vencer em Salvador depois de ter sido derrotado por 1 a 0 em pleno estádio do Morumbi.

O Corinthians abriu o placar logo aos seis minutos. Pedrinho bateu da entrada da grande área, a bola desviou em Arboleda e enganou o goleiro Tiago Volpi. O gol no começo do jogo caiu como um balde de água fria no São Paulo. Nervosos, os jogadores erravam passes fáceis. Alexandre Pato, por exemplo, era facilmente desarmado e Vítor Bueno não aproveitou a chance entre os titulares ao retardar a maioria das jogadas.

Já o Corinthians jogava como o técnico Fábio Carille gosta: no contra-ataque. Faltava à equipe, no entanto, melhor acabamento nas jogadas. Assim, foram pelo menos duas boas oportunidades de gol desperdiçadas antes do intervalo.

Durante todo o primeiro tempo, o São Paulo só conseguiu chegar com perigo uma única vez. Aos 23 minutos, Cássio espalmou chute de Reinaldo e a bola sobrou para Arboleda no rebote. Sozinho, o zagueiro empurrou para o fundo da rede, mas estava impedido e o árbitro anulou o gol.

O principal erro do São Paulo era centralizar demais as jogadas de ataque. Os laterais praticamente não participavam da partida e, assim, facilitavam o trabalho dos defensores do Corinthians, que congestionaram a entrada da área, bloqueando as investidas do adversário. O time tricolor era lento e previsível.

Para o segundo tempo, o técnico Cuca não mexeu no intervalo e o time continuou mal. A primeira alteração veio aos 13 minutos, quando Hernanes entrou no lugar Everton. A equipe perdeu velocidade no ataque e ganhou posse de bola no meio de campo, além força nos chutes de média e longa distância, uma das principais características do meia.

O problema, porém, era o mesmo do primeiro tempo. O time não tinha profundidade e as jogadas de linha de fundo era praticamente inexistentes. O São Paulo não transformava posse de bola em chances de gol e esbarrava no forte esquema defensivo do Corinthians.

O time de Carille, como de costume, confiava no seu poder de marcação e parecia não fazer muita questão de ficar com a bola. Bem posicionada no campo de defesa, a equipe jogava à espera de um vacilo do adversário para sair no contra-ataque.

Como o São Paulo não oferecia perigo, o Corinthians não passou sufoco, com exceção de alguns raros lances de bola parada e nos minutos finais, quando os visitantes subiram a marcação e aumentaram a pressão. Aí, faltaram tranquilidade e pontaria aos jogadores tricolores.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 x 0 SÃO PAULO

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso e Sornoza; Pedrinho (Mateus Vital), Vagner Love (Gustavo) e Clayson (Ramiro). Técnico: Fábio Carille.

SÃO PAULO – Tiago Volpi; Igor Vinícius (Igor Gomes), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê e Vitor Bueno (Helinho); Antony, Alexandre Pato e Everton (Hernanes). Técnico: Cuca.

GOL – Pedrinho, aos 6 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Junior Urso, Danilo Avelar e Sornoza (Corinthians); Antony, Igor Vinícius e Igor Gomes (São Paulo).

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA – R$ 1.916.228,30.

PÚBLICO – 39.378 pagantes.

LOCAL – Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

Continue lendo

Esporte

Palmeiras e Santos, quem tem Cabonnet assiste!

Clássico será transmitido pela TNT neste sábado (18) e o assinante Cabonnet poderá vibrar junto com a torcida.

Publicado em

Do AssisNews

Você, assinante da Cabonnet, poderá assistir o clássico deste sábado (18) entre Palmeiras e Santos em partida será válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

O duelo será transmitido pela TNT e está marcada para as 18h, no Pacaembu. O assinante Cabonnet poderá conferir a partida através do canal analógico 62 ou pelo canal digital 126.

Aproveite e vem vibrar com a gente.

Palmeiras e Santos, quem tem Cabonnet assiste!

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Silvana lopes
Plenitude
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas