Sheik admite propostas atraentes, mas diz que, ‘por enquanto’, fica

Atacante confirma procura de outros clubes e valores interessantes, mas explica que força da torcida e amizades o motivam a continuar

Emerson admite ter balançado com propostas, mas
diz que quer ficar (Foto: Daniel Romeu)

O atacante Emerson, do Corinthians admitiu ter recebido propostas interessantes para deixar o clube após a excelente temporada de 2012, com título da Taça Libertadores (em que foi o herói da final, marcando dois gols na decisão contra o Boca Juniors) e o Mundial de Clubes. Sincero, Sheik se disse “balançado” com os valores apresentados nas sondagens, mas reafirmou o desejo de encerrar a carreira vestindo a camisa alvinegra.

– Sem hipocrisia, vou falar que não balança? É claro que balança. Por enquanto, eu sou do Corinthians, estou muito feliz aqui. Fiz amigos que certamente vão durar para a vida inteira, e tudo eu coloco na balança. Tive propostas, mas quero continuar e espero poder ficar até o fim da minha carreira… Que vai demorar, também – afirmou, entre risos, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava.

Atualmente com 34 anos, o jogador fez mistério sobre a origem das propostas. Emerson jogou praticamente durante toda a carreira longe do país: nascido em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, atuou por cerca de cinco anos no Japão. Passou ainda por Al Sadd, do Catar, e Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos.

Campeão brasileiro por três vezes consecutivas (em 2009 no Flamengo, 2010 no Fluminense e 2011 no Corinthians), Sheik ainda conquistou a Libertadores e o Mundial pelo Timão. Questionado sobre qual título a equipe buscaria nesta temporada, o atacante disse que é obrigação brigar em alto nível por todos os troféus, uma vez que a diretoria não só manteve o elenco do ano passado, mas também trouxe reforços de peso.

– Olha a camisa que eu visto. São mais de 33 milhões de torcedores. Não tem como não ter motivação em um clube da grandeza do Corinthians. Não tem essa de Paulista ou Mundial. Vestir essa camisa e poder entrar na casa de tanta gente me orgulha muito – argumentou.

Assim como o restante dos titulares, Emerson deve voltar a campo na quarta rodada do Campeonato Paulista, dia 30, contra o Mogi Mirim, no estádio do Pacaembu. Até lá, o técnico Tite comandará uma equipe composta exclusivamente por reservas, como foi no empate por 1 a 1 com o Paulista, na estreia do estadual, domingo passado. Os principais atletas seguem aprimorando o preparo físico, sob a batuta do preparador Fábio Mahseredjian.

#MAIS LIDAS DA SEMANA