“Sou um jogador que se mata pelo Corinthians”, diz Guerrero

Na Sala de Imprensa, o atacante Paolo Guerrero atendeu os jornalistas e falou sobre os gols que marcou no Japão.

Nesta terça-feira (15), atacante passou por bateria de exames médicos junto do elenco (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Na manhã desta terça-feira (15), no CT Dr. Joaquim Grava, o Corinthians realizou mais uma sessão de treinamentos da pré-temporada 2013. Após realizarem um check-up oftalmológico e de otorrinolaringologia com uma equipe de médicos do Hospital CEMA, os jogadores foram divididos em dois grupos: os que se reapresentaram nas duas primeiras semanas de janeiro treinaram com bola, e os titulares da vitoriosa campanha do bicampeonato mundial realizaram trabalhos físicos leves.

Na Sala de Imprensa, o atacante Paolo Guerrero atendeu os jornalistas e falou sobre os gols que marcou no Japão. “Foi um título importante, mas não sinto que sou ídolo. Tenho de continuar jogando e ajudando o clube, e, quem sabe, possa ser ídolo depois que encerrar minha carreira”, disse Guerrero. “Sou um jogador que tenta fazer as coisas melhores pelo Corinthians, que se mata pelo Corinthians, isso para mim é muito. Depois da carreira vamos ver o que acontece”, continuou o atacante.

Além da decisiva participação que teve na campanha no Japão, o atacante Paolo Guerrero falou sobre a adaptação ao Corinthians. O jogador foi contratado em julho de 2012, uma semana após a conquista invicta da Copa Libertadores. “Gosto do humor que vejo aqui. É a mentalidade sul-americana. Eu saí muito novo para a Alemanha, que tem outro humor, é diferente. Gosto do clima, do sol, da música. Gosto de tudo, menos do trânsito. Tem muita gente agradável, sempre com sorriso. Eu me sinto em casa”, continuou Guerrero.

Para finalizar, o camisa 9 falou sobre a temporada que está por vir e mostrou-se confiante para 2013. “Este ano pode ser melhor, claro que sim. Chegaram contratações, o time está mais forte do que já estava. Tenho certeza de que a gente pode conseguir isso”, completou o peruano.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA