Torcedor ofende Cueva em voo por pênalti perdido na Copa do Mundo

Ex-atacante do São Paulo foi xingado por peruano nesta terça quando estava a caminho da Rússia e usou conta no Instagram para responder ao torcedor.

O atacante Cueva foi ofendido por um torcedor peruano na última terça-feira (17), quando estava no voo a caminho da Rússia, para jogar no Krasnodar.

Durante a gravação de um vídeo com o jogador, o torcedor começou a filmagem como se fosse fazer um elogio e depois o xingou.

“Este vídeo é para o meu irmão Beto, que te ama você e te adora. Mas você c… a Copa do Mundo. C… de m…”

As ofensas foram por causa do pênalti perdido na partida contra a Dinamarca, na abertura da Copa do Mundo. O Peru perdeu o jogo por 1 a 0 e foi uma das principais causas da seleção não ter classificado para as oitavas de final do Mundial.

Em resposta, Cueva publicou nas redes sociais um comunicado em que lamenta a atitude do torcedor.

“Lamento profundamente a agressão verbal que sofri por uma pessoa que, aproveitando-se da minha boa fé e disposição para com todos os torcedores, preferiu palavras impronunciáveis em um vídeo. Esse ato fere não só a dignidade da minha família, mas também do time e de todos os peruanos que foram um só neste Mundial.”

O ex-atacante do São Paulo foi vendido para o Krasnodar por 8 milhões de Euros. O time russo vai disputar a Liga Europa na temporada 2018/2019.

Leia a íntegra do Comunicado de Cueva

O futebol é uma das manifestações esportivas que mais têm unido o povo peruano e o sentimento de amor pela camiseta branca e vermelha que nos acompanhou ao longo das Eliminatórias e do Mundial da Rússia 2018 não será manchado por manifestações de ódio e ressentimento.

Cada um dos convocados se esforçou completamente, deu a alma e a vida no campo para alcançar a tão esperada classificação depois de longos 36 anos e poder representar com entrega todos os peruanos.

Lamento profundamente a agressão verbal que sofri por uma pessoa que, aproveitando-se da minha boa fé e disposição para com todos os torcedores, preferiu palavras impronunciáveis em um vídeo. Esse ato fere não só a dignidade da minha família, mas também do time e de todos os peruanos que foram um só neste Mundial.

Agradeço pelas demonstrações de solidariedade a mim e à minha família. Os convido a não se deixarem envenenar por essas expressões de rancor que causam danos ao país. Devemos estar por cima destas manifestações deploráveis de agressão verbal e dizer juntos “não à violência em todas as suas formas”. Que sigamos preservando esse sentimento de unidade nacional que nos acompanhou durante a campanha no Mundial.

#MAIS LIDAS DA SEMANA