Fique conectado

Futebol

Corinthians vence Santos e fica em vantagem nas semifinais

Publicado em

146

Corinthians vence Santos e fica em vantagem nas semifinais

Em um clássico com três falhas do setor defensivo, venceu quem errou menos. O Corinthians aproveitou melhor as oportunidades e derrotou o Santos por 2 a 1 neste domingo, em Itaquera, no jogo de ida das semifinais do Campeonato Paulista.

O zagueiro Manoel apareceu entre os zagueiros adversários e abriu o placar para o time da casa. Mas Cássio falhou e permitiu o Santos empatar com Derliz González com sete minutos de partida Ainda na etapa inicial, Luiz Felipe afastou mal e a bola sobrou para Clayson garantir a vitória.

O resultado deixa a equipe de Fábio Carille com a vantagem do empate no duelo de volta, marcado para segunda-feira (dia 8), às 20h, no Pacaembu. Se o Santos ganhar por um gol de diferença, a decisão da vaga vai para os pênaltis. Na outra semifinal, Palmeiras e São Paulo empataram o primeiro jogo sem gols no Morumbi e jogam novamente no domingo, no Allianz Parque.

O Corinthians volta a campo na quarta-feira, quando receberá o Ceará na partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O time paulista venceu a ida, fora de casa, por 3 a 1. Pela mesma competição, o Santos visitará o Atlético-GO na quinta-feira, no primeiro confronto entre as equipes.

Em Itaquera, quem esperava o Santos tocando de um lado ao outro e o Corinthians com suas duas linhas de quatro esperando a falha do adversário teve de esperar os surpreendentes dez minutos iniciais. Sornoza cruzou da esquerda logo aos três, Manoel apareceu livre entre os zagueiros adversários e mandou de cabeça para as redes.

A resposta do Santos veio em seguida também na bola parada. Jean Mota cobrou escanteio da direita, Cássio saiu mal e deixou a bola escapar. Derliz González aproveitou e fez: 1 a 1. Só a partir daí as coisas voltaram ao normal. O Corinthians adotou o mesmo padrão dos jogos com a Ferroviária, postura diferente do duelo com o Santos pela primeira fase. Em vez de marcar sob pressão, esperava o adversário em seu campo de defesa.

O Santos era o mesmo, girava a bola com passes curtos até chegar aos pés do goleiro Vanderlei, deixando seu torcedor sem ar. Faltava um finalizador no ataque. As equipes tinham dificuldade para criar até que veio mais uma falha. O zagueiro Luiz Felipe afastou de cabeça nos pés de Clayson, que cortou Victor Ferraz na esquerda e bateu cruzado no canto oposto de Vanderlei para marcar.

Nos minutos finais da primeira etapa, o zagueiro Felipe Aguilar se chocou com Danilo Avelar e desmaio na pequena área. O jogador deixou o campo de ambulância e deu lugar a Lucas Veríssimo. De acordo com a assessoria de imprensa do Corinthians, ele recebeu atendimento no posto médico do estádio e depois foi encaminhado “consciente e responsivo” ao Hospital Sírio Libanês.

No segundo tempo, Sampaoli colocou Rodrygo na vaga de Cueva para tentar dar mais mobilidade ao ataque. O Santos até tentou esboçar uma pressão. Mas o Corinthians era mais eficiente. Clayson mandou de bicicleta e Vanderlei quase soltou nos pés de Vagner Love.

O Corinthians não deixava o Santos criar. Apesar de ter menos posse de bola, a equipe de Carille segurava o adversário na intermediária. O time visitante passou a tentar mais as laterais do campo, mas não tinha um centroavante para finalizar. Luiz Felipe teve a chance de se redimir nos minutos finais, mas cabeceou por cima garantindo a vitória aos anfitriões.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 2 x 1 SANTOS

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso e Sornoza (Richard); Vagner Love (Pedrinho), Gustagol e Clayson (Mateus Vital). Técnico: Fábio Carille.

SANTOS – Vanderlei; Victor Ferraz, Aguilar (Lucas Veríssimo), Luiz Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca, Carlos Sánchez (Soteldo), Jean Mota e Cueva (Rodrygo); Derliz González. Técnico: Jorge Sampaoli.

GOLS – Manoel, aos 3, Derliz González, aos 7, e Clayson, aos 31 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Sornoza (Corinthians); Vanderlei e Alison (Santos).

ÁRBITRO – Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

RENDA – R$ 2.467.185,50.

PÚBLICO – 39.919 pagantes.

LOCAL – Arena Corinthians, em São Paulo.

Esporte

O favoritismo e o caminho dos brasileiros nas oitavas da Copa Libertadores

Publicado em

Do AssisNews

Os jogos das oitavas de final da Copa Libertadores estão marcados para julho e agosto, após a pausa no calendário para a disputa da Copa América. É um intervalo de tempo razoável, principalmente para as equipes brasileiras que não passam por um bom momento, como é o caso de Grêmio e Cruzeiro. Já Palmeiras, Flamengo, Internacional e Athlético Paranaense devem utilizar o tempo disponível para encaixarem ainda mais a equipe taticamente.

A situação mais peculiar é a do rubro-negro carioca. O time anunciou a chegada do treinador português Jorge Jesus, no lugar de Abel Braga, e virou uma espécie de incógnita para o segundo semestre. Com um aproveitamento de 63% nas nove primeiras rodadas do Brasileirão, a tendência é que o Fla tenha um melhor rendimento com o novo comandante. A pausa no calendário será perfeita nessa troca, principalmente para o recém-contratado montar o time ideal antes dos confrontos contra o Emelec, do Equador.

Já o Internacional e o Athlético Paranaense buscam surpreender na competição. As duas equipes sempre foram colocadas como coadjuvantes na disputa, mas surpreendem até aqui. O Colorado não deve passar muitas dificuldades com o Nacional, do Uruguai. Porém, o mesmo não pode ser dito do Furacão, que vai encarar o Boca Juniors logo de cara. O treinador Tiago Nunes sabe que vai precisar de todo o apoio da torcida possível.

Os bons números do Palmeiras no Campeonato Brasileiro dispensam qualquer comentário. A equipe de Felipão acumulou sete vitórias em oito jogos e disparou na parte de cima da tabela com um aproveitamento acima dos 90%. Por isso, o alviverde se transformou no principal favorito da Libertadores nas apostas de futebol. No dia 13 de junho, a equipe aparecia com 18,2% de chance, não só de eliminar o Godoy Cruz, mas também de conquistar o título continental em novembro.

Em baixa

Enquanto essas quatro equipes vivem momentos mais positivos, Grêmio e Cruzeiro ainda buscam se encontrar na temporada e devem utilizar bem a pausa durante a Copa América. A equipe gaúcha sofreu na fase de grupos da Libertadores e só conseguiu se classificar na última rodada, após o ala Everton fazer a diferença. Para piorar, o time teve um início ruim no Brasileirão e conseguiu apenas 11 pontos nas rodadas iniciais. Ou seja, será preciso uma boa preparação antes dos jogos contra o Libertad, do Paraguai.

A situação do Cruzeiro é ainda pior, principalmente pelo adversário que vai enfrentar nas oitavas. O time de Mano Menezes encara o atual campeão River Plate, que acabou de conquistar também a Recopa. A equipe mineira vive momento ruim na temporada, acumulando cinco jogos sem vencer no Brasileirão e um aproveitamento de 29,6% no início da disputa. Alguns torcedores já começaram a criticar o trabalho do experiente treinador.

As partidas das oitavas de final da Copa Libertadores estão marcadas para acontecer entre os dias 23 de julho e 1º de agosto. Os clubes brasileiros continuam com forte favoritismo, porém vão precisar trabalhar bastante na pausa que acontece no calendário. A fase final da Libertadores sempre foi mais complicada, principalmente diante de equipes tradicionais, como é o River e o Boca. No entanto, torcida é o que não deve faltar nessas decisões.

Continue lendo

Futebol

Brasil goleia Honduras em último teste para a Copa América

Em sua estreia na Copa América, o time dirigido por Tite enfrenta a Bolívia às 21h30 (de Brasília) de sexta-feira.

Publicado em

Agência Estado

Seleção Brasileira disputou seu último amistoso antes da estreia na Copa América durante a tarde deste domingo. No Estádio Beira-Rio, com um jogador a mais desde o primeiro tempo, a equipe comandada pelo técnico Tite goleou a frágil Honduras por 7 a 0.

Ainda no primeiro tempo, Gabriel Jesus, Thiago Silva e Philippe Coutinho abriram uma vantagem confortável e Quioto recebeu cartão vermelho. Na etapa complementar, a Seleção Brasileira ampliou com Gabriel Jesus, David Neres, Firmino e Richarlison.

Gabriel Jesus, do Brasil, marca seu segundo gol durante amistoso contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), na tarde deste domingo, 9 de junho de 2019 (Foto: PEDRO H. TESCH/AGIF / Estadão)

Gabriel Jesus, do Brasil, marca seu segundo gol durante amistoso contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), na tarde deste domingo, 9 de junho de 2019 (Foto: PEDRO H. TESCH/AGIF / Estadão)

Em sua estreia na Copa América, o time dirigido por Tite enfrenta a Bolívia às 21h30 (de Brasília) de sexta-feira, no Estádio do Morumbi. Integrante do Grupo A do torneio, a Seleção Brasileira completa sua participação na primeira fase contra Peru e Venezuela.

O Jogo – O Brasil conseguiu inaugurar o marcador logo aos 7 minutos do primeiro tempo. Após tabelar com Richarlison pela direita, Daniel Alves cruzou para cabeçada certeira de Gabriel Jesus. A arbitragem chegou a marcar impedimento, mas, orientado pelo VAR, o juiz uruguaio Daniel Fedorczuk validou o lance.

Sem fazer força, a Seleção Brasileira aumentou sua vantagem aos 12 minutos do primeiro tempo. Philippe Coutinho cobrou escanteio pelo lado esquerdo e o zagueiro Thiago Silva, livre de marcação, completou de cabeça para anotar o segundo do time da casa.

A frágil Honduras passou a jogar com um homem a menos aos 28 minutos da etapa inicial, quando Quioto foi expulso por cometer falta dura em Arthur, que acabou substituído por Allan. Oito minutos depois, Richarlison sofreu pênalti de Izaguirre. Na cobrança, Philippe Coutinho converteu.

O Brasil marcou o quarto gol no Beira-Rio logo no primeiro minuto do segundo tempo. Colocado por Tite no lugar de Casemiro, Fernandinho lançou para Richarlison ajeitar de cabeça. O goleiro Lopez saiu, mas não conseguiu evitar mais um gol de Gabriel Jesus.

Em ritmo de treino, a Seleção Brasileira chegou ao quinto gol aos 10 minutos da etapa complementar. Em jogada pelo lado esquerdo, Filipe Luis botou David Neres para correr. O ex-jogador do São Paulo ganhou na velocidade, carregou para o meio e tocou com categoria na saída de Lopez.

Aos 19 minutos do segundo tempo, após bate e rebate na entrada da área, Firmino sobrou na cara do gol e definiu com competência na saída de Lopez. Aos 24 minutos, Everton desceu pela esquerda e cruzou para Richarlison encerrar a goleada em Porto Alegre.

Thiago Silva, do Brasil, cabeceia para marcar gol durante amistoso contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), na tarde deste domingo, 9 de junho de 2019 (Foto: EVERTON SILVEIRA/AGÊNCIA FREE LANCER / Estadão)

Thiago Silva, do Brasil, cabeceia para marcar gol durante amistoso contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), na tarde deste domingo, 9 de junho de 2019 (Foto: EVERTON SILVEIRA/AGÊNCIA FREE LANCER / Estadão)

FICHA TÉCNICA

BRASIL 7 x 0 HONDURAS

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 9 de junho de 2019 (Domingo)

Horário: 16h (de Brasília)

Renda: R$ 1.202.890,00

Público: 16.521 pagantes

Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)

Gols:

BRASIL: Gabriel Jesus (7 minutos do 1º Tempo e 1º minuto do 2º Tempo), Thiago Silva (12 minutos do 1º Tempo), Philippe Coutinho (36 minutos do 1º Tempo), David Neres (10 minutos do 2º Tempo), Firmino (19 minutos do 2º Tempo), Richarlison (24 minutos do 2º Tempo)

BRASIL: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos (Militão), Thiago Silva (Miranda) e Filipe Luís; Casemiro (Fernandinho), Arthur (Allan) e Philippe Coutinho (Everton); Richarlison, Gabriel Jesus (Firmino) e David Neres

Técnico: Tite

HONDURAS: Lopez; Crisanto, Henry Figueroa, Maynor Figueroa e Izaguirre (Alvarado); Garrido (Castellanos), Acosta (Alvarez) e Alexander Lopez (Beckeles); Rojas (Chirinos), Elis e Quioto

Técnico: Fabián Coito

Continue lendo

Futebol

Assisense arranca empate com a Santacruzense pela Segundona

Partida terminou em 2 a 2 na manhã deste domingo, no estádio Leônidas Camarinha.

Publicado em

Do G1
Santacruzense x Assisense pela Segundona 2019 — Foto: Rodrigo Ortega/Assisense
Santacruzense x Assisense pela Segundona 2019 — Foto: Rodrigo Ortega/Assisense

Santacruzense e Assisense empataram em 2 a 2 em partida realizada na manhã deste domingo, no estádio Leônidas Camarinha, em Santa Cruz do Rio Pardo, e válida pelo Campeonato Paulista da Segunda Divisão – equivalente à quarta e última divisão estadual.

Garuti abriu o marcador no final do primeiro tempo e deixou os donos da casa em vantagem para a etapa complementar. Na volta do intervalo, Gustavo, de falta, ampliou o resultado. Mas, a partir dos 22 minutos, veio a reação do Assisense em duas jogadas de bola parada. Rafinha, em duas cobranças de falta, deixou tudo igual no placar.

Com o resultado, o Assisense soma agora 15 pontos na tabela, ocupa a vice-liderança do Grupo 4. Enquanto que a Santacruzense aparece na quarta posição, com 10 pontos.

Santacruzense e Assisense voltam a entrar em campo novamente pela Segundona somente no dia 23 de junho, com partidas marcadas para às 10h. A Santacruzense vai receber em casa, no estádio Leônidas Camarinha, o Marília, e o Assisense recebe no Tonicão o time de Itararé.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas