Fique conectado

Lutas

Anderson se reunirá por possível mudança para o taekwondo, mas não terá “cadeira cativa” na Olimpíada

Anderson Silva pode se dedicar ao taekwondo para ir às Olimpíadas

Publicado em

126

Depois de manifestar publicamente o sonho de disputar os Jogos Olímpicos de 2016, Anderson Silva se reunirá com a cúpula da Confederação Brasileira de Taekwondo para debater as intenções e o planejamento da possível nova investida.

Anderson Silva quer disputar os Jogos Olímpicos de 2016

No MMA, o Spider tem como especialidades o muay thai, modalidade não olímpica, e o taekwondo. “Espero que sim. Ainda tenho algumas garrafas para vender. Acho que daria sim . Espero que me deem essa oportunidade. Sim, no taekwondo. Seria mais a minha área”, disse o lutador de 37 anos.

O presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo, Carlos Fernandes, diz que terá uma conversa com o Spider para analisar as possibilidades. Mas deixou claro que ele terá que se dedicar integralmente à modalidade, disputar os circuitos nacionais e internacionais e ainda assim precisará disputar a vaga com outros lutadores nacionais.

“Mantive contato com ele, e agora vamos esperar acabar as atribuições dele esse ano, como a luta no UFC do Rio, para sentar e conversar. É sempre bem-vindo para o nosso esporte um nome como ele. Temos conversado com empresários dele e com ele e depois dessa luta no fim do ano vamos sentar e ver. Até porque, até o momento, temos uma especulação, uma notícia que ele deu por vontade própria. Não fomos consultados. Essa conversa pessoalmente vai analisar tudo isso”, falou Fernandes ao UOL Esporte.

“Ele vai ter que seguir os procedimentos normais da entidade, que é participar das seletivas. Campeonatos Estaduais, ver se ele fica em Rio ou São Paulo, depois ele vai pra Campeonatos Brasileiros. Ele vai ter que participar de todos os processos seletivos, normalmente. Tendo uma boa performance, pode ser selecionado.”

Por ser o país-sede dos Jogos Olímpicos, o Brasil tem garantido representantes nas quatro categorias do taekwondo. Não existe uma seletiva única que garanta a vaga, e cada representante é escolhido pela confederação após análises de ranking e desempenho em torneios nacionais e internacionais.

Fernandes adiantou que não será fácil para o atleta conseguir a vaga e que o ideal é que se dedique o quanto antes integralmente a ela. Mas ressaltou o espírito vencedor do atleta que pode fazer com que consiga obtê-la.

“Fácil, fácil não vai ser. Nada é fácil para um campeão, mesmo como um campeão com ele. Não vai ser fácil, quem é que não quer essa vaga? Tem que vir difícil para ter mais valor. Ele tem, o quanto antes, que começar a treinar. Ele é um cara dedicado. Ele está no MMA, que não é fácil. Ele é um campeão, e não é um aventureiro. Eu vejo que o principal ele tem, que é dedicação e vontade de treinar. Não basta você querer. Se quer ser campeão tem que gostar de treinar. Isso é meio caminho andado. E ele tem isso.”

Anderson Silva compete na categoria dos médios do UFC (até 83,9 kg). No taekwondo olímpico, terá que tentar se adequar aos peso dos pesados, acima de 80 kg.

O empresário de Anderson Ed Soares diz ver com bons olhos a chance de o atleta disputar os Jogos de 2016. Entende que ele terá que sair do MMA, mas não deu prazos. Diz que é algo que depende do atleta e tem que ser conversado com ele.

“Eu não falei com ele sobre isso ainda, mas acho que para um atleta do nível do Anderson, seria ótimo competir nas Olimpíadas. Vamos ver que como será isso. Mas é ótimo, vai melhorar muito a carreira dele”, falou.

“Isso é uma pergunta que só ele pode responder . Isso é com ele, é ele quem sabe o que tem que fazer e tem que decidir com seus treinadores. Mas com certeza se ele competir nas Olimpíadas ele não vai poder competir mais no MMA”, finalizou.

Publicidade

Esporte

Assisense vence campeonato da Copa Thai Kick Sertanópolis

O atleta de Assis tem se destacado e é uma grande promessa do esporte.

Publicado em

Do AssisNews
Assisense vence campeonato da Copa Thai Kick Sertanópolis (Foto: Renee Furlan/Agenda Mais Notícias/Cedida ao AssisNews)

A noite do último sábado (03), foi marcada por fortes emoções, onde dentro o octógono no Ginásio de Esportes Teixeirão, em Sertanópolis (PR), onde o atleta assisense Marcos Vinicius, conhecido como Pezão, foi campeão da Copa Thai Kick.

Ao todo foram realizadas nove lutas, nos etilos MMA, Muay Thai e K1 Pro, sendo uma delas com atletas femininas que fizeram um belo combate, sem dúvidas o nível técnico em todas as lutas era impressionante.

Em seu estilo de luta, Muay Thai, Marcos, que tem apenas 16 anos foi campeão com um nocaute no último round em cima de um atleta experiente que tem quase o dobro de sua idade.

Grande promessa do esporte, esta foi a décima sexta luta do atleta assisense e décima quinta vitória.

Assisense vence campeonato da Copa Thai Kick Sertanópolis (Foto: Divulgação)

Assisense vence campeonato da Copa Thai Kick Sertanópolis (Foto: Divulgação)

Assisense vence campeonato da Copa Thai Kick Sertanópolis (Foto: Divulgação)

 

Continue lendo

Esporte

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Como já é tradição, o evento homenageia o sensei Isaburo Suto que, aos 84 anos, mantém suas atividades de ensinamentos do judô em Paraguaçu.

Publicado em

Assessoria

Aconteceu no último sábado (22), no Ginásio de Esporte Sílvio de Magalhães Padilha de Paraguaçu Paulista, o 6º Torneio Regional de Judô Isaburo Suto, com um número recorde de participantes, entidades e cidades presentes. Foram inscritos 600 atletas, que representaram 29 entidades de 22 cidades do Centro Oeste e da Alta Paulista.

A Associação de Pais e Voluntários do Judô (APVJ) de Paraguaçu Paulista ficou com a segunda colocação na classificação geral, atrás apenas da equipe do SESI Bauru, onde encontra-se o centro de excelência da modalidade judô da instituição. Na avaliação do coordenador de Esportes, Ennes Arns Holl Santos, “esse resultado mostra a força do judô paraguaçuense, que no dia 18 de junho conquistou o título de campeão do Estado com a judoca Giovanna Pincerati”, relatou.

O evento contou também com apresentação do Grupo de Taiko do Nikkey Clube de Marília, além de receber a visita do presidente da Federação Paulista de Judô, Alessandro Panitz Puglia. Também estiveram presentes o delegado da 5ª Delegacia sensei Wilmar Shiraga Judo Gpes, o delegado da 13ª Delegacia, André Costa Gonçalves, o sensei Kodansha Kanefumi Ura, autoridades locais como o presidente da Câmara de Vereadores, Sérgio Donizete Serginho Ferreira, o vice-prefeito Clemente Júnior, a diretora de Educação e Esportes, Elzinha Pacheco e a diretora da Saúde Cristiane Bonfim.

O 6° Torneio de Judô Isaburo Suto é uma realização da APVJ – Associação Paraguaçuense de Pais e Voluntários do Judô, com coordenação da Federação Paulista de Judô, por meio da 13ª Delegacia da Alta Sorocabana, com apoio da Prefeitura de Paraguaçu Paulista, por meio dos Departamentos de Educação, Esporte e Lazer e do de Turismo e Cultura.

Como já é tradição, o evento homenageia o sensei Isaburo Suto que, aos 84 anos, mantém suas atividades de ensinamentos do judô em Paraguaçu Paulista.

O organizador do 6° Torneio de Judô Isaburo Suto, José Carlos Pincerati, afirmou que o sucesso do evento só foi possível diante da colaboração de todos. “A diretoria da APVJ agradece a parceria com os Departamentos de Turismo e Cultura, de Educação e Esportes, pois unidos somos mais fortes”, destacou José Carlos.

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Com a presença de 600 atletas, 6° Torneio Regional de Judô Isaburo Suto de Paraguaçu é sucesso

Continue lendo

Lutas

John Lineker precisa corrigir erros para sonhar com possível disputa de cinturão no futuro

Publicado em

Do AssisNews

A sequência de vitórias do lutador John Lineker foi interrompida no final de abril. Após sofrer derrota no UFC Ft. Lauderdale (EUA), o parnanguara agora precisa de uma boa luta até o final do ano para sonhar com uma disputa de cinturão. Além disso, ele também deve passar por treinamentos intensivos com o objetivo de corrigir erros que cometeu contra Cory Sandhagen, principalmente na precisão dos socos e na passividade durante a luta.

Foi a quarta derrota de Lineker, desde que entrou no UFC em 2012. O lutador sempre foi elogiado entre os galos, e chegou a ficar entre os 10 melhores da categoria. A luta contra Cory Sandhagen seria a chance de, futuramente, disputar o cinturão. Porém, algumas falhas fizeram adiar os planos. O objetivo do lutador, que não pegou suspensão médica, será identificar alguns problemas que ocasionaram a derrota.

Entre eles, está a efetividade no striking contra os adversários. Segundo o site oficial do UFC, o parnanguara acerta apenas 40% dos socos que tenta. Um número que não é baixo, porém está longe de ser efetivo como os campeões. Na luta contra Sandhagen, essa falta de precisão fez com que Lineker se mostrasse passivo contra o adversário. Assim, os juízes acabam premiando a efetividade de quem toma mais atitude.

A finalização no chão é outro ponto a melhorar, principalmente pelo bom rendimento em take downs que o lutador tem. O aproveitamento de 60% o coloca como um dos mais efetivos na organização, porém ele parece não aproveitar isso. Entre as 31 vitórias que têm na carreira, apenas quatro, ou seja 13%, foram por finalização. Essa efetividade para encerrar a luta é um diferencial no UFC, e impede derrotas por split decision.

Outros brasileiros

Enquanto Lineker deve lutar apenas no final do ano, outro brasileiro vai chamar atenção nos próximos meses. Júnior Cigano tenta a quarta vitória consecutiva e, assim, finalmente ter o necessário para uma disputa de cinturão. O próximo adversário, no entanto, será o complicado camaronês Francis Ngannou.

Nas cotações de apostas desportivas online, Cigano aparece como azarão. No dia 13 de maio, ele tinha apenas 43,5% de chance de vitória contra o rival, ou seja, vai precisar superar também os números.

A luta acontece no início de julho, em Las Vegas, pelo UFC 239. Este evento promete muita ação, já que o confronto principal da noite será entre o campeão Jon Jones e o brasileiro Thiago Santos. A rivalidade entre os dois cresceu recentemente, após comentários em entrevistas divulgadas. Por isso, o meio do ano será importante na organização, principalmente para os brasileiros.

Atual campeã, Amanda Nunes também luta neste evento, mas com o objetivo de defender o cinturão. Ela será desafiada pela experiente Holly Holm e a disputa promete ser de qualidade, principalmente pelo estilo e histórico das duas. A torcida brasileira vai poder acompanhar os principais eventos da noite com muito apoio, o que podem fazer a diferença para as decisões. Enquanto isso, Lineker se recupera da derrota para no futuro também ser um desafiante de campeões no UFC.

Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas