Fique conectado

Lutas

Vinícius Dionizio venceu por nocaute no FightDragon Kickboxing na edição da Bolívia

Nesta luta, o atleta assisense, teve que perder 6 kg para se enquadrar na categoria dos médios de 80 kg.

Publicado em

314

Vinícius Dionizio venceu por nocaute no FightDragon Kickboxing na edição da Bolívia

O assisense Vinicius Dionizio disputou este final de semana na Bolívia o FightDragon Kickboxing, evento profissional que já tem várias edições realizadas no Brasil, Japão e Bolívia. Vinicius representa a academia Marega Thai Fight e Fitness como aluno e instrutor, e também representa a cidade de Assis pela SEMEA como atleta de Kickboxing, inclusive sempre levou o nome da cidade nos Jogos Abertos.

Nesta luta internacional ele teve que perder 6 kg para se enquadrar na categoria dos médios de 80 kg, uma categoria perigosa em que o lutador deste peso tem força e velocidade de forma equilibrada, portanto alto poder de nocaute, não pode vacilar nem 1 segundo, porque isso pode representar fim de combate. Mas o nocaute saiu a favor do Brasileiro, que no segundo round encaixou dois poderosíssimos ganchos na linha de cintura do Boliviano que despencou na lona e não conseguiu mais se levantar.

Vinicius agradece o apoio de toda Academia Marega Thai, dos alunos e parceiros de treino. Além do seu professor Bruno Marega e dos patrocinadores: Karony Painéis, BigPower, Doctor Muscle, Ricieri, Casa das Miudezas e Elétrica Forte.

Vinícius Dionizio venceu por nocaute no FightDragon Kickboxing na edição da Bolívia (Foto: Divulgação)

Lutas

John Lineker precisa corrigir erros para sonhar com possível disputa de cinturão no futuro

Publicado em

Do AssisNews

A sequência de vitórias do lutador John Lineker foi interrompida no final de abril. Após sofrer derrota no UFC Ft. Lauderdale (EUA), o parnanguara agora precisa de uma boa luta até o final do ano para sonhar com uma disputa de cinturão. Além disso, ele também deve passar por treinamentos intensivos com o objetivo de corrigir erros que cometeu contra Cory Sandhagen, principalmente na precisão dos socos e na passividade durante a luta.

Foi a quarta derrota de Lineker, desde que entrou no UFC em 2012. O lutador sempre foi elogiado entre os galos, e chegou a ficar entre os 10 melhores da categoria. A luta contra Cory Sandhagen seria a chance de, futuramente, disputar o cinturão. Porém, algumas falhas fizeram adiar os planos. O objetivo do lutador, que não pegou suspensão médica, será identificar alguns problemas que ocasionaram a derrota.

Entre eles, está a efetividade no striking contra os adversários. Segundo o site oficial do UFC, o parnanguara acerta apenas 40% dos socos que tenta. Um número que não é baixo, porém está longe de ser efetivo como os campeões. Na luta contra Sandhagen, essa falta de precisão fez com que Lineker se mostrasse passivo contra o adversário. Assim, os juízes acabam premiando a efetividade de quem toma mais atitude.

A finalização no chão é outro ponto a melhorar, principalmente pelo bom rendimento em take downs que o lutador tem. O aproveitamento de 60% o coloca como um dos mais efetivos na organização, porém ele parece não aproveitar isso. Entre as 31 vitórias que têm na carreira, apenas quatro, ou seja 13%, foram por finalização. Essa efetividade para encerrar a luta é um diferencial no UFC, e impede derrotas por split decision.

Outros brasileiros

Enquanto Lineker deve lutar apenas no final do ano, outro brasileiro vai chamar atenção nos próximos meses. Júnior Cigano tenta a quarta vitória consecutiva e, assim, finalmente ter o necessário para uma disputa de cinturão. O próximo adversário, no entanto, será o complicado camaronês Francis Ngannou.

Nas cotações de apostas desportivas online, Cigano aparece como azarão. No dia 13 de maio, ele tinha apenas 43,5% de chance de vitória contra o rival, ou seja, vai precisar superar também os números.

A luta acontece no início de julho, em Las Vegas, pelo UFC 239. Este evento promete muita ação, já que o confronto principal da noite será entre o campeão Jon Jones e o brasileiro Thiago Santos. A rivalidade entre os dois cresceu recentemente, após comentários em entrevistas divulgadas. Por isso, o meio do ano será importante na organização, principalmente para os brasileiros.

Atual campeã, Amanda Nunes também luta neste evento, mas com o objetivo de defender o cinturão. Ela será desafiada pela experiente Holly Holm e a disputa promete ser de qualidade, principalmente pelo estilo e histórico das duas. A torcida brasileira vai poder acompanhar os principais eventos da noite com muito apoio, o que podem fazer a diferença para as decisões. Enquanto isso, Lineker se recupera da derrota para no futuro também ser um desafiante de campeões no UFC.

Continue lendo

Esporte

Cândido-motenses se destacam em Circuito de Jiu-Jitsu em Araçatuba

Os atletas cândido-motenses competiram e conseguiram expressivos resultados em suas categorias.

Publicado em

De O Diário do Vale
Cândido-motenses se destacam em Circuito de Jiu-Jitsu em Araçatuba

A equipe de Cândido Mota volta a ser destaque em competição de jiu-jitsu. Desta vez foi no Circuito Interior, realizado no último dia 16, no ginásio municipal de esportes de Araçatuba.

Os atletas cândido-motenses competiram e conseguiram expressivos resultados em suas categorias. “Esses resultados provam que estamos avançando no jiu-jitsu em Cândido Mota. E mais, o fato de estarmos nas maiores competições do país, é a resposta que precisamos para reafirmar nossa equipe como destaque nas competições nacionais e regionais”, disse o técnico Anderson Martins, o ‘Tim’, também árbitro da Federação Brasileira de Jiu-Jitsu.

Entre os cinco atletas de Cândido Mota, Everton Maykon, o ‘Zóio’, conseguiu o vice-campeonato na categoria peso faixa preta. Lucas Prado também foi vice-campeão na categoria peso faixa rosa. Por sua vez, Caio Oliveira foi campeão na categoria peso faixa branca.

A representante feminina da equipe também se destacou. A atleta Giovana Manfio foi vice-campeã na categoria peso faixa branca e vice-campeã na categoria absoluto. Por sua vez, Eduardo Ribeiro, mesmo se destacando em sua luta na categoria peso faixa azul, acabou não obtendo pódio.

O grupo de Cândido Mota teve também, além dos atletas, a equipe de trabalho composta por Vilma Araújo e Danilo Caetano. O técnico da equipe, Anderson ‘Tim’, atuou como árbitro da competição. Mas, mesmo assim ele considerou a equipe em ‘potencial crescimento’. “A equipe vem apresentando um grande crescimento. E isso se reflete no nível das competições que participa e nos resultados que vem obtendo. O jiu-jitsu de Cândido Mota está em franco crescimento, e isso é uma certeza”, frisou ‘Tim’.

Cândido-motenses se destacam em Circuito de Jiu-Jitsu em Araçatuba

‘Brasileiro’
Antes do circuito regional, a equipe de Cândido Mota havia participado do Campeonato Brasileiro, realizado em Barueri no início do mês de maio. O município de Cândido Mota foi representando pelo atleta Everton Maykon, ‘Zóio’, na categoria faixa preto adulto acima de 100 quilos. Apesar de ter ido bem na luta, ele não conseguiu chegar ao pódio. Mas, o destaque é que ganhou experiência ao competir com atletas profissionais de várias regiões do Brasil. “É o campeonato mais importante do país e estivemos lá com nossa equipe”, frisou Anderson ‘Tim’.

A próxima competição dos cândido-motenses será neste dia 26, em Ourinhos, na Copa X Treme de Jiu-Jitsu. “O nosso calendário está completo; estaremos participando de todas as competições de destaque da região, do Estado e do país. Nossos atletas estão cada vez mais fortes e ganhando muita experiência. Os resultados são sempre o reflexo dos treinos e das preparações, o que temos feito com grande dedicação e persistência”, completou o treinador da equipe.

Continue lendo

Judô

Judô de Assis conquista várias medalhas em Araçatuba

Equipe participou do Campeonato Inter Regional de Judô no último sábado.

Publicado em

Do AssisNews
Judô de Assis conquista várias medalhas em Araçatuba (Foto: Divulgação)

No ultimo sábado (06), judocas da Prefeitura de Assis através da Secretaria de Esportes em parceria com Escola de Judô Giberti participaram na cidade de Araçatuba (SP) do Campeonato Inter Regional de Judô com as categorias do sub-18 ao Sênior.

Ao todo os atletas conquistaram 10 medalhas, e a participação em grande quantidade de judocas com alto desempenho foi reconhecida por todos. Muitos deles conseguiram classificação para a fase final do Campeonato Paulista.

O sensei Guilherme Giberti não esconde a felicidade de tantas boas colocações. “Foram muito bem, estou feliz. Vejo a garotada subindo de nível a cada ano que passa no cenário estadual. Agora é se preparar para as fases finais do Paulista de cada categoria”, comentou Giberti.

O nosso muito obrigado aos nossos parceiros academia X-Ploud, Colégio Mais Ensino, Churrascaria do Juca, Santa’Anna Direção Hidráulica, Olá Telecom, Elétrica Forte, Auto Tudo, Rebeca, Essencial Moda.

Confira todos os resultados:

  • Isabelle Sidoni 3º colocada sub-18, Bianca Correia Campeã sub 21
  • Mayuri Santos 3º colocada sub-21,
  • Izabelle 3º colocado sub-21
  • José Marcelo Araujo 3º colocado sub 21
  • Mayuri Santos Vice Campeã Sênior
  • Bianca Correia 3º colocado Sênior
  • Izabelle Sidoni Vice Campeã Sênior
  • Paulo Macedo Vice Campeão Sênior
  • Rodrigo Araújo 3º colocado Sênior.
Continue lendo
Solutudo 300
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas