Rafael Ribeiro conquista pela terceira vez na temporada o título no CRP

Após ser campeão da FICAR em Assis, Rafael revelou qual o segredo do sucesso. Quando conquistou o primeiro título da temporada, ele já havia explicado o que tinha acontecido.

Rafael Ribeiro conquista pela terceira vez na temporada o título no CRP e conta qual o segredo do sucesso (Foto: Ricardo Mariotto)
Rafael Ribeiro conquista pela terceira vez na temporada o título no CRP e conta qual o segredo do sucesso (Foto: Ricardo Mariotto)

Na segunda vitória, que foi consecutiva, não conversei com ele e, agora ele deu ainda mais detalhes sobre a boa fase e o que aprendeu com a má fase em 2015.

Para quem não sabe sobre Rafael Ribeiro, ele liderou o campeonato por 08 etapas, foram cinco meses pensando no título nos 100 mil reais.”Eu só pensava no título, em ser campeão, nos 100 mil, não adiantou nada, eu não estava preparado para ser campeão” explica.

Rafael Ribeiro conquista pela terceira vez na temporada o título no CRP (Foto: Ricardo Mariotto)
Rafael Ribeiro conquista pela terceira vez na temporada o título no CRP (Foto: Ricardo Mariotto)

“Hoje só penso em duas coisas, que é pagar minhas contas e sustentar minha família, não estou preocupado em ser campeão, estou preocupado em vencer meus touros e levar dinheiro para casa, isso fez a total diferença” completa sobre a sua fase.

E Rafael ainda confessou que ser o primeiro, gera e causa muita pressão.

“Quando você é apresentado como o líder de um campeonato, as pessoas acham que você não vai cair, e eu me preocupava com isso, isso acabou me atrapalhando” disse Rafael.

Após ser campeão da FICAR em Assis (SP), Rafael revelou qual o segredo.

“Tenho levado minha esposa em quase todos os rodeios, foi a melhor decisão, ela me passa confiança, as vezes faz eu acreditar em momento que não acredito que posso vencer um touro duro, nem classifico como um gasto a mais, classifico como um investimento, pois tem dado certo, a confiança que ela me passa, não há dinheiro que pague” explica.

Ele ainda completou dizendo sobre a experiência financeira que viveu no final do ano passado.

“Eu não posso dizer que passei necessidade, longe disso, mas tive que usar mais minha calculadora, precisei controlar os gastos e foi por isso que voltei a montar com quarenta dias, quando era pra ficar quatro meses parado, eu não tinha outra opção, fui pra cima e deu certo”.

A vitória em Assis teve um gosto especial para Rafael Ribeiro, em 2014, ele entrou em primeiro de nota, pegou um touro difícil, Abadá, a Cia Califórnia que acabou o derrubando e ele perdeu a chance de ser campeão, desta vez não, foi muito diferente e ele explica.

“Quando sorteei o Exclusivo, da Cia Califórnia, mesmo eu tendo ganho Lins (SP) em 2015 montando nele, eu fiquei preocupado, pois, hoje ele está muito mais difícil de montar, e muitas pessoas não acreditavam que eu poderia parar nele. Eu fui para o fundo dos bretes, sentei na minha cadeirinha e fiquei pensando como iria vence-lo, até que, cheguei a conclusão que ele ganha todo mundo na largada (primeiro pulo), então montei diferente, pedi a solta sem encostar as esporas nele, com o pé no ferro, como denominamos no rodeio, deu certo e venci” explicou sobre a montaria do título.

Foi a primeira vez que “Branco” como é conhecido, montou com o tricampeão Silvano Alves, ele contou sobre esta experiência

“É um cara positivo, passa confiança, pensa no próximo, quando eu estava no alto do pódio, vi ele ali do meu lado, passou um filme na minha cabeça, estava do lado de um cara que foi diferente, ninguém ganha o mundo três vezes por acaso. Foi um final de semana especial. Foi a primeira vez que convivi e montei com ele e, cheguei a uma conclusão, tudo que esse cara ganhou foi pouco, ele merece muito mais, pela humildade que ele tem” finaliza Branco

NO TOP03 DO RANKING SÓ TEM UM NOME
Após a etapa de Assis, mudanças significantes no ranking. Entre os três primeiros só um nome: Rafael.

O líder agora é Rafael Marcelino, de Ribeirão dos Índios (SP). Rafael Ribeiro, de Murutinga do Sul (SP), pulou da quarta posição para a vice-liderança do campeonato. Rafael de Brito, de Potirendaba (SP), agora é terceiro no ranking

Resultados completos no site www.eugeniojose.com.br

VEJA TAMBÉM

Por Giovanna Romero

Para o Inverno: Burgundy

Por Giovanna Romero

Looks para o Réveillon

#MAIS LIDAS DA SEMANA