Fique conectado

Facebook

Estudo relaciona uso de redes sociais a desordens comportamentais

A pesquisa foi divulgada no Periódico de Vícios Comportamentais.

Publicado em

95

Estudo de pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos (EUA), mostrou relações entre o uso de redes sociais, mais especificamente o Facebook, e o comportamento de pessoas viciadas. A pesquisa foi divulgada no Periódico de Vícios Comportamentais.

Segundo os autores, a lógica de oferta de “recompensas” por esses sites e aplicativos dificulta a tomada de decisões e estimula atitudes de retorno contínuo ao uso do sistema, assim como no caso de outras desordens ou de consumo de substâncias tóxicas.

De acordo com os pesquisadores, os estudos sustentam um paralelo entre usuários com grande tempo dispendido em redes sociais “e indivíduos com uso de substâncias e desordens decorrentes do vício”. O excesso de redes sociais afetaria a capacidade de julgamento das pessoas no momento de escolhas mais benéficas.

“Nossos resultados demonstram que um uso mais severo de sites de redes sociais é associado com maior deficiência na tomada de decisões. Em particular, nossos resultados indicam que usuários em excesso de sites de redes sociais podem tomar decisões mais arriscadas”, dizem os autores.

Escala

O estudo aplicou uma escala utilizada para medir níveis de vício no facebook (Bergen Facebook Addiction Scale), problemas na tomada de decisões e propensão a depressão em 71 pessoas em uma universidade alemã. A amostra, portanto, é importante para cuidados no momento de generalizar os resultados para o conjunto da sociedade, mas não inviabiliza as conclusões importantes da análise.

As pessoas com maior intensidade de uso de facebook foram as que tiveram pior desempenho no teste de lógica de tomada de decisões (reconhecer escolhas que, no conjunto, trariam mais benefícios e menos prejuízos para si).

“Nossas descobertas implicam que os usuários em excesso de sites de redes sociais estão considerando mais os efeitos potencialmente positivos de suas decisões do que os efeitos potencialmente negativos”, afirmam os pesquisadores no estudo.

Uso disseminado

O facebook é utilizado por aproximadamente 2,5 bilhões de pessoas no mundo, sendo a maior rede social do planeta. A empresa ainda controla outros sites de aplicativos semelhantes no topo do ranking desse mercado, como whatsapp, instagram e facebook messenger.

Pesquisa do site especializado em tecnologia Quartz indicou que grande parcela dos entrevistados (mais da metade no Brasil) acreditava que a onternet se resumia ao facebook.

Levantamento de um dos mais renomados centros de pesquisa sobre internet do mundo (Pew Internet Research), publicado no ano passado, mostrou preocupação de adolescentes e pais com o tempo gasto em redes sociais. Outro estudo de pesquisadores da Universidade de San Diego sugeriu relação entre tempo de aplicações em computadores e videogames e queda no bem-estar de jovens.

Facebook

Facebook, WhatsApp e Instagram têm problemas nesta quarta-feira

Usuários reclamam de falha no envio de mídias, como fotos, vídeos e áudios; empresa diz estar ‘ciente’. Também foi relatada instabilidade no Twitter para envio de mensagens.

Publicado em

Do G1
Facebook, Instagram e WhatsApp passam por instabilidade nesta quarta-feira (3). — Foto: Dado Ruvic/Reuters

As plataformas do Facebook, incluindo Whatsapp e Instagram, estavam com problemas de funcionamento na manhã desta quarta-feira (3). Entre os principais problemas encontrados pelos usuários estão o envio de mídias, como fotos, vídeos, áudios e figurinhas (no caso do WhatsApp).

As 3 plataformas pertencem ao Facebook.

O Twitter também registrava instabilidade para envio de mensagens privadas.

Em seu perfil no Twitter, o Facebook afirmou no começo desta tarde que “está ciente de que algumas pessoas estão tendo problemas para enviar ou anexar imagens, vídeos e outros arquivos nos aplicativos” da empresa.

“Sentimos muito pelo problema e estamos trabalhando para que tudo volte ao normal o mais rápido possível”. E marcou a hashtag #facebookdown , que está sendo compartilhada pelos usuários que relatam falhas. Esta e as hashtags #instagramdown e #whatsappdown estavam entre os trending topics mundiais do Twitter no começo desta tarde.

A última vez que todas as 3 plataformas do Facebook ficaram instáveis ao mesmo tempo foi no dia 13 de março, quando o problema durou várias horas. Na época, a empresa disse que uma mudança de configuração em servidor causou falha nos aplicativos.

O site Down Detector, que aglomera relatos de consumidores sobre o status de serviços online, teve fortes reclamações sobre as redes sociais do Facebook e também sobre o Twitter.

A maior parte dos usuários que passaram por problemas no WhatsApp estão no Brasil, Argentina, Peru, Colômbia e alguns países da Europa. Já o Facebook e o Instagram tiveram muitas reclamações nos Estados Unidos e também na Europa.

No Twitter, usuários reclamaram dos problemas que encontraram nas redes sociais

Continue lendo

Facebook

Facebook lança rival do Tinder no Brasil

O recurso já está liberado no país e foi construído com a privacidade em foco.

Publicado em

Do Exame
(Foto: Nasir Kachroo/NurPhoto via Getty Images)

O Facebook anunciou uma série de novidades no seu principal evento do ano, a conferência F8. Um deles chamou a atenção: a empresa liberou um novo recurso no seu aplicativo de rede social que permite que pessoas solteiras encontrem pretendentes para encontros. A ideia é parecida com a do Tinder. A vantagem é que o serviço é integralmente gratuito – o Tinder tem planos pagos – e não é preciso baixar um novo aplicativo para marcar encontros.

De acordo com o Facebook, mais de 200 milhões de pessoas têm seu status de relacionamento marcado como solteiro na rede social. Globalmente, o Tinder tem mais de 50 milhões de usuários.

O recurso já está liberado no Brasil e foi construído com a privacidade em foco. Você recebe sugestões e adiciona os usuários do Facebook Dating em uma lista de pessoas nas quais tem interesse. Quando houver uma combinação, elas serão notificadas e poderão conversar.

A atividade do Dating não é compartilhada na rede social. O recurso tem funcionamento separado dentro do aplicativo do Facebook. Apenas as pessoas às quais seu perfil for exibido como sugestão poderão ver que ele existe. É possível até mesmo limitar a visualização do seu perfil a pessoas que não têm amigos em comum com você.

Há ainda uma função chamada Crush Secreto. Seu objetivo é permitir que as pessoas encontrem parceiros românticos dentro do seu círculo de amigos. Se o interesse não for recíproco, ninguém ficará sabendo.

Como recurso de segurança, o Dating oferece uma opção de compartilhamento de localização em tempo real por meio do Facebook Messenger. A ideia é de que você se sinta mais seguro ao sair com uma pessoa desconhecida que encontrou no Dating.

Para criar um perfil no novo recurso de encontros do Facebook, é preciso abrir o aplicativo da rede social, acessar o seu menu, depois clicar em “Mais”. Ali, você verá o símbolo de coração. Tocando nele, basta preencher os dados solicitados e começar a usar o Dating.

Continue lendo

Facebook

Após saírem do ar, Facebook, Instagram e WhatsApp voltam a funcionar

As três empresas pertencem ao mesmo dono, Mark Zuckerberg.

Publicado em

Do AssisNews

Após instabilidades que começaram a ser apontadas por usuários de várias parte do mundo por volta das 6h30min deste domingo (14), Facebook, Instagram e WhatsApp voltaram a funcionar normalmente após as 10h. As três empresas pertencem ao mesmo dono, Mark Zuckerberg.

No Facebook e no Instagram, os relatos apontavam instabilidade sobretudo no feed de notícias, segundo o site DownDetector, que registra reclamações de redes sociais que ficam fora do ar. No WhatsApp, usuários relataram problemas para enviar ou receber mensagens.

Os comentários eram de várias parte do mundo. O Facebook ainda não se pronunciou em seu canal oficial.

Os aplicativos de mensagem devem ser integrados entre o fim deste ano e o início de 2020. Usuários do Facebook, por exemplo, poderão enviar mensagens a quem só baixou o WhatsApp no celular.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Solutudo 300
Publicidade

FaceNews

Mais lidas