Ação do Facebook cai após fim de período de restrição

Cerca de 234 milhões de ações controladas por funcionários foram habilitadas a serem vendidas no mercado.

Monitor mostra o valor da ação do Facebook durante as operações na bolsa NASDAQ, em Nova York. (Foto: Reuters)

As ações do Facebook chegaram a cair 4 por cento durante a manhã de negociações nesta quarta-feira após a empresa autorizar funcionários a começarem a vender algumas ações.

A maior rede social do mundo renunciou a uma cláusula que impedia funcionários a vender ações até 14 de novembro. Como resultado, os funcionários puderam vender suas ações já em 29 de outubro.

Cerca de 234 milhões de ações controladas por funcionários foram habilitadas a serem vendidas no mercado.

No entanto, como os mercados ficaram fechados na segunda e na terça-feira devido à tempestade Sandy, quarta-feira foi o primeiro dia de negociações.

Mais de um bilhão de ações do Facebook mantidas por funcionários, investidores iniciais e outras partes devem entrar em negociação no mercado até o fim do ano.

Às 13h45, o papel caía 2,7 por cento, cotado a 21,35 dólares.

(Por Jennifer Saba)

#MAIS LIDAS DA SEMANA