Cerca de 120 que compraram pacote para Oktoberfest ficam sem viagem

O site de compras coletivas informou que os clientes lesados podem optar por ter a viagem transferida ou receber o dinheiro de volta.

Oktoberfest

Cerca de 120 pessoas que compraram um pacote de viagem para a Oktoberfest (festa da cerveja que ocorre anualmente no mês de outubro em Santa Catarina) não conseguiram embarcar na noite desta sexta-feira (19).

Quando o grupo se dirigiu para o local do embarque, na avenida Vergueiro, por volta das 22h desta sexta-feira, os motoristas dos ônibus que fariam o trajeto até a cidade de Blumenau (SC) disseram que não fariam a viagem porque a empresa de turismo não havia feito o pagamento.

Desamparados, os clientes procuraram a polícia e registraram um boletim de ocorrência no 78º DP (Jardins).

De acordo com a polícia, não havia nenhum responsável pela agência de viagens, a Lazer.com, no local marcado para o embarque. Parte do grupo tinha comprado os pacotes no site de compras coletivas Groupon.

Com desconto de 49%, o pacote custava R$349, 50 e incluía o traslado para a cidade de Blumenau, uma noite de hospedagem em hotel com café da manhã, passeio turístico e ingressos para entrar na festa. As viagens foram adquiridos na segunda quinzena de agosto.

O Groupon informou na tarde deste sábado que lamenta o ocorrido e se compromete a compensar todos os clientes que tiveram problemas com a agência de turismo Lazer.com.

O site de compras coletivas diz que os clientes lesados podem optar por ter a viagem transferida para outra data ou receber o dinheiro de volta.

O Groupon ainda informou que está investigando o incidente e tomará as medidas legais necessárias para esclarecer as responsabilidades sobre o ocorrido.

GROUPON

No começo de outubro, o Groupon foi expulso do Comitê de Compras Coletivas por não retirar as ofertas de eletrônicos não homologados pela Anatel mesmo depois de reiteradas solicitações da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

O Comitê é uma espécie de reunião setorial dentro da Câmara. Participam dele ClickOn, Cupónica, Imperdível, Peixe Urbano e Viajar Barato.

Em setembro, o site foi multado pelo Procon do Paraná em R$ 1,4 milhão por propaganda enganosa e por não cumprir as ofertas anunciadas no site.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA