Apple deve fazer acordo de US$ 100 milhões em ação movida por pais

Sistema não evitou que crianças fizessem compras no iPad e no iPhone.
Apple vai propor reembolso de US$ 5 por cliente prejudicado.

iPad 4, da Apple (Foto: Divulgação)

A Apple deve desembolsar mais de US$ 100 milhões em créditos no serviço iTunes para encerrar um processo judicial no qual era acusada de permitir que crianças fizessem compras com iPhones e iPads sem o conhecimento dos pais.

A ação foi iniciada há cerca de dois anos por cinco pais que alegavam que a Apple não oferecia ferramentas de controle suficientes para impedir que seus filhos comprassem, por exemplo, conteúdos e componentes extras para games, mesmo tendo em vista que alguns jogos eram destinados a crianças de quatro anos.

Pelos termos do acordo judicial, a Apple concordou em oferecer um reembolso de US$ 5 na sua loja iTunes para 23 milhões de clientes prejudicados, além de reembolsar, em dinheiro, consumidores que pediram indenizações maiores

Em março de 2011, a empresa reforçou a função de controle dos pais em seu sistema operacional  iOS para smartphones e tablets. Veja aqui como ativar os controles parentais no iOS.

A proposta de acordo ainda está sujeita a aprovação judicial, que vai ocorre na próxima sexta-feira, 1º de março.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA