Fique conectado

Tecnologia

Morre Paul Allen, cofundador da Microsoft, aos 65 anos

Ele criou a empresa junto com Bill Gates e lutava contra um câncer. Um dos mais ricos do mundo, Allen financiava projetos filantrópicos e era dono de times de basquete e futebol americano.

Publicado em

241

Paul Allen, cofundador da Microsoft, morreu nesta segunda-feira (15), nos Estados Unidos, aos 65 anos. Há duas semanas ele tinha anunciado, no Twitter, que tornava a lutar contra um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer.

Allen ajudou a fundar a Microsoft em 1975 com Bill Gates e saiu em 1983, quando foi diagnosticado com câncer pela primeira vez e fez um tratamento bem sucedido.

Em 1986, ele criou uma empresa chamada Vulcan, para investir em projetos filantrópicos e estudos em diversas áreas.

Allen já tinha afirmado que deixaria a maior parte de sua fortuna para caridade. Segundo a revista “Forbes”, o empreendedor, que tinha uma fortuna avaliada em US$ 21,7 bilhões, era a 44ª pessoa mais rica do mundo.

O computador pessoal não existiria sem ele, disse Bill Gates, em um comunicado em que descreveu Allen como um de seus amigos mais antigos e mais queridos.

“Estou com o coração partido”, escreveu. “Desde o começo juntos, na Lakeside School, passando pela nossa parceria na criação da Microsoft até alguns projetos de filantropia que fizemos juntos ao longo desses anos, Paul foi um parceiro verdadeiro e amigo querido.”

A longa amizade entre eles também teve controvérsias. Em 2011, trechos de uma futura biografia de Allen relevaram que ele acusou Bill Gates de tentar comprar sua participação na companhia a preço de barganha.

Ele afirmou ter recebido posteriormente pedidos de desculpas de Gates e do ex-CEO da Microsoft, Steve Ballmer, sobre o incidente.

Em 2013, Allen e Gates recriaram a foto clássica em que aparecem rodeados de computadores, de 1983, ano em que licenciaram o sistema MS-DOS para a IBM. Eles refizeram a pose durante visita de Gates ao museu Computer Living, fundado por Allen em Seattle.

Paul Allen e Bill Gates, fundadores da Microsoft, recriaram clássica foto de 1981 em 2013 — Foto: Reprodução/Twitter

“Ele merecia ter muito mais tempo, mas suas contribuições para o mundo de tecnologia e da filantropia viverão por gerações”, completou Gates.

Nova batalha

Após vencer a primeira batalha contra o câncer nos anos 80, Allen anunciou em 2009 que estava tratando de um novo câncer, agora um linfoma não-Hodgkin, que se origina no sistema linfático, que é a rede do corpo para o combate de doenças.

No último dia 1º, Allen postou em seu perfil no Twitter que o câncer tinha voltado.

“Soube recentemente que o linfoma não-Hodgkin que eu combati em 2009 retornou. Comecei o tratamento e meus médicos estão otimistas de que teremos um bom resultado. Agradeço o apoio que tenho recebido e conto com ele enquanto luto contra este desafio”, escreveu.

Do espaço aos esportes

Allen patrocinou iniciativas em diversas áreas. Um dos projetos mais recentes é o Strato­launch, que pretende ser o avião com a maior envergadura já criado, para substituir os ônibus espaciais.

O bilionário também investia em esportes e era dono do Seattle Seahawks American, da liga profissional de futebol americano (NFL), do time de basquete da NBA Portland Trailblazers, e era sócio minoritário do Seattle Sounders, de futebol.

Além disso, Allen amava a música e tocava guitarra.

Repercussão

“Meu irmão foi um sujeito notável em todos os níveis. Enquanto a maioria conhecia Paul Allen como um especialista em tecnologia e filantropo, para nós, ele era um irmão e tio amado, e um amigo excepcional”, disse a Jody Allen, cofundadora da Vulcan.

“Nossa indústria perdeu um pioneiro e nosso mundo perdeu uma grande força para o bem”, postou Tim Cook, presidente-executivo da Apple.

O ex-presidente da Microsoft, Steve Ballmer, postou que Allen era “uma pessoa realmente maravilhosa, brilhante e inspiradora”, além de “um grande amigo”.

Sundar Pichai, presidente do Google, postou: “Perdemos um grande pioneiro da tecnologia – obrigado, Paul Allen, por sua imensa contribuição para o mundo.”

O atual CEO da Microsoft, Satya Nadella, disse que, como cofundador da Microsoft, “à sua maneira quieta e persistente”, Allen “criou produtos, experiências e instituições mágicos e, ao fazer isso, mudou o mundo”.

Um dos maiores produtores musicais do mundo, Quincy Jones disse que Allen era um amigo querido e um guitarrista excelente.

O bilionário Richard Branson, dono do Virgin Group, escreveu que Allen era um pioneiro em viagens espaciais comerciais: “Nós dividíamos a crença de que, ao explorar o espaço em novas formas, podemos melhorar a vida na Terra”.

Allen também foi homenageado no Twitter da NFL, a liga profissional de futebol americano. com uma frase dele: “Você olha para as coisas de que gosta na vida, mas muito mais importante é o que você consegue fazer para tornar o mundo um lugar melhor”.

O perfil do Portland Trailblazers, da NBA, postou: “Sentimos sua falta. Te agradecemos. Te amamos”.

Cidade

99 Pop, ‘concorrente do Uber’, chega a Assis

Aplicativo chega à cidade como opção de transporte barato, rápido e seguro.

Publicado em

Do AssisNews

Depois de superar as expectativas de cadastro de motoristas, a 99, empresa brasileira de transporte urbano que integra a companhia global DiDi Chuxing, amplia sua atuação em São Paulo e anuncia a chegada da categoria Pop em Assis, oferecendo uma opção de transporte barato, rápido e seguro aos assisenses.

O aplicativo de mobilidade, que já opera em mais de 1.600 cidades em todo o Brasil, conta com diversos diferenciais. Para os passageiros, a 99 tem o melhor preço da categoria, em média 15% menor. Para os motoristas, as principais vantagens são uma taxa menor do que a praticada pela concorrência e pagamento do valor da corrida em até 48 horas através do Cartão 99.

A empresa também investe em recursos de segurança para proteger tanto motoristas quanto passageiros. Entre eles está o compartilhamento da rota das corridas em tempo real, ferramentas de checagem de cadastro de condutores e botão de emergência. A 99 conta ainda com sistemas de segurança que alertam sobre regiões com maior número de incidentes e tecnologia de inteligência artificial que monitora todas as corridas em tempo real, 24h por dia, 7 dias na semana.

Como baixar o app

Para pedir o 99Pop, os passageiros devem baixar o aplicativo “99 – Carro Particular e Taxi” na Google Play Store, para smartphones com sistema Android, ou na App Store, para dispositivos com iOS. Aqueles já são utilizam a categoria 99Taxi, devem apenas atualizar a plataforma para que a opção da nova categoria apareça na tela inicial.

Sobre a 99

A 99, empresa brasileira de tecnologia que conecta passageiros e motoristas através de seu aplicativo, faz parte da companhia global Didi Chuxing (“DiDi”). O aplicativo conecta mais de 600 mil motoristas a 18 milhões de passageiros em mais de 1.600 cidades no Brasil. Como uma das maiores provedoras de mobilidade do país, a startup oferece cinco tipos de serviços na sua plataforma: 99Pop, categoria de carros particulares presente em mais de 40 regiões metropolitanas e grandes cidades; 99Taxi, categoria que cobre todo o país; 99Top, serviço de táxis de luxo oferecido em São Paulo; 99Compartilha, serviço de corridas compartilhadas disponível em Belo Horizonte MG); e o 99Comfort, que reúne comodidade de carros novos e espaçosos a um preço acessível em Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) e São Paulo (SP).

Continue lendo

Tecnologia

Xiaomi anuncia smartphone com tela também na parte traseira

A tela tem tecnologia OLED e mede 6,3 polegadas.

Publicado em

Do MSN
© Fornecido por Lulelo Serviços de Publicidade Ltda.

A Xiaomi apresentou ontem o Mi Mix Alpha, um smartphone cuja tela cobre praticamente todo o aparelho, inclusive a parte traseira. A tela do Mi Mix Alpha “escorre” pelas bordas do aparelho e cobre também a parte de trás do celular. Assim, praticamente todo o aparelho é coberto pela tela. A exceção fica por conta de uma faixa na parte traseira, onde ficam as câmeras.

Como aparelho top, o Mi Mix Alpha tem configuração parruda, com chip Snapdragon 855 Plus, 12 GB de RAM e 512 GB de armazenamento. A tela tem tecnologia OLED e mede 6,3 polegadas. O aparelho tem ainda conexão 5G e sistema Android 10.

O aparelho é visto pela Xiaomi como um conceito e deve ser produzido em pequena escala. Na China, ele deve custar cerca de R$ 11 mil, mas ainda não há data marcada para o lançamento.

The post Xiaomi anuncia smartphone com tela também na parte traseira appeared first on TechBreak – Tudo sobre Tecnologia.

© Fornecido por Lulelo Serviços de Publicidade Ltda.

Continue lendo

Especial Publicitário

Saiba como recuperar dados com o EaseUS Data Recovery

O AssisNews testou o EaseUS Data Recovery Wizard para Windows.

Publicado em

Do AssisNews

Neste artigo vamos abordar um assunto que cada vez mais vem sendo requisitado por pessoas e empresas ao redor do mundo: a recuperação de dados.

Convenhamos que não é exagero nenhum dizer que grande parte da vida de pessoas e de empresas estão em computadores. Documentos, fotos, vídeos, projetos, ideias, exames, e-mails são apenas alguns exemplos de coisas que passaram da forma física para a digital nos últimos anos e que ficaram suscetíveis aos mais variados problemas intrínsecos à tecnologia.

Quanto mais dados são gerados, maior a possibilidade de perdê-los, por isso, é importante conhecer ferramentas que possam lhe ajudar no momento da necessidade de recuperar algum dado perdido. Uma ferramenta que atende muito bem a esta demanda é o programa para recuperar dados “EaseUS Data Recovery, do qual vamos tratar daqui em diante.

O AssisNews testou o Data Recovery Wizard da EaseUS Software, um programa recuperador de arquivos perdidos das mais diversas formas, e que cumpre bem o seu papel. O programa tem uma versão gratuita, mas a versão que testamos foi a paga para Windows. 

Saiba como recuperar dados com o EaseUS Data Recovery (Foto: AssisNews)

Saiba como recuperar dados com o EaseUS Data Recovery (Foto: AssisNews)

Ao entrar no aplicativo, você tem a opção de escolher em qual disco quer procurar pelos arquivos apagados. O processo de digitalização vai demorar alguns minutos, então a sugestão é que o usuário faça alguma outra coisa enquanto espera.

Depois que a digitalização estiver completa, é só escolher qual a pasta ou arquivo que deve ser recuperado e clicar no botão “recuperar”. Caso o usuário não possa ou não queira fazer a recuperação dos dados do disco na hora, é possível salvar e deixar para outro momento. Ao mostrar o conteúdo apagado, o programa dá a opção de fazer uma visualização prévia dos arquivos, sejam eles fotos, vídeos ou outros arquivos.

Saiba como recuperar dados com o EaseUS Data Recovery (Foto: AssisNews)

Ao fazer a busca em um cartão microSD antigo, por exemplo, descobrimos fotos de um evento de alguns anos atrás que não estavam com o resto das fotos, ou seja, a gente até lembrava que tinha tirado, mas nunca mais iria ver na vida. Por estas e outras, o investimento em um programa de recuperação de dados é sempre válido. Nunca se sabe o que pode estar escondido em arquivos apagados em algum HD, SSD ou cartão de memória esquecido numa gaveta.

Todo mundo que mexe com computadores certamente passou por isso em algum momento, aquela tensão ao perceber que apagou sem querer algum arquivo importante, e perdeu fotos ou vídeos da família ou dos amigos, ou então quem sabe várias horas de trabalho. 

Pois é, perder dados importantes é algo que não se deseja nem pro pior dos inimigos. O pior de tudo é que, pelo menos na minha experiência, por mais cuidadoso que um usuário seja, é só uma questão de tempo até que algo imponderável aconteça e ele acabe perdendo dados importantes. É sempre melhor prevenir do que remediar, usando um programa de recuperação de dados como o EaseUS Data Recovery Wizard Professional.

O aplicativo tem uma versão gratuita, mas a versão que testamos foi a profissional, que pode efetivamente recuperar os dados. A versão free só serve para mostrar quais são os arquivos que podem ser recuperados, e suporte recuperar dados de 2GB de graça, então pra salvar mais dados importantes, você vai precisar comprar a versão paga.

Saiba como recuperar dados com o EaseUS Data Recovery (Foto: AssisNews)

O funcionamento do programa é bem simples, você escolhe qual disco rígido, SSD, flash drive ou cartão de memória quer analisar, e clica no botão “Digitalizar”, que aciona uma busca completa no local para mostrar o que pode ser efetivamente salvo. Essa parte do processo pode demorar, dependendo do tamanho do disco que está sendo analisado.

Depois disso, você pode ver em uma lista todos os arquivos que podem ser recuperados para fazer isso na hora, ou então salvar a busca para recuperar mais tarde. Com o Data Recovery Wizard dá pra salvar fotos, arquivos de vídeos e outros documentos que antes estavam totalmente inacessíveis para o usuário.

A recuperação é instantânea, basta escolher o arquivo e um local para salvá-lo (em outro disco que não seja o analisado, por favor) e clicar no botão “Recuperar Agora”. Dependendo da empolgação do usuário com o arquivo recuperado, ele pode até mesmo compartilhar a façanha nas suas redes sociais. Se ele achou mesmo que nunca mais iria poder acessar aquele conteúdo, pode dar vontade de contar pra todo mundo.

Saiba como recuperar dados com o EaseUS Data Recovery (Foto: AssisNews)

Ao contrário da versão para Mac, a versão para Windows permite fazer buscas de arquivos e dados perdidos dentro do próprio HD onde o sistema está instalado sem ter que entrar no modo de recuperação, o que é um ótimo diferencial e uma mão na roda.

É possível fazer buscas por tipos de arquivo ou pelo nome deles, para facilitar a vida do usuário. O EaseUS Data Recovery Wizard Professional é um aplicativo que cumpre o que promete, e que tem o potencial de salvar a nossa pele, dependendo de importância dos dados que tenham sido apagados ou perdidos.

Ah, para fechar o assunto, vale ressaltar que o EaseUS Data Recovery Wizard 12.9 recupera mais de 1.000 tipos de arquivos! Você não leu errado, é isso mesmo. Abaixo seguem alguns dos tipos:

  • Documento: DOC/DOCX, XLS/XLSX, PPT/PPTX, PDF, CWK, HTML/HTM, INDD, EPS, etc.
  • Imagem: JPG/JPEG, TIFF/TIF, PNG, BMP, GIF, PSD, CRW, CR2, NEF, ORF, SR2, MRW, DCR , WMF, RAW, SWF, SVG , RAF, DNG, etc.
  • Vídeo: AVI, MOV, MP4, M4V, 3GP, 3G2, WMV, MKV, ASF, FLV, SWF, MPG, RM/RMVB, MPEG, etc.
  • Áudio: AIF/AIFF, M4A, MP3, WAV, WMA, APE, MID/MIDI, RealAudio, VQF,FLV, MKV, MPG, M4V, RM/RMVB, OGG, AAC, WMV,APE, etc.
  • E-mail: PST, DBX, EMLX, etc. (Outlook, Outlook Express, etc)

*O conteúdo deste artigo é patrocinado.

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas