Professor foi preso no início da madrugada, após o crime – Foto: Divulgação / Polícia Civil

O diretor da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Sérgio Roberto Ferreira, foi assassinado na noite desta quinta-feira (20) no campus localizado em Cornélio Procópio, na Região Metropolitana de Londrina. O principal suspeito do crime é um professor universitário.

Sérgio foi encontrado ferido dentro do gabinete da direção da universidade. A Polícia Civil não descarta motivação passional para o crime.

O docente foi levado em estado grave para a Santa Casa de Cornélio, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu ainda durante a noite. Segundo testemunhas, ele havia solucionado uma desavença pouco antes do crime dentro do campus; essa desavença também é investigada como hipótese do crime.

Diretor foi assassinado dentro da Universidade Estadual do Norte do Paraná – Foto: Arquivo

A Polícia Militar (PM) esteve no local e colheu informações sobre o crime. Horas mais tarde, foi preso em Teodoro Sampaio (SP) o homem identificado como Laurindo Panucci Filho. Ele seria professor na UENP e confessou o assassinato do diretor em Cornélio Procópio.

Segundo as informações, Laurindo usou um machado para golpear o diretor várias vezes na cabeça. Marcas de sangue foram encontradas pela polícia na sala da diretoria da universidade, e relatos ajudaram os agentes a identificarem o assassino. A polícia não deu mais detalhes sobre a motivação do homicídio. O corpo de Sérgio foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Londrina.

Machado usado no crime foi apreendido

Assine nossa newsletter

Receba as notícias do AssisNews diretamente em seu email.

VOCÊ PODE GOSTAR

Governo lança material para prevenção da peste suína africana

Brasil está livre da doença que não tem cura ou tratamento.

Regra que obriga telemarketing a se identificar ainda tem baixa adesão

Medida entrou em vigor há um mês.

‘Foi coisa do Satanás’, diz pastora depois de ser flagrada em motel

Marido flagrou esposa em motel com pastor de Campo Grande.