Mulher abandonada em buraco em Londrina foi agredida por engano, diz polícia; suspeitos são presos

Polícia identificou cinco pessoas que podem ter envolvimento com o crime, que aconteceu em julho. Mandados de prisão são cumpridos nesta quarta-feira (11).

Guarda Municipal chegou ao local após denúncia na sede operacional, em Londrina — Foto: Guarda Municipal/Divulgação

Pelo menos quatro pessoas foram presas suspeitas de terem agredido e abandonado uma mulher em um buraco, em Londrina, na região norte do Paraná. A Polícia Civil cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira (11).

A vítima foi encontrada em um buraco com cerca de três metros de profundidade no dia 15 de julho. Ela foi socorrida com vários ferimentos e disse à polícia que ficou cerca de 12 horas no local.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher foi agredida por engano. As investigações apontaram que pessoas envolvidas com o tráfico de drogas planejavam agredir uma outra mulher, por conta de uma dívida.

Apesar disso, segundo a polícia, quando o chefe do tráfico percebeu que se tratava de um engano, o homem resolveu que a mulher deveria ser morta. Por este motivo, ela foi abandonada em um buraco.

Ao todo, a polícia cumpre cinco mandados de prisão temporária e quatro de busca e apreensão. Entre os endereços estão três residências ligadas ao chefe do tráfico da região.

O caso

A mulher foi localizada após uma denúncia anônima ser feita na sede operacional da Guarda Municipal. Os agentes foram até uma construção abandonada na Rua Chile.

O denunciante disse que a mulher foi agredida a noite inteira e abandonada no buraco. Ainda segundo ele, os agressores voltariam na noite seguinte para matá-la.

O buraco onde a vítima foi abandonada foi fechado com uma tampa de cimento e por cima foram colocados galhos, pedaços de pau e entulhos de construção para não chamar a atenção.

Aos guardas municipais que atenderam a ocorrência, a mulher disse que é usuária de drogas e passava pela rua na madrugada de quinta-feira quando foi agredida.

A vítima estava com ferimentos na cabeça, rosto, barriga, pernas e com as duas mãos quebradas, de acordo com informações da Guarda Municipal.

Mulher foi encontrada em um buraco com cerca de 3 metros de profundidade, em Londrina — Foto: Guarda Municipal/Divulgação

#MAIS LIDAS DA SEMANA