Fique conectado

Falecimento

Morre em Assis, o radialista Izaías Gomes, o popular Gordo

O radialista, que tinha 66 anos, estava afastado do rádio.

Publicado em

1.957

Morre em Assis, o radialista Izaías Gomes, o popular Gordo (Foto: Arquivo Pessoal)

Faleceu em Assis (SP) nesta quarta-feira (11) o radialista Izaías Gomes, conhecido popularmente como o Gordo.

Gordo iniciou seus trabalhos no rádio pela Difusora de Assis, em 1972, e passou por várias emissoras, com Antena Jovem e Cultura, também em Assis, e em outras em Palmital e no Paraná.

Aos 66 anos, o radialista estava afastado dos trabalhos devido a problemas de saúde.

Seu corpo será velado na Pax Funerária, com horário ainda não definido. Informações sobre o sepultamento ainda não foram informados.

O AssisNews acompanha e trás novas informações em breve.

Museu do Rádio Assisense

Através de uma publicação do “Museu do Rádio Assisense” você poderá relembrar um pouco da trajetória do Gordo:

Falecimento

Vítima de acidente em rodovia de Tarumã será sepultado nesta terça

Maicon Manzoni da Silva, de 27 anos, chegou a ser socorrido mas não resistiu.

Publicado em

Do AssisNews
Maicon, que completaria 28 anos nesta quinta-feira (Foto: Arquivo Pessoal)

O corpo jovem Maicon Manzoni da Silva, de 27 anos, deverá ser sepultado no final da tarde desta terça-feira (12) em Maracaí (SP).

Maicon, que completaria 28 anos nesta quinta-feira (14), foi vítima de um grave acidente na Rodovia Miguel Jubran (SP-333) em Tarumã (SP) no início da noite desta segunda-feira (11). Ele chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu.

Homenagens
Muito querido por amigos e familiares, Maicon recebeu diversas homenagens de saudade e pesar em suas redes sociais. Ele deixa uma filha.

O corpo do jovem está sendo velado no Velório Municipal de Maracaí. O sepultamento, que ocorrerá no Cemitério Municipal da cidade, ainda não tem o horário exato definido.

A equipe do AssisNews externa aos familiares e amigos, nossos sinceros sentimentos!

Continue lendo

Brasil

Morre Dirce Faria, pioneira do rádio em Londrina e fundadora da Paiquerê

Ela era esposa do empresário e radialista JB Faria.

Publicado em

Do 24h
Empresário JB Faria e a esposa, Dirce Faria - Foto: Divulgaçao

Morreu na manhã desta terça-feira (22) a empresária e radialista Dirce de Souza Faria, aos 75 anos. Pioneira no rádio em Londrina, Dirce Faria também era sócia-fundadora da Rádio Paiquerê 91.7 e esposa do empresário e radialista JB Faria.

Por conta do falecimento, o prefeito Marcelo Belinati decretou luto oficial por três dias.

Dirce morreu no hospital, depois de complicações em um procedimento cirúrgico no coração. A morte foi confirmada ainda pela manhã, durante a programação da Rádio Paiquerê. O velório acontece na capela do cemitério Parque das Allamandas, o sepultamento ocorre às 11h desta quarta-feira (23) no Cemitério São Pedro, no Centro de Londrina.

PIONEIRA NO RÁDIO

Dirce nasceu em 1 de abril de 1944, em Garça (SP), foi exemplo de esposa, mãe amorosa e dedicada a família. Além de JB, deixa os filhos Carlos Alberto, André Gustavo e Adriana, noras, genro e quatro netos.

Pioneira no rádio londrinense, ela sempre participou das atividades da emissora ao lado do marido. A morte da empresária deixou em luto comunicadores e profissionais da Paiquerê. Em 62 anos de história, a emissora se tornou uma das mais respeitadas do Paraná, com programação diversificada, qualidade e estrutura.

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) emitiu nota oficial lamentando a morte de Dirce. “Nesse momento de dor, nos unimos à família Paiquerê, estendendo nossas condolências ao JB Faria, aos filhos Carlos Alberto, André Gustavo e Adriana. Às noras, genro e aos netos da senhora Dirce”, afirma o comunicado do gabinete da reitoria da UEL.

Continue lendo

Falecimento

Dono do posto Alexandria que morreu em acidente foi sepultado neste domingo

Fábio Luiz Torrezan, faleceu no último sábado (19) após sofrer um acidente.

Publicado em

(Foto: Arquivo Pessoal)

O empresário Fábio Luiz Torrezan, 42 anos, dono dos postos de combustíveis Alexandria, morreu no último sábado (19) após sofrer um acidente com a motocicleta que utilizava na rodovia SP-333.

Fábio foi sepultado neste domingo (20) às 14h em Assis. A moto que ele dirigia teria colidido com um veículo Fiat Fiorino, que acessava a rodovia, por volta do meio-dia, no trevo que dá acesso às cidades Echaporã e Oscar Bressane.

A vítima foi socorrida até o Hospital das Clínicas de Marília, mas não resistiu e morreu por volta das 15h.

A Polícia Rodoviária atendeu a ocorrência e o caso será investigado. O irmão dele, Fernando Torrezan, escreveu um longo texto em sua rede social dizendo que está sem chão neste momento.

“Você era muito importante na minha vida, eu sabia que sempre poderia contar com você. Infelizmente você foi embora assim, tão rápido, não pude sequer te dar um último abraço ou um beijo e poder dizer que eu te amava incondicionalmente”, diz o relato.

Durante a longa homenagem Fernando diz que vai cuidar dos filhos de Fábio como se fossem dele, que vai lutar com unhas e dentes para tornar realidade tudo o que eles planejavam e que ainda não tinha conseguido dormir.

Veja a homenagem do irmão de Fábio na íntegra:

Continue lendo
WhatsAssp AssisNews
Publicidade

FaceNews

Mais lidas