Agentes penitenciários da região de Assis aceitam suspensão da greve

Pedido do MPT também foi aceito pelos trabalhadores na região de Bauru. Paralisação será suspensa por 48 horas em cinco cidades.

Em Assis, agentes em greve também aceitaram suspensão da paralisação (Foto: Reprodução/TV TEM)

Os trabalhadores de Assis e Paraguaçu Paulista aceitaram a suspensão da greve por 48 horas, a pedido do Ministério Público do Trabalho, a partir desta terça-feira (25).

As assembleias dos sindicatos representantes da categoria foram realizadas na segunda-feira (24), à noite, em todo o estado, após reunião de emergência entre o MPT, sindicatos e estado.

Diante da decisão dos trabalhadores, que na região estão há uma semana em greve, caberá ao estado apresentar hoje ao Ministério Público do Trabalho e  aos sindicatos, uma contraproposta.

Entre as principais reivindicações da categoria estão aumento salarial de 5%, além de 20% de reposição das perdas com a inflação e aposentadoria integral aos vinte e cinco anos de contribuição.

O governo deve apresentar sua contraproposta hoje, às 10 horas e às 18, para que os grevistas analisem e discutam posteriormente em assembleias.

VEJA TAMBÉM

#MAIS LIDAS DA SEMANA