Serviço da UTI da Santa Casa de Assis será suspenso, diz GAPED

Atualmente a Organização de saúde conta com 10 leitos da UTI.
Suspensão dos trabalhos da UTI seria a falta de condições financeiras.

Santa Casa de Misericórdia de Assis (Foto: Divulgação)
Santa Casa de Misericórdia de Assis (Foto: Divulgação)

Os serviços da Unidade de Terapia Intensiva – UTI da Santa Casa de Misericórdia de Assis deverão ser suspensos segundo informa o Grupo de Apoio à Pessoa com Deficiência – GAPED.

De acordo com nota emitida pelo grupo, a Santa Casa irá suspender os trabalhos da UTI a partir do dia 19 de junho devido a falta de condições financeiras para manter o funcionamento.

Atualmente a Organização de saúde conta com 10 leitos da UTI. Em março deste ano, a assessoria da organização divulgou para imprensa que o Governo do Estado de São Paulo iria repassar recursos para auxílio da manutenção dos leitos de UTI.

Os 10 leitos foram conquistados em 2014, após muita luta por parte de autoridades regionais, lideranças, Prefeitura de Assis, Civap e Santa Casa de Assis, sem contar a participação histórica do Monsenhor Floriano Garcez Oliveira.

Após a inauguração destes leitos, por 11 meses eles foram custeados com recursos do Governo do Estado de São Paulo, que repassava por mês 297 mil reais, que eram suficientes aos gastos gerados na Unidade. Em seguida estes leitos tiveram que ser credenciados ao SUS, a partir de então o repasse de manutenção caiu drasticamente para 116 mil reais mensais. Essa diferença, de aproximadamente 181 mil reais, vem sendo custeada pela Santa Casa de Misericórdia de Assis gerando à instituição um déficit financeiro grande, que tem ainda se acumulado ao déficit já gerado pelos atendimentos SUS.

#MAIS LIDAS DA SEMANA